Ilópolis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ilópolis
  Município do Brasil  
Museu do Pão
Museu do Pão
Símbolos
Bandeira de Ilópolis
Bandeira
Brasão de armas de Ilópolis
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "A cidade da erva-mate"
Gentílico ilopolitano
Localização
Localização de Ilópolis no Rio Grande do Sul
Localização de Ilópolis no Rio Grande do Sul
Ilópolis está localizado em: Brasil
Ilópolis
Localização de Ilópolis no Brasil
Mapa de Ilópolis
Coordenadas 28° 55' 37" S 52° 07' 26" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Municípios limítrofes Anta Gorda, Arvorezinha, Encantado
Distância até a capital 189 km
História
Fundação 26 de dezembro de 1963 (56 anos)
Administração
Prefeito(a) Edmar Pedro Rovadoschi (PMDB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 116,481 km²
População total (est. IBGE/2016[2]) 4 205 hab.
Densidade 36,1 hab./km²
Clima subtropical
Altitude 786 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000[3]) 0,792 alto
PIB R$ 50 443,329 mil
PIB per capita (2008) R$ 11 655,11
Website http://www.ilopolis-rs.com.br (Prefeitura)

Ilópolis é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul. Seu nome deriva de Ilex paraguariensis (nome científico da erva-mate), e de polis (cidade, em língua grega), ou seja, Cidade da erva-mate.

História[editar | editar código-fonte]

No início do século XX surgiu a colônia de Itapuca, fundada pelo governo do estado. Em 1905 iniciou-se a colonização do atual município de Ilópolis, com a chegada de imigrantes.

Em 1915 foi criado o município de Encantado, e suas terras estavam incluídas nos Distritos de Itapuca e Anta Gorda. Em 1928 foi construída a estrada que ligou Encantado a Soledade. O fato foi tão marcante que, em 1931, o povoado de Ilópolis já tinha superado o de Itapuca, que não se localizava à beira da estrada. Sete anos depois, pelo Ato Municipal número 3 de 10 de janeiro de 1938, Ilópolis passou a sede de distrito, ficando Itapuca apenas como povoado.

Mais tarde foi recriado o Distrito de Itapuca, diminuindo a área de Ilópolis, sem no entanto prejudicar sua situação de progresso. Após uma consulta plebiscitária favorável, o distrito foi emancipado pela Lei 4687, de 26 de dezembro de 1963.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 28º55'36" sul e a uma longitude 52º07'27" oeste, estando a uma altitude de 786 metros. Sua população estimada em 2006 era de 4.547 habitantes.

Economia[editar | editar código-fonte]

Sua economia se baseia no cultivo, extração e industrialização da erva-mate.

Turismo[editar | editar código-fonte]

O principal evento econômico e turístico do município é o Turismate, que acontece de dois em dois anos.

Cultura[editar | editar código-fonte]

No centro da cidade encontra-se o moinho colonial Colognese, que foi restaurado. Ao seu lado, uma intervenção contemporânea dos arquitetos Marcelo Ferraz e Francisco Fannuci, abrigando o Museu do Pão e a Oficina de Panificação. O projeto foi premiado em salões internacionais[carece de fontes?].

Referências

  1. IBGE; IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Estimativas populacionais para os municípios e para as Unidades da Federação brasileiros em 01.07.2016» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 24 de junho de 2017 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]