Celesta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Celesta

A celesta é um instrumento musical (concretamente, um idiofone de percussão) com um teclado, com lâminas de metal (habitualmente aço, percutidas por martelos, à semelhança do piano) suspensas sobre um corpo de madeira que faz ressonância, e com pedais para prolongar ou atenuar o som.

Construída em 1886 pelo francês Auguste Mustel, a celesta fez a sua estréia no mundo musical com o ballet O Quebra-Nozes, de 1892, composto por Piotr Ilitch Tchaikovski, que contrabandeou uma secretamente da França.

A celesta (como o glockenspiel) é classificada como um metalofone.

Fabricantes atuais[editar | editar código-fonte]

Atualmente, a Yamaha produz dois modelos de celesta: um com 53 teclas e pedal sustain; o outro com 56 teclas mais pedais (doce e sustain). Schiedmeyer, empresa alemã, constrói seus instrumentos muito mais próximos aos da patente de Mustel, e alega ser "A única construtora de celestas do mundo", uma vez que a concorrente japonesa usa duplo escape do piano.

Obras com participação de celesta[editar | editar código-fonte]