Sebastião Wágner de Souza e Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wágner
Informações pessoais
Nome completo Sebastião Wágner de Souza e Silva
Data de nasc. 20 de janeiro de 1969 (48 anos)
Local de nasc. Nova Iguaçu,  Rio de Janeiro,  Brasil
Informações profissionais
Número 1
Posição Goleiro
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1989
1990–1993
1993–2002
2002
2003
2004
Brasil Bonsucesso
Brasil Bangu
Brasil Botafogo
Brasil Santo André
Brasil América-RJ
Brasil Madureira
0000 00(00)
00178 00(00)
00412 00(00)
0019 00(00)
0000 00(00)
0000 00(00)
Times/Equipas que treinou
2005
2007
Brasil Boavista-RJ
Brasil São Cristóvão

Sebastião Wágner de Souza e Silva, o Wágner (Nova Iguaçu, 20 de janeiro de 1969), foi goleiro de futebol. Fez sucesso no Botafogo na década de 1990, sendo campeão em diversos títulos do alvinegro carioca. Fez pelo clube 412 jogos e sofreu 503 gols, no período de 1993 a 2002.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Wágner começou a se destacar no Bangu no começo dos anos 1990. Em 1994, ele foi para o Botafogo. Disputou posição de titular com Carlão e ficou como titular do "Glorioso". Wágner foi figura importante do time botafoguense em 1995. Suas defesas ajudaram o alvinegro a conquistar o título do Brasileirão. A equipe contava com craques como Túlio Maravilha, Wilson Gottardo, Sérgio Manoel, Gonçalves e Donizete.[1]

Além de ter sido campeão brasileiro em 1995, Wágner fez parte de outras conquistas botafoguenses, como o Campeonato Carioca de 1997 e o Torneio Rio-São Paulo de 1998. depois esteve como treinador ao comandar o São Cristóvão e o Boavista-RJ, e atua como empresário, onde esta atualmente[2]. O ex-goleiro Wagner do Botafogo, foi incluído no Guinness Book como o goleiro que mais tomou gols de falta na história do futebol: 73 gols ao todo. Curiosidades: Wagner disputou 412 jogos pelo Botafogo e sofreu 503 gols, no período de 1994 a 2002.

Títulos[editar | editar código-fonte]

(*) Como reserva.

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1]
  2. Globoesporte.com (2 de março de 2009). «LEMBRA DELE? Do 'escritório' na praia, Wágner mantém a paixão pelo Glorioso». 22h49. Consultado em 29 de maio de 2012