Transdev

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo.
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Editor: considere colocar o mês e o ano da marcação. Isso pode ser feito automaticamente, substituindo esta predefinição por {{subst:rec}}

A Transdev SA é uma operadora de transportes públicos francesa caracterizada por desenvolver mobilidades, sendo uma das maiores no mundo. É um dos líderes mundiais no transporte colectivo de passageiros em autocarros e é reconhecida como líder mundial em serviços de metro/eléctrico.

A Transdev gere redes de transporte ferroviário e de transportes urbanos em nome dos governos e de autoridades de transportes locais em diversos países tais como: França, o Reino Unido, Portugal, Itália, Alemanha e Austrália. Esta opera em zonas urbanas das mais variadas dimensões, desde as grandes áreas metropolitanas como Londres, Melbourne, Roma e Paris, através dos centros regionais, como a francesa Grenoble, Montpellier, Orléans e Estrasburgo, para cidades mais pequenas de cerca de 10.000 habitantes.

A Transdev é uma das principais operadoras do transporte público em Portugal, com subsidiárias para os sectores ferroviário e rodoviário.(Transdev UK, 2007)

História[editar | editar código-fonte]

Veículo da Lancashire United estacionado em Accrington.

A Transdev surgiu em França, no ano de 1955. Crescendo progressivamente e com um crescimento coeso, assentando numa expansão consolidada, sob um conceito de inovação e, acima de tudo, tendo em conta a mais alta qualidade no serviço prestado.

Hoje em dia, a Transdev está cimentada em quatro continentes (Europa, África, América e Oceânia), gerindo na Europa cerca de 100 redes urbanas e 50 redes interurbanas em 7 diferentes países.

O seu âmago é composto por 18.000 autocarros, 92 veículos de metro, para cima de 1.000 veículos de metro ligeiro, 27 comboios, 50 ferries e 3.650 veículos de transporte a pedido. Emprega cerca de 41 mil colaboradores.

Valores[editar | editar código-fonte]

É dos principais objectivos da Transdev construir, juntamente com as autoridades locais e sociedades privadas, parcerias com base maioritariamente na qualidade. A Transdev é social e logisticamente responsável no sector dos transportes colectivos e líder mundial na exploração de metros ligeiros.(Transdev, 2007) A Transdev rege-se segundo uma série de valores importantes e rigorosos tais como:

Transdev em Portugal[editar | editar código-fonte]

A Transdev está sedimentada em Portugal desde 1997, tempos nos quais se encontrava integrada no consórcio Normetro. Em meados desse mesmo ano venceu o concurso público Internacional da rede de Metro do Porto e desde então, tem vindo a desenvolver a sua presença e a aumentar as suas actividades de forma bastante coesa e exemplar.(Transdev PT, 2008)

Cabina do Funicular dos Guindais, Porto

De seguida está esquematizado um guia na história da Transdev em Portugal desde a sua origem, em 1997:

  • 1997 - através do consórcio Normetro, a Transdev foi vencedora do concurso público para a construção e acompanhamento a todos os níveis do sistema de Metro no Porto.
  • 2002 - a Transdev engloba o grupo CAIMA (transporte rodoviário de passageiros), através de uma rede que explora maioritariamente Porto, Braga e Coimbra. É também inaugurada, a 7 de Dezembro, a primeira linha de Metro do Porto.
  • 2003 - tendo em conta do seu comportamento e notoriedade de acordo com os requisitos normativos, a Transdev, Sociedade Operadora da rede de Metro do Porto, recebe a certificação ISO 9001:2000 (Qualidade), após respectiva auditoria.
  • 2005 - a Transdev é novamente reconhecida, desta feita em relação à Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho. A Sociedade Operadora do Metro do Porto é certificada pelas OHSAS 18001:1999 e Norma Portuguesa NP 4397:2001 (Segurança). Simultaneamente efectua a transição para o mais recente referencial ISO 14001:2004 (Ambiente). Abrem três novas linhas no Metro do Porto operadas pela Transdev. A partir desta altura, através de um concurso, o Funicular dos Guindais tem a sua operação atribuída à Transdev.
  • 2006 - em Maio, é inaugurada a quinta linha da rede do Metro do Porto, alcançando o Aeroporto Francisco Sá Carneiro. A Transdev gere agora, no Porto, cinco linhas e 60 quilómetros de rede.
    É inaugurada uma nova oficina para a área rodoviária, na zona norte.
    Princípio da criação de um serviço de transporte público inter-urbano, denominado Projecto Arganil – É criada a primeira contratualização deste serviço.
  • 2007 - actualização dos meios e acompanhamento de processos através da modernização das Centrais de Camionagem de Coimbra e do Porto, tal como das redes de transporte de diversos concelhos das zonas Norte e Centro, em parceria com as Autarquias, IMTT e outros operadores, promovendo assim, soluções de mobilidade inovadoras.

Redes existentes ou em construção[editar | editar código-fonte]

A Transdev compreende um total de 80 redes urbanas activas de transportes públicos e 42 redes de inter-urbanos rodoviários. Opera sistemas de trânsito de 16 cidades com populações superiores a 100.000, incluindo oito áreas metropolitanas com população superior a 300.000. Globalmente, o grupo Transdev opera uma frota total de mais de 750 metros, 20 veículos ferroviários, 10 veículos ferroviários ligeiros, mais de 7.200 autocarros e camionetas de passageiros e 21 barcos de passageiros. Globalmente, a companhia tem cerca de 21.600 empregados.(Remondes, 2006)

Em França, a Transdev fornece 20% dos serviços de transporte público urbano para fora de Paris, 11% para dentro de Paris, 20% para o transporte privado e 6% para o transporte inter-cidades fora de Paris.

Fora de França, a Transdev está envolvida em diversas redes de transportes tais como:

Referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Logística é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.