Quiéreme siempre

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Quiéreme siempre
Informação geral
Formato Telenovela
Gênero Drama
Criador(es) Marissa Garrido
País de origem  México
Idioma original Espanhol
Produção
Produtor(es) Ernesto Alonso
Elenco ver
Tema de abertura "Quiéreme siempre" por Fernando Ribas
Exibição
Emissora de televisão original México El Canal de las Estrellas
Transmissão original 1981
Cronologia
Al rojo vivo
El amor nunca muere

Quiéreme siempre é uma telenovela mexicana produzida por Ernesto Alonso para a Televisa e exibida pelo El Canal de las Estrellas em 1981[1].

Foi protagonizada por Jacqueline Andere e Juan Luis Galiardo e antagonizada por Úrsula Prats, Nubia Martí, Víctor Junco e Liza Willert.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Em uma cidade, Ana María e sua prima Isabel conhecem dois jovens da capital, Guillermo e Alberto. Embora ambos se apaixonem por Ana María, ela prefere Alberto, com quem ela se casa. O pai de Alberto desfaz o casamento sem saber que Ana María está grávida. Alberto se casa com Giuliana, a mulher que seu pai escolheu. Ana María sofre de uma doença cardíaca e, quando a filha dela nasce, dizem que ela pode morrer. Desesperada, ela dá a sua filha a Isabel pedindo que ela a leve com Alberto. Acreditando Ana María morta, Alberto pede a sua esposa que adote o bebê. Giuliana cuida da garota que eles chamam de Julia e decide criá-la com sua própria filha, Evelina, fazendo as pessoas acreditarem que são gêmeas. Ana María, já recuperada, tenta recuperar sua filha, mas Alberto e sua família partiram para a Europa. Ana María tem a sorte de conhecer Claudio, um famoso pianista que a quer como estudante e como esposa. Já se casaram, atravessam a Europa, mas depois de quinze anos de busca mal sucedida, eles retornam ao México. Lá você encontrará Alberto e Ana María terá que adivinhar qual dos gêmeos é sua filha.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Quiéreme siempre, archivos de telenovelas». Consultado em 3 de novembro de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]