Teutônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Teutônia
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Teutônia
Bandeira
Brasão de armas de Teutônia
Brasão de armas
Hino
Lema Cidade que canta e encanta
Gentílico teutoniense
Localização
Localização de Teutônia no Rio Grande do Sul
Localização de Teutônia no Rio Grande do Sul
Mapa de Teutônia
Coordenadas 29° 26' 52" S 51° 48' 21" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Municípios limítrofes Boa Vista do Sul, Colinas, Estrela, Imigrante, Brochier, Paverama, Poço das Antas, Westfália e Fazenda Vilanova
Distância até a capital 100 km
História
Fundação Colônia Teutônia 1858 (163 anos)
Aniversário Emancipação 24/05/1981 (40 anos)
Administração
Prefeito(a) Celso Aloísio Forneck (PDT, 2021 – 2024)
Características geográficas
Área total [1] 179,170 km²
População total (Censo IBGE/2010[2]) 27 265 hab.
Densidade 152,2 hab./km²
Clima subtropical
Altitude 83 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [3]) 0,816 muito alto
PIB (IBGE/2017[4]) R$ 942 857 947,36 mil
PIB per capita (IBGE/2017[4]) R$ 34 572,38

Teutônia é um município brasileiro localizado na região central do estado do Rio Grande do Sul.

História[editar | editar código-fonte]

Primeiramente a denominação Teutônia surgiu em 1858 como Colônia, quando o comerciante Carlos Schilling adquiriu terras devolutas na região. Buscando aumentar as chances de sucesso da colônia foi fundada a Empresa Colonizadora Carlos Schilling, Lothar de la Rue, Jacó Rech, Guilherme Kopp & Companhia, todos membros do alto comércio de Porto Alegre. O nome Teutônia tem sua origem provavelmente no prefixo “Teuto-”, que significa de origem germânica. Este nome surge como um nome tribal de Teutões, eles, juntamente com os Cimbrianos (existem algumas comunas cimbrias no norte da Itália na região de Belluno e Trento), foram aniquilados pelos Romanos.

Em 1861 foi iniciada a medição e divididos os 600 prazos coloniais, com superfície variável de 30.000 a 200.000 braças quadradas. Despesas de transmissão, escrituras, conflitos de divisas e disputas por fontes de água causaram o atraso nas vendas e vinda de colonos. Os primeiros habitantes chegaram em maior número a partir de 1865, sendo imigrantes alemães oriundos da antiga colônia de São Leopoldo. Em 1868, mais imigrantes vieram da Alemanha, principalmente das regiões de Vestfália, Pomerânia, Saxônia, Boêmia e Silésia. Os alemães adquiriam as terras e se dedicavam à agricultura. Posteriormente, pequenas indústrias foram criadas pelos imigrantes, principalmente calçadistas.

O arroio Boa Vista foi aproveitado já a partir do ano de 1869 com a instalação de uma roda d'água que moveu o primeiro moinho de milho. O proprietário e imigrante alemão Johan Rudolf Schonhorst após instalou uma serraria e uma carpintaria sendo este germânico o pioneiro na construção de salas de aula em estilo enxaimel. No ano de 1932, Henrique Sommer construiu no mesmo local uma barragem e instalou uma turbina e um gerador produzindo então energia elétrica para as localidades de Boa Vista, Languiru, Boa Vista Fundos, Linha Capivara e Linha Frank. Em 1939 o empreendimento foi adquirido por Afonso Wallauer e Emílio Rex.

Teutônia municipalizou-se em 1981, antes fazia parte do município de Estrela. Teutônia adotou o dia 24 de maio como dia do município porque foi nesta data que ocorreu o plebiscito que deu a vitória do "sim" a favor da emancipação. A instalação da nova cidade aconteceu no dia 31 de janeiro de 1983, cuja primeiríssima sessão da Câmara de Vereadores presidida pelo vereador e professor Selby Wallauer, recebeu o juramento do Prefeito Elton Klepker e do vice Silvério Luersen.

A Miss Brasil 2012, Gabriela Markus, que é de Teutônia, representou o Rio Grande do Sul no concurso Miss Brasil 2012, dia 29 de setembro de 2012 e de lá saiu vitoriosa.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O município possui uma circunscrição territorial de 179,17 km². Está localizado na região do Vale do Taquari, mais precisamente na encosta inferior do nordeste. Suas coordenadas geográficas são: 51°47’57” W de longitude; 29°26’36” S de latitude. A altitude média é de 83 metros (ponto mais baixo: 37,5 metros; ponto mais alto: 600 metros).

Teutônia faz divisa, ao norte, com os municípios de Imigrante e Westfália; a oeste com Estrela e Colinas; ao sul com Fazenda Vilanova e Paverama; e a leste com Poço das Antas, Boa Vista do Sul e Brochier. O território do município é banhado pelo Arroio Boa Vista, que deságua no Rio Taquari.

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), desde 1998 a menor temperatura registrada em Teutônia foi de −3,8 °C em 14 de julho de 2000 e a maior atingiu 40,2 °C em 7 de fevereiro de 2014 e 14 de março de 2020.[5][6][7] O maior acumulado de precipitação em 24 horas atingiu 135,8 milímetros (mm) em 12 de outubro de 2000.[8] A maior rajada de vento alcançou 25 m/s (90 km/h) em 10 de novembro de 2013. O índice mais baixo de umidade relativa do ar foi de 13% nas tardes dos dias 28 de novembro de 2012, 11 de dezembro de 2019 e 12 de março de 2020.[6][7]

Dados climatológicos para Teutônia
Mês Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Ano
Temperatura máxima recorde (°C) 40 40,2 40,2 36,4 32,5 32 34,6 35,6 37,1 37,8 38,3 40,1 40,2
Temperatura máxima média (°C) 29 28,8 27,2 24 21 18,6 18,8 19,8 21,2 23,8 26,1 28,3 23,9
Temperatura mínima média (°C) 18,4 18,7 17,5 14,4 11,9 9,7 9,6 10,4 11,5 13,4 15,4 17,3 14
Temperatura mínima recorde (°C) 9,8 11,1 7,7 3,9 −1 −1,8 −3,8 −1 −1,2 4,2 5,6 9,1 −3,8
Precipitação (mm) 143,9 133,2 126,8 102,9 135,5 109,7 152,9 138,2 182,5 197 145,8 125,2 1 693,6

Fontes: Jornal do Tempo (médias de temperatura)[9] e Instituto Nacional de Meteorologia (INMET) (médias de precipitação;
recordes de temperatura: 04/11/1998 a 30/11/2011 e 05/10/2012-presente)[5][6][7]

Idiomas regionais[editar | editar código-fonte]

Riograndenser Hunsrückisch (ou hunriqueano riograndense em língua nacional) é um dialeto ou língua minoritária sulbrasileira de origem germânica falada pelos teutonienses desde tempos pioneiros, mas também por milhares de pessoas espalhadas por vários outros municípios do estado e mesmo em regiões adjacentes, Oeste de Santa Catarina e Oeste do Paraná, e até mesmo em Misiones / Argentina.[10] [11]

Administração[editar | editar código-fonte]

Lista de Prefeitos de Teutônia


Turismo[editar | editar código-fonte]

Atualmente amantes e profissionais do esporte Skate Long Board tem visitado a "ladeira do Downhill" para prática do esporte. Além desses, no mês de maio, nas comemorações do aniversário de emancipação, ocorre o maior encontro de motociclismo do Vale do Taquari promovido pelo moto clube local com apoio municipal. Este evento atrai visitantes de diversas cidades do estado, de outros estados e de países vizinhos. Eventos de antigomobilismo ocorrem no Centro Administrativo, com arquitetura imitando o estilo "enxaimel", que vale uma visita. Quase todos os órgãos públicos do município estão instalados nesse centro administrativo, que também conta com um museu, relógio de flores, pequeno lago na forma geométrica das divisas territoriais do município, e réplicas de sapato de pau e forno a lenha.

Lagoa da Harmonia[editar | editar código-fonte]

A Lagoa da Harmonia é um lago artificial perene com espelho d’água de 62.200m² e perímetro de 1615m, localizado a 480 metros de altitude. Sua profundidade média beira os 2,5m, mas chegando a 3,5m próximo ao muro. Em função de espessa camada de lodo no fundo, não é recomendado para o banho. Um dos maiores cartões postais do município e região. Sua construção deu-se no ano de 1949, pela empresa Aschebrock & Cia (Reinholdo Aschebrock com 67% e Albino Schneider 33%), administrada por Reinholdo Aschebrock, com o objetivo de armazenar água para a geração de energia elétrica (PCH). No local haviam várias pequenas propriedades/proprietários que foram adquiridas pela empresa, para então viabilizar a construção do lago através de um muro de 8m de altura, originando então a barragem. A inauguração e início da geração de energia com potência de 75kVA foi em 24/01/1950. A energia era usada basicamente para abastecer as residências e empresas da vila Teutônia (atual bairro Teutônia). Em 19/02/1956, Reinholdo usaria esse patrimônio de sua empresa Aschebrock & Cia, para fundar uma cooperativa, e com isso se transformar em acionista da cooperativa de eletrificação, a CERTEL. A posse de quase todas as áreas que formavam a Lagoa passaram então para a recém fundada Cooperativa de Eletrificação Rural Teutônia Ltda (Certel), hoje a maior e mais antiga cooperativa do gênero no Brasil. A CERTEL vendeu essas áreas da lagoa para Ruben Wolf. Wolf investiu em infraestrutura, construindo uma casa de moradia, banheiros públicos, pousada, bar e o restaurante, além de uma calçada no seu entorno, e a transformou no que conhecemos atualmente, que continua como propriedade dos herdeiros de Ruben Wolf (in memoriam).

O nome deu-se um função do nome da localidade chamada Linha Harmonia, dividida informalmente entre Harmonia Alta (onde está a lagoa) e Harmonia Baixa (onde já existe uma área urbana). A estrada desde a Rota do Sol passando pela margem oeste da lagoa chama-se Estrada Geral da Linha Harmonia, e é asfaltada desde a Rota do Sol até a chegada na Lagoa.

Na alta temporada (verão) é possível fazer passeio de pedalinho ou alugar cavalos ou simplesmente percorrer os 1.615m na calçada do entorno da lagoa. É cobrado ingresso de R$ 10/pessoa para usufruir das churrasqueiras ou simplesmente tomar um chimarrão no gramado com jardinagem impecável à beira da lagoa. Eventos como encontro de Carros Antigos já reuniram aproximadamente 3.000 pessoas no local. Para usufruir do restaurante a dica é ligar antes para reserva e horários de funcionamento (www.lagoadaharmonia.com.br). No Morro das Antenas existe uma rampa para vôo livre (asa delta, parapente/paraglider) e também rochedos onde é possível praticar montanhismo e alpinismo. Existem várias trilhas para caminhadas e estradas de terra pelo interior para prática de várias modalidades de ciclismo, entre eles a 3ª Etapa do Campeonato Gaúcho de Ciclismo de Estrada em 27 e 28/05/2017.

Campeonato Mundial de Downhill[editar | editar código-fonte]

No interior de Teutônia, na localidade da Linha Harmonia, é realizada a etapa do campeonato Mundial de Speed Downhill, onde os atletas mais velozes do mundo competem em suas modalidades. São elas, por velocidade: Street Sled, Street Luge, Skate Longboard, patins Inline e Dirt Surf. A velocidade dos competidores chega aos 140 km/h. A etapa brasileira do campeonato ocorre sempre no mês de Novembro, conta com mais de 200 atletas do mundo inteiro e atrai mais de 3 mil pessoas da região. O trecho da Estrada Geral da Linha Harmonia é fechado para se tornar então a "Descida do Downhill" como é conhecida na região, por uma extensão de 1.750m, inicia (largada) na Igreja Missouri (305m amsl) e termina (chegada) (120m amsl) junto ao cemitério luterano da comunidade da Linha Harmonia baixa, ou seja, uma descida de 185m de altitude. Entre as frases dos competidores estão: "a ladeira mais rápido do mundo" e "única pista que inicia numa igreja e termina no cemitério" fazendo alusão ao perigo e desafio que é a descida. A Descida do Downhill fica no trajeto da Estrada Geral da Linha Harmonia e é percorrida por quem se desloca até a Lagoa da Harmonia.

Referências

  1. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  2. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  3. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  5. a b Instituto Nacional de Meteorologia (INMET). «BDMEP - série histórica - dados diários - temperatura máxima (°C), temperatura mínima (°C) - Teutônia». Consultado em 23 de julho de 2020 
  6. a b c INMET. «Estação: TEUTÔNIA (A882)». Consultado em 23 de julho de 2020 
  7. a b c INMET. «Gráficos». Consultado em 23 de julho de 2020 
  8. INMET. «BDMEP - série histórica - dados diários - precipitação (mm) - Teutônia». Consultado em 23 de julho de 2020 
  9. «CLIMATOLOGIA PARA Teutônia-RS». Consultado em 23 de julho de 2020 
  10. Ethnologue: Languages of the world: Riogrand Hunsrik: A language of Brazil. Acessado em 28 de julho de 2017.
  11. Deutsche Auslandsschularbeit International / ZfA. Deutsches Sprachdiplom der Kulturministerkonferenz: Colégio Teutônia: Die deutsche Sprache: Riograndenser Hunsrückisch. Acessado em 28 de julho de 2017.]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]