Mastócito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cultura de mastócitos ampliada 100x.

O mastócito (por vezes também referido por labrócito) é uma célula do tecido conjuntivo, originado de células hematopoiéticas situadas na medula óssea.[1] Contém no seu interior uma grande quantidade de grânulos cheios de histamina (substância envolvida nos processos de reações alérgicas) e heparina (uma substância anticoagulante). Os grânulos dos mastócitos são metacromáticos (têm a capacidade de mudar a cor de determinados corantes básicos) em função de sua alta concentração de radicais ácidos presentes na heparina. O seu papel mais conhecido é na reação alérgica. Desempenha também um papel de proteção, estando envolvido no sarar das feridas e na defesa contra organismos patogênicos.

O mastócito não pode ser confundido com o basófilo, pois têm origens diferentes.Tanto o basófilo quanto o mastócito se originam da medula óssea e suas semelhanças levaram a acreditar que um se diferenciava no outro, no entanto evidências experimentais mostraram que seus precursores na medula são diferentes.O basófilo sai da medula óssea no seu estado maduro e os mastócitos circulam na sua forma imatura, apenas amadurecendo no tecido de atuação.[2][3]

Mastócitos da mucosa, presente no intestino e nos pulmões em sua superficie contém respostas específicas para imunoglobolina principalmente IgE. É a principal célula responsável pelo famoso choque anafilático local (no tecido conjuntivo).

Os mastócitos por possuírem grandes quantidades de histamina no seu interior são importantes no processo de linha de ataque para inflamações. O tecido quando lesado ocorre diversas reações. Começam com a liberação de prostaglandina para terminações nervosas comunicarem dor. Após isso, os mastócitos começam a liberar histamina para provocar a vasodilatação e consequentemente o extravasamento de plasma, resultando em um acúmulo de líquido na região formando, assim, o edema.

Notas e referências

  1. Histologia Básica Junqueira & Carneiro. 12ª Edição p. 95
  2. G M T / Prussin C, Metcalfe DD (2003). "IgE, mast cells, basophils, and eosinophils". J Allergy Clin Immunol 111 (2 Suppl): S486–94. doi:10.1067/mai.2003.120. PMID 12592295.
  3. G M T / Marieb, Elaine N. & Katja Hoehn. Human Anatomy and Physiology. Seventh edition. San Francisco: Pearson Benjamin Cummings, 2007. pg. 659.

Imunologia, portal educação

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia celular é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.