Sete Maravilhas de Portugal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Sete Maravilhas de Portugal[1] foi uma iniciativa apoiada pelo Ministério da Cultura de Portugal e organizada pelo consórcio composto por Y&R Brands S.A. e Realizar S.A..
Funcionou em cinco fases, visando eleger:

Monumentos[editar | editar código-fonte]

A escolha foi baseada em 794 monumentos nacionais classificados pelo IPPAR, à qual foi feita uma primeira selecção, realizada por peritos e da qual resultou uma lista de setenta e sete monumentos. Seguidamente foi feita uma nova escolha, realizada por um Conselho de Notáveis composto por personalidades de diversos quadrantes de onde saíram os 21 monumentos finalistas.

A partir de 7 de Dezembro de 2006 e durante sete meses, foi disponibilizada, via internet, telefone e sms, entre outros meios, a votação que viria a eleger os sete monumentos preferidos dos portugueses.

Monumentos vencedores[editar | editar código-fonte]

# Nome Localização Imagem
1 Castelo de Guimarães, século X Guimarães, Distrito de Braga
41.4479° -8.2906′ type:landmark_region:PT_source:enwiki {{{4}}}° 00′ {{{6}}}
Castelo de Guimarães Castelo da Fundação.JPG
2 Castelo de Óbidos, 1195 Óbidos, Distrito de Leiria
39° 21.819′ N 9° 09.428′ W
Obidos April 2009-4b.jpg
3 Mosteiro da Batalha, 1385 Batalha, Distrito de Leiria
39.659167° -8.826111′ type:landmark_region:PT_source:enwiki {{{4}}}° 00′ {{{6}}}
Mosteiro da Batalha 78a.jpg
4 Mosteiro de Alcobaça, 1153 Alcobaça, Distrito de Leiria
39.548333° -8.98′ type:landmark_region:PT_source:enwiki {{{4}}}° 00′ {{{6}}}
Mosteiro de Alcobaça (Portugal) 2.jpg
5 Mosteiro dos Jerónimos, 1502 Santa Maria de Belém, Lisboa
38.6975° -9.206667′ type:landmark_region:PT_source:enwiki {{{4}}}° 00′ {{{6}}}
Jerónimos Monastery - the South Portal.jpg
6 Palácio Nacional da Pena, 1838 Sintra, Lisboa
38.787778° -9.390556′ type:landmark_region:PT_source:enwiki {{{4}}}° 00′ {{{6}}}
Pena National Palace.JPG
7 Torre de Belém, 1521 Santa Maria de Belém, Lisboa
38.691389° -9.215833′ type:landmark_region:PT_source:enwiki {{{4}}}° 00′ {{{6}}}
Torre de Belem 1.JPG

Restantes finalistas[editar | editar código-fonte]

Sete maravilhas de origem portuguesa no mundo[editar | editar código-fonte]

Maravilhas da Natureza[editar | editar código-fonte]

Em 2010 mais de 600 mil votantes escolheram os sete fenómenos naturais que consideraram mais belos em Portugal[2].

Maravilhas Naturais de Portugal[editar | editar código-fonte]

Gastronomia portuguesa[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Sete maravilhas da gastronomia

Em 2011 a escolha das maravilhas da Gastronomia Portugal foi baseada numa selecção de 70 pré-finalistas em sete categorias, a que se seguiu a escolha das 21 candidatas por um painel de especialistas. De 7 de Maio a 7 de Setembro decorreram as votações do público, que atingiram os 899.069 votos[3].

Maravilhas da Gastronomia Portuguesa[editar | editar código-fonte]

Praias[editar | editar código-fonte]

Em 2012 esta iniciativa dedicou-se à eleição das praias mais importantes de Portugal. Foram contabilizados mais de 620 mil votos, por telemóvel ou Internet.
A cerimónia de anúncio das praias vencedoras realizou-se num sábado à noite na Base Naval de Tróia, com transmissão directa na RTP1. Para tal foi construído "o maior palco de sempre construído em areia" (cerca de 3000 toneladas foram usadas) decorado com esculturas com mais de sete metros de altura[4].

Praias vencedoras[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. 7 Maravilhas de Portugal - Website oficial da Organização
  2. Diário de Notícias (12 de Setembro de 2010). «Portugal já tem as suas sete maravilhas da natureza». Consultado em 25 de Novembro de 2016. 
  3. Fugas Público (10 de Setembro de 2011). «E as 7 Maravilhas da Gastronomia Portuguesa são...». Consultado em 24 de Novembro de 2016. 
  4. Público (8 de Setembro de 2012). «E as 7 Maravilhas - Praias de Portugal são...». Consultado em 24 de Novembro de 2016. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]