Rildo da Costa Menezes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Rildo
Rildo.JPG
Informações pessoais
Nome completo Rildo da Costa Menezes[1]
Data de nasc. 22 de fevereiro de 1942 (72 anos)
Local de nasc. Recife, (PE),  Brasil
Altura 1,73 m
Canhoto
Informações profissionais
Período em atividade Como Jogador: 1959-1980 (21 anos)
Como Treinador: 1990-1995 (5 anos)
Posição Treinador (ex-Lateral-esquerdo)
Clubes de juventude
1957-1959 Brasil Íbis
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1959
1960
19611966
19671972
19731976
1977
1978
1978-1979
1979
1980

Total
Brasil Íbis
Brasil Sport Recife
Brasil Botafogo
Brasil Santos
Brasil CEUB EC
Estados Unidos NY Cosmos
Estados Unidos California Lazers
Estados Unidos Cleveland Force
Estados Unidos California Sun
Estados Unidos Cleveland Cobras
000
000
000
325000(10)
45 000(2)
12 000(0)
000
16000(2)
000
000
000
000399 000(14)
Seleção nacional
19631969 Brasil Brasil 038 00(1)
Times que treinou
1990
1993
1995
Estados Unidos California Emperors
Estados Unidos Los Angeles Salsa
Estados Unidos San Fernando Valley

Rildo da Costa Menezes, mais conhecido como Rildo, (Recife, 22 de janeiro de 1942) é um técnico e ex-jogador de futebol brasileiro[2] .

Carreira[editar | editar código-fonte]

Como Jogador[editar | editar código-fonte]

Iniciou a carreira no Íbis Sport Club, do Recife em 1959[3] . Depois de uma passagem pelo Sport, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde fez um teste no Botafogo.

Na época, Nilton Santos, titular da posição no clube e na Seleção Brasileira, passou a jogar como zagueiro[4] . Com isso, Rildo conseguiu uma chance e se firmou no Botafogo, pelo qual conquistou os títulos estaduais de 1961 e 1962, além do Torneio Rio-São Paulo de 1962 e 1964.

Chegou ao Santos Futebol Clube em 1966, tendo jogado ao lado de Pelé, Pepe, Coutinho e Clodoaldo[5] . Jogou pelo clube durante cinco anos e conquistou, entre outros títulos: Campeonato Paulista: (1967,1968 e 1969), (Roberto Gomes Pedrosa: 1968), Recopa Sul-Americana (1968) e Recopa Intercontinental (1968).

Foi um dos convocados por Vicente Feola para disputar a Copa do Mundo de 1966. Na competição, disputou apenas um jogo, marcando o gol do Brasil na derrota por 3 a 1 para Portugal. No total, foram 49 jogos pela Seleção entre 1963 e 1969[6] .

Após uma passagem pelo CEUB EC de Brasília e pelo ABC de Natal, jogou pelo New York Cosmos em 1977. Passou por outros três clubes dos Estados Unidos, antes de encerrar a carreira, em 1980, aos 38 anos, defendendo o Cleveland Cobras.

Como Técnico[editar | editar código-fonte]

Teve carreira curta como técnico. Treinou apenas três clubes, todos dos Estados Unidos: California Emperors, em 1990; Los Angeles Salsa, em 1993; e San Fernando Valley Golden Eagles, em 1995.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Títulos de Rildo como jogador.

Botafogo[editar | editar código-fonte]

Santos[editar | editar código-fonte]

New York Cosmos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Rildo da Costa Menezes. Lancepédia
  2. Que fim levou? - Rildo. Terceiro Tempo
  3. Rildo, uma estrela nada solitária. Memória Futebol, 22/01/2012
  4. Rildo Menezes. NiltonSantos.com.br
  5. Sorridente e emocionado, ex-lateral Rildo visita o Memorial das Conquistas. Santos Futebol Clube, 29/01/2012
  6. NAPOLEÃO, Antônio Carlos, e ASSAF, Roberto. Seleção brasileira: 1914-2006. Mauad Editora Ltda, 2006. Pág. 292