Tiramina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Junho de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Trechos sem fontes poderão ser removidos.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing.
Tiramina
Alerta sobre risco à saúde
Tyramine.svg
Tyramine-3d-CPK.png
Nome IUPAC 4-(2-aminoethyl)phenol
Identificadores
Número CAS 51-67-2
PubChem 5610
MeSH Tyramine
SMILES
Propriedades
Fórmula molecular C8H11NO
Massa molar 137.179 g/mol[1]
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions Álcool 4-hidroxi-fenetílico (4-(2-hidroxietil)-fenol)
Compostos relacionados 4-Etil-Fenol
Fenetilamina (1-amino-2-fenil-etano)
Meta-tiramina (isômero)
Norfoledrina (4-(2-aminopropil)-fenol)
Dopamina (4-(2-aminoetil)-benzeno-1,2-diol)
N-metiltiramina
Octopamina (4-(2-amino-1-hidroxi-ethil)fenol)
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

A tiramina é uma monoamina derivada da Tirosina. Tiramina é encontrada em bebidas e alimentos fermentados, como queijo e vinho. Pessoas com enxaqueca têm problemas com tiramina. A monoaminooxidase (MAO) é responsável pela degradação da tiramina.

Ícone de esboço Este artigo sobre Bioquímica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências