A Justiça de Deus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A Justiça de Deus
Informação geral
Formato Telenovela
Criador(es) Marissa Garrido
Crayton Sarzy
Amilton Monteiro
País de origem  Brasil
Idioma original (em português)
Produção
Diretor(es) David Grimberg
Renato Petrauskas
Elenco Ana Rosa
Fausto Rocha
Thaís de Andrade
Paulo Castelli
Tema de abertura "A Justiça de Deus" - Sônia Maya
Exibição
Emissora de televisão original Brasil SBT
Transmissão original 19 de maio de 1983 - 30 de julho de 1983
N.º de episódios 65
Cronologia
Acorrentada

A Justiça de Deus é uma telenovela brasileira exibida pelo SBT de 19 de maio a 30 de julho de 1983, às 20h50[1].

Baseada no original de Marissa Garrido, foi escrita por Crayton Sarzy e Amilton Monteiro e dirigida por Antonino Seabra. Teve 65 capítulos.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Alice, uma atriz de televisão que desistiu da carreira para se casar, e Adriana, jovem de origem humilde, casada com o médico Jorge, dão à luz a seus filhos no mesmo dia e no mesmo hospital. Enquanto Alice fica viúva dias antes de seu parto, o casamento de Adriana passa por uma crise, para ela o nascimento do seu filho seria a única salvação da sua união. As duas vão para o hospital da cidade para o nascimento de seus filhos. O bebê de Adriana nasce doente e com uma deficiência grave nas pernas, a criança de Alice nasce perfeita e saudável.

Vendo a possibilidade do fim do casamento de sua filha, Beatriz, mãe de Adriana, ao saber que seu neto não sobreviverá, propõe à ambiciosa Ester, esposa do primo de Alice, a troca dos bebês. Nesta noite, uma fatalidade ocorre, um incêndio no hospital, que mata o médico responsável pelo parto das duas, e o único ciente do problema do filho de Adriana, além de Ester e Beatriz. Em meio aos apuros do acidente, Ester e Beatriz trocam as crianças. Entretanto, por uma ironia do destino, o bebê de Adriana, já com Alice, vem a sobreviver.

Anos depois, os mesmos personagens se encontram no mesmo lugar, quando Alice vai trabalhar como empregada na casa de Adriana. Os filhos se aproximam, com grandes diferenças entre eles. Enquanto Paulo torna-se padre, Rogério vira um marginal.

Produção e exibição[editar | editar código-fonte]

A Justiça De Deus trata-se de mais uma adaptação de um roteiro mexicano. A novela produzida pelo SBT teve um bom elenco.

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Foi a terceira novela de Ana Rosa no SBT. A atriz atuou anteriormente em Destino, a primeira novela produzida pela emissora, e Conflito
  • Os saudosos atores Thaís de Andrade e Fausto Rocha, formaram par romântico pela segunda vez nas novelas.

Reprise[editar | editar código-fonte]

A novela foi reprisada em 1984, 1987 e 1991, com nova abertura, no horário da tarde.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Personagem
Ana Rosa Alice
Thaís de Andrade Adriana
Fausto Rocha Dr. Jorge
Annamaria Dias Ester
Maria Luiza Castelli Beatriz
Paulo Castelli Padre Paulo
Roberto Scudero Rogério
Suzy Camacho Marta
Myriam Mehler Guiomar
Arnaldo Weiss Felipe
Josmar Martins Jaime
Amaury Alvarez Dr. Raul Correia Couto
Zélia Toledo Laís
Sionara Nagi

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A novela não teve trilha sonora lançada comercialmente. Os temas musicais faziam parte do LP ''Parada Popular'' da RGE.

  1. A Justiça De Deus - Sônia Maya (tema de abertura)
  2. Pouco A Pouco - Gilliard
  3. A Taste Of The Sixties - Paul Mauriat

Referências

  1. «A Justiça de Deus». Teledramaturgia. 10 de maio de 2015. Consultado em 8 de maio de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]