Colorina (telenovela)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Colorina
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Criador(es) Arturo Moya Grau
País de origem  México
Idioma original espanhol
Produção
Diretor(es) Dimitrios Sarrás
Produtor(es) Valentín Pimstein
Elenco ver
Tema de abertura "Colorina", por Camilo Sesto
Exibição
Emissora original México El Canal de las Estrellas
Transmissão original 3 de março de 1980 - 13 de fevereiro de 1981
Episódios 250 (30 min)
125 (1 hora)
Cronologia
Los ricos también lloran
El hogar que yo robé
Programas relacionados Salomé

Colorina é uma telenovela mexicana produzida por Valentín Pimstein para a Televisa e exibida pelo Canal de las Estrellas entre 3 de março de 1980 e 13 de fevereiro de 1981, substituindo Los ricos también lloran e sendo substituída por El hogar que yo robé. É uma história original de Arturo Moya Grau, com adaptação de Antonio Monsell.

Foi protagonizada por Lucía Méndez e Enrique Álvarez Félix , antagonizada por José Alonso e María Teresa Rivas com atuações estelares de Liliana Abud, Salvador Pineda, Maria Sorté e dos primeiros atores María Rubio e Armando Calvo.

Trama[editar | editar código-fonte]

Colorina é uma mulher bela,que trabalha como prostituta em um Cabaré,com sua amiga Rita. Anos antes , Colorina vendeu seu filho e o abandonou. depois de algum tempo, Colorina se apaixona por um milionário mas só que em outra pessoa ela vira uma mulher diferente, Ela é Fernanda uma mulher digna e honesta que tem três filhos: José Miguel , Armando e Danilo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]