Kratos (God of War)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde fevereiro de 2014)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.
Kratos
Kratos em God of War II
Série de jogos God of War
Primeiro jogo God of War
Temporadas God of War
God of War: Chains of Olympus
God of War II
God of War: Ghost of Sparta
God of War III
God of War Ascension
God of War lV
Designer Stig Asmussen
Dublador em inglês Terrence C. Carson
Informações pessoais
Sexo Masculino
Alinhamento Zeus(pai),Callisto(mãe),Deimos (irmão),

Hércules(Meio-Irmão),Calliope(filha),Lysandra(esposa), Orkos,Ares(Meio-Irmão), Esposa sem Nome, Filho sem nome

Raça Humano
Espécie Semi-Deus
Terra natal Esparta
Afiliação Esparta, Olimpo, N/A
Habilidade especial Força e Resistência Sobre-Humana, Habilidoso Guerreiro ,Poderes Divinos, Poderes Titânicos.
Arma Lâminas do Caos(God of War,God of War Chains of Olympus e God of War ascension),Lâminas de Athena(God of War II e God of War Ghost of Sparta),Lâminas do Exílio(God of War III) e Machado Nordico(God of War lV)
Estilo(s) de luta Força bruta, combate físico ou armado, ataques físicos ou com armas.
Portal Games

Kratos(Cratos) é um espartano bastante famoso por participar da franquia de jogos God of War.

Nascimento e vida de Kratos[editar | editar código-fonte]

Kratos nasceu em Esparta, filho de Callisto, sua amada mãe que, dois anos depois teve Deimos, seu irmão mais novo. Kratos(Cratos) e Deimos foram frutos de um relacionamento em que a mãe deles, Callisto, foi proibida pelo seu companheiro misterioso(Zeus) de revelar a identidade do pai para eles.

Tempos passaram, Callisto se mudou do campo para a cidade junto seus filhos Kratos(Cratos) e Deimos para a cidade de Esparta, lá, como lei espartana, foram submetidos a centros de capacitação militar infanto-juvenil, a partir dos seus 7 anos de idade aos 18 anos em que já cresceriam como combatentes perfeitos. No meio desse período, Kratos(Cratos) e Deimos, ainda crianças, se destacavam pelas suas ações aprendizados que recebiam dos seus instrutores sobre como suportarem dor, o tempo, a fome, a sede e como matarem. Quando ambos tinham de 10 à 12 anos de idade e estavam treinando à noite, veio uma profecia ao Deuses Gregos e ao mundo, uma profecia de proporções apocalípticas que abalaria os pilares do Monte Olimpo e de toda a vida na terra.

Foi profetizado que um guerreiro espartano marcado, iria libertar os titãs (divindades que foram aprisionadas pelos olimpianos na grande guerra que queriam vingança contra os deuses) e por fim destruir o reinado olimpiano sería uma estranha marca de nascença em seu corpo, e então enviou Ares (Deus da Guerra) e Atena (Deusa da Sabedoria e Estrategia da Guerra) para deterem o guerreiro. Kratos(Cratos) tentou deter porem foi desferido um golpe contra o seu olho direito por Ares, no qual surgiu a sua cicatriz. Irado com a atitude do menino, Ares tentou mata-lo porem foi impedido por Atena, pois já tinham o alvo que precisariam capturar. Ares levou Deimos para os domínios de Thanatos, deus da morte, no qual permanceu aprisionado por toda a vida, tentado fugir varias vezes e ate confrontando o seu carcereiro que o torturava sempre.

O tempo passou, e Kratos(Cratos) logo se tornou um respeitado soldado espartano,sendo logo promovido a general, pelo seu grande feito de salvar sua filha Calíope da morte iminente por uma doença.Para isso, Kratos(Cratos) teve de ir atrás da planta sagrada Ambrósia, que cura qualquer doença. Como general, o espartano levou seu exército a incontáveis vitórias,nunca tendo misericórdia de qualquer um que fosse um inimigo. Em uma de suas batalhas, Kratos(Cratos) e seu pelotão lutaram contra os Bárbaros, sendo duramente massacrados. Kratos(Cratos) prestes a ser morto pelo o Rei Bárbaro, implora e vende servidão eterna que o deus da Guerra Ares o salvasse de uma morte iminente.Com o pedido atendido, Kratos(Cratos) recebe as Blades os Chaos (Lâminas do Caos) um par de armas forjadas pelo próprio ares e que foram soldadas aos ossos de seu braço.

Como um Lacaio de Ares Kratos(Cratos) se tornou mais temível do que nunca, o que chamou a atenção de sua esposa Lysandra que o pergunta onde ele quer chegar com isso. Um dia Kratos(Cratos) recebe uma missão de Ares para destruir uma pequena vila de adoradores de Athena, só que ele não contava que o deus da guerra colocou sua esposa e filha nessa vila, e Kratos(Cratos) as mata sem ao menos perceber no momento, louco pela sua vontade incessante de matar.

Ao perceber seu horrendo ato, o espartano renega sua servidão ares e é amaldiçoado pela oráculo da vila, que insere as cinzas de sua esposa e filha de modo permanente em sua pele. Nasce então o Fantasma de Esparta.

Ao renegar servidão a um deus, Kratos(Cratos) é capturado e Torturado pelas Fúrias. Porém, consegue escapar matando as fúrias no processo.Como forma de se redimir e alcançar paz pelos inconstantes pesadelos da "fatídica noite" o fantasma de Esparta passa a servir os deuses,durante 10 anos. Com Kratos(Cratos) se perguntando quando isso terminaria, Athena se manifesta em uma estátua e da uma última missão a Kratos(Cratos): Ir para Athenas e assassinar Ares o deus a guerra, que estava destruindo a cidade como uma forma de profanação a Athena. O espartano aceita a última missão e a consegue concluir, sendo promovido ao então cargo que era de ares no processo.

Quase já promovido a deus da guerra, Kratos(Cratos) decide zarpar para Atlântida, pois está a procura de resposta sobre o paradeiro de sua mãe, Calisto. Mesmo encarando os mares furiosos controlados por Poseidon que queria evitar que Kratos(Cratos) chegasse na cidade,ele acaba adentrando, e descobre que sua mãe de fato ainda está viva. Calisto diz a Kratos(Cratos) que seu irmão Deimos está vivo, e pede para salvá-lo de suas tortura eterna. Calisto acaba por dizer que Zeus é o pai de Kratos(Cratos), mas essa se transforma em um monstro, pois estava sob um encanto que seria acionado caso ela dissesse o nome do verdadeiro pai dos irmãos. Após assassinar sua própria mãe, Kratos(Cratos) acaba encontrando seu irmão, que o culpa por ter o deixado ser levado por ares e athena. Depois de uma breve luta, os irmãos decidem unir forças para derrotar Thanatos o o deus da morte carcereiro de Deimos, mas o irmão de Kratos(Cratos) acaba sendo morto, despertando a fúria do espartano que mata Thanatos.

Kratos(Cratos) agora já é o deus da guerra, e usa tal poder para ajudar os guerreiros de Esparta a dominar e destruir cidades dedicadas a outros deuses do Olimpo. Quando o exercíto espartano estava em Rhodes,uma cidade que tem Helios como deus, Kratos(Cratos) decide se juntar a Batalha. Porém, Zeus na forma de um pássaro toca Kratos(Cratos) e retira parte de seus poderes divinos, os depositando em uma estatua de bronze de Helios(Colosso de Rhodes), que ganha vida. Furioso, Kratos(Cratos) acha que Athena é culpada e decide acabar com o Colosso para provar aos deuses que é digno de ser um. Kratos(Cratos) acaba recebendo de Zeus a Blade of Olympus (Lâmina do Olimpo) depositando todo o seu poder restante na espada para conseguir empunhá-la. O colosso é derrotado, mas uma de suas mãos caem em cima de kratos(Cratos), já totalmente um mortal é bastante ferido. Nisso aparece o pássaro que retirou os seus poderes, e esse revela ser Zeus que mesmo não afirmando, teme que Kratos(Cratos) acabe tentando usurpar seu lugar como comandante do Olimpo. Zeus atravessa o peito de Kratos(Cratos) com a lâmina do Olimpo, e a usa para matar todos os espartanos no local dizendo ao já moribundo Kratos(Cratos) que o "-O ciclo termina aqui".

Quase atingindo os portões do submundo, Kratos(Cratos) é auxiliado pela titã Gaia,que revela que se ele quiser sua vingança contra Zeus, terá que encontrar e ter uma audiência com as Moiras (irmãs do destino). Gaia repara seus danos físicos o fazendo reviver e ascender ao mundo dos vivos novamente. Depois de uma perigosa jornada, Kratos(Cratos) consegue alcançar as irmãs, porém estas se recusam a ajudá-lo em sua vingança. O espartano então acaba matando as Moiras e consegue acessar os fios do destino, e voltar onde Zeus o assassinara, assim podendo ter agora uma luta realmente justa contra o rei dos deuses. Depois de uma intensa luta, Kratos(Cratos) estava prestes a matar Zeus, quando Athena aparece se jogando contra a Lâmina do Olimpo já empunhada por Kratos(Cratos), morrendo no processo. Zeus consegue fugir, e Kratos(Cratos) volta no tempo na época da Titanomaquia (Guerra dos Deuses Contra os Titãs) e traz os aliados ao seu tempo. Durante uma discussão sobre Kratos(Cratos) no Olimpo, Zeus e os outros deuses percebem que os titãs estão escalando a montanha, prontos para uma segunda guerra, com Kratos(Cratos) dizendo:"-Zeus! seu filho morreu, e trago comigo a destruição do pessoal!" e ai começa a guerra.


Site oficial de God Of War III

Ícone de esboço Este artigo sobre uma personagem de ficção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.