Estádio Mané Garrincha (Rio de Janeiro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo.
Marechal Hermes
Nomes
Nome Estádio Mané Garrincha
Antigos nomes Estádio Glorioso de Marechal Hermes
Características
Local Rio de Janeiro, RJ
Gramado Natural
Capacidade 12.000 lugares [1]
Construção
Data 1977 a 1978
Inauguração
Data 22 de outubro de 1978
Partida inaugural Botafogo 2-1 Portuguesa da Ilha
Primeiro gol (Botafogo)
Outras informações
Proprietário Botafogo de Futebol e Regatas
Mandante Botafogo

Estádio Mané Garrincha, também conhecido como Marechal Hermes, ou anteriormente, Estádio Glorioso de Marechal Hermes, foi um antigo estádio de futebol do Botafogo de Futebol e Regatas no bairro de Deodoro, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro.

Antes, porém, o campo pertencia ao Sport Club União (clube este fundado em 5 de Novembro de 1915, alvinegro também), atual União Futebol Clube. O campo foi inaugurado em 1922.

O maior artilheiro do Estádio é o ex-jogador Mendonça.

Divisões de base[editar | editar código-fonte]

Atualmente, em Marechal Hermes, ficam localizados os times de futebol das categorias de base do Botafogo de Futebol e Regatas. Integram o local, as equipes:

  • Junior
  • Juvenil
  • Infantil
  • Mirim
  • Pré-mirim

Além dessas divisões, no local são realizadas as "peneiras" com o objetivo de selecionar os novos jogadores do clube.

Em Marechal Hermes, existe também escolinhas de futebol que atendem à população local.

História[editar | editar código-fonte]

Foi reinaugurado em 22 de outubro de 1978 numa partida entre Botafogo e Portuguesa da Ilha, vencida pelo alvinegro por 2 a 1. O Botafogo passou a realizar apenas alguns de seus jogos como mandantes em Marechal Hermes pois havia perdido a sede de General Severiano no bairro de Botafogo. A última partida do Botafogo lá foi realizada em 20/07/1986, vencendo o Goytacaz de Campos por 1 a 0.

As arquibancadas do estádio eram sobre armações tubulares.[1]

Na década de 1990, ao recuperar General Severiano e arrendar o Estádio Caio Martins, o time profissional do Botafogo deixou de utilizar o estádio de Marechal Hermes, que foi demolido e passou a ser a casa das divisões de base do clube. As equipes inferiores do Botafogo mandam algumas partidas no local.

Partida inaugural[editar | editar código-fonte]

22 de outubro de 1978
Botafogo 2 – 1 Portuguesa da Ilha Estádio Glorioso de Marechal Hermes, Rio de Janeiro
Público: 19.211 pagantes (renda: Cr$ 573.295,00)
Árbitro: Élson Pessoa
Auxiliares:

Gol marcado aos 46 minutos de jogo 46'
Mendonça Gol marcado aos 79 minutos de jogo 79'
Luisinho Gol marcado aos 84 minutos de jogo 84'
  • Botafogo: Zé Carlos, Perivaldo, Osmar, Renê e Ademir Vicente; Wecsley, Mendonça e Ademir Lobo; Gil (Cremílson), Luizinho Lemos (João Paulo) e Dé. Técnico: Danilo Alves.
  • Portuguesa: Chico, Sérgio Roberto, Márcio, Fernando e Dori; Édson, Carlinhos (Emílio) e Jair; Zair, Luisinho e Bruno. Técnico: José Storino.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre estádios de futebol do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.