Marta Temido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Marta Temido
Ministro(a) de Saúde de Portugal
Período 15 de outubro de 2018 até à atualidade

XXI Governo Constitucional
XXII Governo Constitucional

Antecessor Adalberto Campos Fernandes
Dados pessoais
Nascimento 2 de março de 1974 (47 anos)
Coimbra
Partido Independente

Marta Alexandra Fartura Braga Temido de Almeida Simões (Coimbra, 2 de março de 1974) é uma administradora portuguesa, especialista em administração hospitalar. É Doutorada em Saúde Internacional, pelo Instituto de Medicina Tropical da Universidade de Lisboa, além de deter um Mestrado em Gestão e Economia da Saúde, atribuído pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra e uma licenciatura em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.[1]

Foi nomeada ministra da Saúde de Portugal, assumindo o cargo a 15 de outubro de 2018.[2]

Teve especial importância na crise sanitária da COVID-19 em Portugal, tendo sido um dos principais rostos no combate à pandemia.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Marta Alexandra Fartura Braga Temido de Almeida Simões nasceu em Coimbra em 1974.

É Doutorada em Saúde Internacional, pelo Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa, detendo um Mestrado em Gestão e Economia da Saúde, pela Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, e Licenciatura em Direito, pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra.

Especializada em Administração Hospitalar pela Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova de Lisboa, exercia os cargos de sub-diretora do Instituto de Higiene e Medicina Tropical da UNL e de Presidente não executiva do conselho de administração do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa antes de assumir funções no XXI Governo. Entre 2016 e 2017, foi presidente do conselho diretivo da Administração Central do Sistema de Saúde.

Exerceu responsabilidades de administração e gestão em diversos hospitais do Serviço Nacional de Saúde, assim como em outras entidades do setor, nomeadamente na Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares, cuja direção presidiu entre 2013 e 2015.

Integrou, ainda, os conselhos consultivos do Grupo de Ativistas pelo Tratamento (GAT) e do Instituto de Higiene e Medicina Tropical, tendo desempenhado atividade de docência em várias instituições na área da saúde. É autora e co-autora de publicações científicas no âmbito da saúde.[3]

Referências

  1. «Governo de Portugal» 
  2. Group, Global Media (14 de outubro de 2018). «Afinal não somos todos Adalberto. Quem é a nova ministra da saúde». TSF Rádio Notícias 
  3. «Governo de Portugal». www.portugal.gov.pt. Consultado em 18 de janeiro de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Adalberto Campos Fernandes
Ministra da Saúde
XXI e XXII Governo Constitucional
2018 –
Sucedido por
Incumbente
Ícone de esboço Este artigo sobre um político português é um esboço relacionado ao Projeto Biografias de Políticos. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.