Manchete Futebol Clube do Recife

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Recife Futebol Clube)
Ir para: navegação, pesquisa
Manchete
Nome Manchete Futebol Clube do Recife
Mascote Coelho
Fundação 1 de maio de 1950 (66 anos)
Estádio Agamenón Magalhães
Capacidade 7.000
Localização Recife, PE
Presidente Brasil Leonardo Lira
Treinador Brasil
Competição Licenciado
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
titular
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uniforme
alternativo
editar

O Manchete Futebol Clube do Recife é um clube brasileiro de futebol da cidade de Recife, Pernambuco. Já foi chamado de Associação Atlética das Vovozinhas, Associação Atlética Santo Amaro, Associação Atlética Casa Caiada e Recife Futebol Clube.

História[editar | editar código-fonte]

Fundado em 1 de janeiro de 1950 com o nome de Associação Atlética das Vovozinhas só disputou jogos e torneios amadores até 1965. Em 1966 o clube se profissionalizou para disputar campeonato pernambucano com o nome de Associação Atlética Santo Amaro.

No ano de 1981, o Santo Amaro foi vice-campeão do Campeonato Brasileiro da 3ª Divisão. No dia 25 de abril, no Estádio de Marechal Hermes (Rio de Janeiro), o Santo Amaro perdeu por 4 a 0 para o Olaria, com gols de Chiquinho (13'), Zé Ica (59') e Leandro duas vezes (68' e 70'). Zé Ica, do Olaria, foi expulso. O árbitro da partida foi o baiano Nei Andrade Maia, e os times entraram com a seguinte escalação:

  • Olaria: Hilton, Paulo Ramos, Pino, Marcos e Gilmar (Edvaldo), Ricardo, Lulinha e Leandro; Chiquinho, Sérgio Luís (Aurê) e Zé Ica. Técnico: Duque.
  • Santo Amaro: Pimenta, Lula, Figueiroa, Moacir e Zuza; Rubem Salim, Luís Carlos e Valtinho; Savinho, Fabinho[1] e Eliel. Técnico: Rubem Salem.

Na partida de volta, dia 1 de maio, o Santo Amaro venceu por 1 a 0 no Arruda, com gol de Derivaldo aos 80 minutos de jogo. O árbitro da partida foi o cearense José Leandro Serpa e os times entraram com a seguinte escalação:

  • Santo Amaro: Pimenta, Lula, Moacir, Figueiroa e Zuza; Eliel, Betuca (Rubem Salim) e Luis Carlos, Savinho, Fabinho e Birino (Derivaldo). Técnico: Rubem Salem.
  • Olaria: Hilton, Paulo Ramos, Salvador, Mauro e Gilcimar, Ricardo, Lulinha e Orlando; Chiquinho, Aurê (Nunes) e Leandro (Serginho). Técnico: Duque.

Em 1994, seus dirigentes venderam a equipe para uma rede de drogarias chamada Casa Caiada, pois o clube não tinha mais condições de se manter no profissionalismo, passando a se chamar Associação Atlética Casa Caiada. No mesmo ano, mudou de nome novamente passando a se chamar Recife Futebol Clube. Posteriormente, o nome mudou novamente para o atual.

O Manchete é considerado um "clube camaleão" em Pernambuco, por mudar de nome e local de sede por inúmeras vezes ao longo da história. Já esteve em Goiana, Timbaúba e Paulista.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Nacionais[editar | editar código-fonte]

Estaduais[editar | editar código-fonte]

Categorias de base[editar | editar código-fonte]

  • Torneio Início Juvenil: 1975.

Futebol Master[editar | editar código-fonte]

  • Pernambuco COPA AGAP/PE DE FUTEBOL MASTER 2014 , 2015

Histórico em competições oficiais[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre clubes brasileiros de futebol é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências

  1. Fabinho foi o artilheiro da equipe e do campeonato com 5 gols junto com Müller do São Borja.