João Ferreira (político)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
João Ferreira
Deputado Europeu
Período 14 de julho de 2009
a atualidade
Vice-presidente Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde
Período 7 de fevereiro de 2012 a 30 de junho de 2014
Vereador da Câmara Municipal de Lisboa
Período 2013
a atualidade
Dados pessoais
Nome completo João Manuel Peixoto Ferreira
Nascimento 20 de Novembro de 1978
Lisboa
Nacionalidade Portugal Portugal
Partido Partido Comunista Português
Ocupação Político

João Manuel Peixoto Ferreira (Lisboa, 20 de novembro de 1978) é um biólogo e político português, que no presente desempenha as funções de deputado no Parlamento Europeu pelo Partido Comunista Português; parte do Grupo Confederal da Esquerda Unitária Europeia/Esquerda Nórdica Verde desde 2009, de onde foi vice-presidente entre 7 de fevereiro de 2012 e 30 de junho de 2014[1]. É Vereador da Câmara Municipal de Lisboa[2].

É o candidato do PCP às eleições presidenciais portuguesas de 2021.[3]

João Ferreira (2019)

Vencedor do prémio de “Embaixador do Desenvolvimento” em 2013, pelo Instituto Marquês de Valle Flôr, pelo seu papel na “promoção de políticas europeias mais justas e coerentes”[4].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Aluno da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa entre 1996 e 2000, foi membro da sua Associação de Estudantes, do seu Conselho Directivo, da sua Assembleia de Representantes e do seu Conselho Pedagógico. Foi membro do Senado e da Assembleia da Universidade de Lisboa[5].

Bolseiro de investigação científica no Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade Nova de Lisboa, entre 2000 e 2001. Bolseiro do Museu, Laboratório e Jardim Botânico da Universidade de Lisboa entre 2002 e 2003. Entre 2003 e 2007, foi membro associado do Centro de Ecologia e Biologia Vegetal da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e bolseiro de Doutoramento. Foi fundador e primeiro presidente da Associação de Bolseiros de Investigação Científica (ABIC)[6]. Foi delegado de Portugal na EURODOC – Federação Europeia de Associações de Investigadores e Estudantes de Pós-Graduação[7].

Em 2007 começa a trabalhar como consultor na área dos estudos e projetos em ambiente, ordenamento e gestão do território. Em 2009 trabalha como Técnico Superior da Associação Intermunicipal de Água da Região de Setúbal (AIA)[8].

Atividade política[editar | editar código-fonte]

Foi Membro da Assembleia de Freguesia da Ameixoeira entre 1997 e 2005[9].

Deputado Europeu[editar | editar código-fonte]

Eleito no Parlamento Europeu desde 2009, João Ferreira integra a Comissão de Pescas, a Comissão dos Orçamentos e a Comissão de Ambiente, Saúde Pública e Segurança Alimentar. É igualmente membro da Assembleia Parlamentar Paritária África, Caraíbas e Pacífico-UE[10] e da Delegação para as Relações com os Países da Comunidade Andina[11].

Actividade partidária[editar | editar código-fonte]

É membro do Comité Central do Partido Comunista Português[12]. Tendo sido membro da Direcção da Organização Regional de Lisboa e do seu Sector Intelectual. Foi membro da Juventude Comunista Portuguesa, tendo feito parte da sua Direcção Regional de Lisboa e da sua Direcção Central do Ensino Superior[13].

Eleições Presidenciais de 2021[editar | editar código-fonte]

A mandatária nacional da candidatura de João Ferreira à presidência da república é Heloísa Apolónia dirigente do Partido Ecologista Os Verdes[14].

Apoios nas presidenciais[editar | editar código-fonte]

Algumas figuras públicas e personalidades destacadas que apoiam a candidatura de João Ferreira à Presidência da República são[15]:

  • Acácio Carvalho (artista plástico)
  • Álvaro Siza Vieira (arquitecto)
  • Ana Biscaia (ilustradora)
  • Ana Margarida De Carvalho (escritora)
  • Ana Maria Lucas (actriz)
  • António Borges Coelho (historiador)
  • António Durães (Actor e encenador)
  • António Fernando (pintor)
  • António José Correia (ex-Presidente da Câmara Municipal de Peniche)
  • António Marques Revez (Actor)
  • António Pascoal (subchefe de 1ª no Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa)
  • Armando Aldegalega (atleta)
  • Ascenso Simões (deputado do Partido Socialista)[16]
  • Baptista Alves (coronel)
  • Bernardo Colaço (juiz conselheiro jubilado)
  • Clara Abrantes (enfermeira e dirigente sindical do SEP)
  • Carlos Feio (Actor)
  • Carlos Salomé (Músico)
  • Catarina Beato (jornalista)
  • Celina da Piedade (música e investigadora)
  • Cíntia Gil (programadora de cinema e ex-diretora do Doclisboa)
  • Conceição Lopes (investigadora e professora universitária)
  • Doroteia Peixoto (atleta olímpica)
  • Elisabete Figueiredo (investigadora, socióloga e professora universitária)
  • Emerenciano Rodrigues (artista plástico)
  • Fátima Rolo Duarte (designer)
  • Fernando Campos (Artista plástico)
  • Fernando Ribeiro (Vocalista dos Moonspell)
  • Fernando Ruas (Presidente do Agrupamento de Escolas de Aljustrel)
  • Francisco Allen Gomes (sexólogo)
  • Filipa Malva (Cenógrafa)
  • Francisco Duarte Mangas (jornalista e escritor)
  • Gabriel Gomes (Músico)
  • Gonçalo Waddington (Actor e realizador)
  • Guilhermino Monteiro (maestro)
  • Henrique Fialho (escritor)
  • Isabel Moreira (deputada do Partido Socialista)[17]
  • Igor Gandra (director do Festival Internacional de Marionetes do Porto - FIMP)
  • Janita Salomé (músico)
  • João Bilstein Sequeira (coronel de cavalaria, reformado)
  • João Castel-Branco Goulão (Coordenador Nacional para os Problemas da Droga)
  • João Malheiro (Jornalista)
  • João Monge (autor)
  • João San Payo (Músico dos Peste & Sida)
  • Joana Villaverde (artista Plástica)
  • Jorge Aires (major general)
  • Jorge Bateira (Economista)
  • Jorge Benvinda (músico dos Virgem Suta)
  • Jorge Rivotti (Músico)
  • Jorge Serafim (contador de estórias)
  • José António Gomes (escritor)
  • José Pedro Soares (Ex-preso político e dirigente da URAP)
  • José Barata Moura (professor universitário jubilado)
  • José Manuel Jara (médico)
  • José Manuel Mendes (escritor)
  • José Viale Moutinho (escritor)
  • Luísa Amaro (música)
  • Luís Osório (escritor e jornalista)
  • Luíz Nazaré Gomes (Editor)
  • Luís Varatojo (músico dos Peste & Sida)
  • Maria João Luís (actriz)
  • Manuel Carvalho (comandante reformado e militar de Abril)
  • Marta Mateus (realizadora de cinema)
  • Miguel Valverde (Programador de cinema e director do IndieLisboa)
  • Patrícia Guimarães (Animadora de 2D e autora de banda desenhada)
  • Paula Cristina Marques (vereadora da Câmara Municipal de Lisboa)
  • Pedro Fernandes Duarte (Produtor de cinema)
  • Pedro Vieira (escritor)
  • Raquel Bulha (locutora de rádio)
  • Raquel Schefer (investigadora)
  • Régis Barbosa (Arqueólogo e dirigente do STARQ)
  • Rita Lello (actriz)
  • Ruben Luz Lameira (Músico)
  • Salomé Lopes (Designer de mobiliário)
  • Santiago Macias (arqueólogo)
  • Sebastião Antunes (músico da banda Quadrilha)
  • Soares Novais (Jornalista e escritor)
  • Thierry Aubry (coordenador científico do Museu e do Parque Arqueológico do Côa)
  • Tiago Batista (Director do ANIM da Cinemateca Portuguesa)
  • Toy (cantor)
  • Virgílio Anágua (Presidente Bombeiros Voluntários da Castanheira do Ribatejo)
  • Vitor Pinto Basto (jornalista e escritor)

Publicações[editar | editar código-fonte]

Autor do livro "A União Europeia não é a Europa”[18].

Diretor da Revista "Portugal e a UE" entre 2009 e 2012.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]