Adalberto Campos Fernandes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Adalberto Campos Fernandes
Retrato oficial de Adalberto Campos Fernandes
Ministro da Saúde de Portugal
Período XXI Governo Constitucional
Antecessor Fernando Leal da Costa
Sucessor Marta Temido
Dados pessoais
Nascimento 25 de setembro de 1958 (62 anos)
Lisboa
Partido Partido Socialista

Adalberto Campos Fernandes (Lisboa, 25 de setembro de 1958) é um político português, Médico, Especialista em Saúde Pública e foi Ministro da Saúde de Portugal.[1][2][3][4][5]

Biografia[editar | editar código-fonte]

  • Professor Associado convidado da Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova de Lisboa[6].
  • Ministro da Saúde do XXI Governo Constitucional (2015-2018)[7].
  • Professor Catedrático convidado da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa[8].
  • Especialista em Saúde Pública[9].
  • Doutorado em Administração da Saúde pela Universidade de Lisboa.
  • Mestre em Saúde Pública na especialidade de Administração dos Serviços de Saúde pela Universidade Nova de Lisboa.
  • Licenciatura em Medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.
  • Presidente da Assembleia Geral do Instituto de Saúde Baseada na Evidência[10].
  • Consultor estratégico na área da Saúde Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.
  • Foi Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Lisboa Norte, EPE, Hospital de Santa Maria e Hospital Pulido Valente[11].
  • Foi Presidente da Comissão Executiva dos SAMS Prestação Integrada de Cuidados de Saúde.
  • Exerceu as funções de Presidente do Conselho de Administração da HPP Parcerias Saúde, SA Hospital de Cascais[12].
  • Detentor das competências de Medicina Farmacêutica e Gestão em Saúde atribuídas pela Ordem dos Médicos[13].
  • Pós-graduação em Gestão pela Universidade Católica Portuguesa.
  • Diploma do Programa de Alta Direção de Instituições de Saúde (PADIS) da AESE, em Lisboa.
  • Integrou o Conselho de Curadores do Centro Académico de Medicina de Lisboa de que fazem parte a Faculdade de Medicina de Lisboa, o Instituto de Medicina Molecular e o Centro Hospitalar Lisboa Norte, EPE.
  • Foi Presidente do Conselho Fiscal do Instituto de Medicina Molecular.
  • Integrou o Grupo Técnico para a Reforma da Organização Interna dos Hospitais[14].
  • Foi coordenador do Programa de Cuidados de Saúde Hospitalares no âmbito do Plano Nacional de Saúde 2011-2016[15].
  • Integrou o grupo de trabalho Health Services and Public Health - The Gulbenkian Platform for a sustainable health system”[16].
  • Integrou a Direção do Colégio da Competência de Gestão dos Serviços de Saúde da Ordem dos Médicos.
  • Membro da Direção do INODES - Associação de Inovação e Desenvolvimento em Saúde.
  • Membro do Conselho Geral da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Hospitalar[17].
  • Membro da Comissão Política Nacional do Partido Socialista[18].
  • Membro do Conselho de Curadores da Fundação para o Serviço Nacional de Saúde[19].
  • Membro da Academia Nacional de Medicina de Portugal[20].
  • Integrou o Conselho Geral da Universidade de Évora.
  • É autor de dezenas de artigos e comunicações.
  • Integra diversas Associações Científicas Nacionais e Internacionais.

Publicações[editar | editar código-fonte]

Morais Nunes, A., Cunha Ferreira, D., & Campos Fernandes, A. (2019). Financial crisis in Portugal: effects in the health care sector. International Journal of Health Services, 49(2), 237-259.

Rafael, M. S., Portela, S., Sousa, P., & Fernandes, A. C. (2017). Utilization of the pediatric emergency department: the experience of a Portuguese center. Scientia Medica, 27(1), 24919.

Fernandes, A. C., & Nunes, A. M. (2016). Hospitals and the public-private combination in the Portuguese health system. Acta medica portuguesa, 29(3), 217-223.

Portela, M. D. C. C., & Fernandes, A. C. (2015). What Solutions for the Financing of Innovation?. Acta medica portuguesa, 28(4), 419-420.

Fernandes, A. C.; (2014) A combinação público-privado. In António Correia de Campos & Jorge Simões (coord.), 40 Anos de Abril na Saúde (pp 211-231). Lisboa: Almedina.

Portela, M.; Fernandes A (2014). Gender and healthcare accessibility in Europe. Journal of Hospital Administration, 2014, Vol. 3, No. 6.

Portela, M.; Fernandes A (2014). Does austerity drives healthcare accessibility? Revista de Gestão em Sistemas de Saúde, Vol. 3, N. 2.

Fernandes, A. C et al; (2013). Combinação Público-Privado em Saúde - Problemas, Desafios e Oportunidades. Lisboa: Diário de Bordo.

Fernandes, A. C. (2013). A crise e as escolhas políticas em saúde. Troika ano II: uma avaliação de, 66, 17-24.

Fernandes, A. C. et al. (2013). Racionamento vs Racionalização em Saúde. Lisboa: Diário de Bordo.

Fernandes, A. C et al. (2012). Reflexões e Contributos para a Reforma do Sistema de Saúde em Portugal. Lisboa: Diário de Bordo.

Fernandes, A. C. (2012). Serviço nacional de saúde em Portugal: as amenaças, a crise e os desafios. Almedina.

Fernandes, A. C. (2012). Hospitais: um novo modelo de gestão hospitalar. Revista XXI, Ter Opinião 2011-2012, 80-85.

Fernandes, A. C et al; (2011). Inovação e Sustentabilidade em Saúde - Equação Impossível? Lisboa: Diário de Bordo.

Fernandes, A. C et al; (2011). O Medicamento e o Sistema de Saúde. Lisboa: Diário de Bordo.

Fernandes, A. C et al; (2011). Liberdade de Escolha em Saúde - Utopia ou Realidade? Lisboa: Diário de Bordo.

Fernandes, A. C et al; (2011). Recursos Humanos em Saúde - A importância de valorizar o fator Humano. Lisboa: Diário de Bordo.

Fernandes, J. V., Barros, P. P., & Fernandes, A. C. (2011). Três olhares sobre o futuro da saúde em Portugal. Principia.

Fernandes, A. C. (2011). Saúde, economia e desenvolvimento humano. Lisboa. Revista Brotéria.

Fernandes, A. C et al; (2011). Avaliação de Tecnologias em Saúde - A importância de escolher, decidir e gerir com base na evidência. Lisboa: Diário de Bordo.

Fernandes, A. C et al; (2011). A Qualidade em Saúde face aos novos desafios do sistema de saúde. Lisboa: Diário de Bordo.






Referências

  1. Decreto do Presidente da República n.º 129-C/2015 de 26 de novembro
  2. «Adalberto Campos Fernandes». www.portugal.gov.pt. Consultado em 30 de novembro de 2015 
  3. «Adalberto Campos Fernandes—Escola Nacional de Saúde Pública / UNL». www.ensp.unl.pt. Consultado em 30 de novembro de 2015. Arquivado do original em 8 de dezembro de 2015 
  4. «Adalberto Campos Fernandes, um médico e gestor como ministro da Saúde». PÚBLICO. Consultado em 30 de novembro de 2015 
  5. «Ministro da Saúde: Adalberto Campos Fernandes, o médico que contestou o "caminho mais fácil"». Jornal Expresso. Consultado em 30 de novembro de 2015 
  6. «Escola Nacional de Saúde Pública — Corpo Docente». www.ensp.unl.pt. Consultado em 1 de novembro de 2019 
  7. «Decreto do Presidente da República 129-C/2015, 2015-11-26». Diário da República Eletrónico. Consultado em 1 de novembro de 2019 
  8. «Docentes». Consultado em 1 de novembro de 2019 
  9. «Médicos Registados na Ordem dos Médicos – Ordem dos Médicos». Consultado em 1 de novembro de 2019 
  10. «Lançamento do Instituto de Saúde Baseada na Evidência (ISBE)». Consultado em 1 de novembro de 2019 
  11. Lusa. «Hospital de Santa Maria já tem novo conselho de administração». PÚBLICO. Consultado em 1 de novembro de 2019 
  12. Borja-Santos, Romana. «Adalberto Campos Fernandes é o novo presidente do Hospital de Cascais». PÚBLICO. Consultado em 1 de novembro de 2019 
  13. «Médicos Registados na Ordem dos Médicos – Ordem dos Médicos». Consultado em 1 de novembro de 2019 
  14. «GT Reforma Hospitalar» (PDF) 
  15. «Análise Especializada: Cuidados de Saúde Hospitalares | Plano Nacional de Saúde». pns.dgs.pt. Consultado em 1 de novembro de 2019 
  16. «The Future for Health» (PDF). Fundação Calouste Gulbenkian 
  17. «APDH - Órgãos Sociais». www.apdh.pt. Consultado em 1 de novembro de 2019 
  18. «Comissão Política Nacional – Partido Socialista». Consultado em 1 de novembro de 2019 
  19. «ORGÃOS SOCIAIS – FSNS». Consultado em 1 de novembro de 2019 
  20. «Academia Nacional de Medicina de Portugal». www.academianacionalmedicina.pt. Consultado em 1 de novembro de 2019 

Precedido por
Fernando Leal da Costa
Ministro da Saúde
XXI Governo Constitucional
2015 – 2018
Sucedido por
Marta Temido