Viação Águia Branca

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Águia Branca
Razão social Viação Águia Branca
Indústria Transportes
Fundação 1946 (71 anos)
Sede Cariacica, Brasil
Área(s) servida(s)  Alagoas
Bahia Bahia
 Espírito Santo
 Minas Gerais
 Rio de Janeiro
 São Paulo
 Sergipe
Proprietário(s) Grupo Águia Branca
Pessoas-chave Aylmer Chieppe
Renan Chieppe
Wander Chieppe
Nilton Chieppe
Empregados 3.700
Produtos Transporte rodoviário de passageiros
Turismo
Transporte de cargas
Certificação ISO 9001
NBR ISO 14001
Website oficial https://www.aguiabranca.com.br

A Viação Águia Branca é uma empresa brasileira de transporte rodoviário de passageiros fundada na cidade de Colatina, no Espírito Santo no ano de 1946. Em 1957 foi comprada pela família Chieppe, tornando-se o embrião para surgimento do Grupo Águia Branca. Atualmente sua sede se encontra no município de Cariacica, também no Espírito Santo.

O nome Águia Branca deve-se a primeira linha da empresa que seguia de Colatina à localidade de Águia Branca, hoje município do norte do Espírito Santo, de origem polonesa que tinha uma águia branca como símbolo.

Apesar de antiga, a Águia Branca só começou a realizar viagens interestaduais no ano de 1999. No ano de 2003, o Grupo Águia Branca adquiriu a Viação Salutaris, desde então ambas as empresas alcançaram relevante importância no mercado de transportes de passageiros.[1]

Em 1970 a Águia Branca chega à região do Vale do Aço em Minas Gerais através da aquisição da empresa Sayonara iniciando o transporte nas ligações entre as cidades de Coronel Fabriciano, Ipatinga e Timóteo. Nesse mesmo ano a Águia Branca adquire parte da Itapemirim, aumenta sua área de atuação no norte do Espírito Santo e dobra a sua frota de 75 para 150 Ônibus[2].

No ano de 1973 a Águia Branca chega ao estado da Bahia ao adquirir a Expresso São Jorge que atuava na região de Ilhéus e Itabuna. Um ano mais tarde é construído o parque rodoviário de Itabuna que atualmente tem 36 mil metros quadrados. Algum tempo depois a empresa Santa Efigênia é adquirida e a Águia Branca aumenta sua área de atuação na região sul da Bahia. Ainda na década de 70, em 1978 a Águia Branca em sociedade com as empresas baianas Camurujipe e Viazul funda a Rota Transportes Rodoviários para atuar em parte das linhas que eram operadas pela empresa estatal Sulba[3].

Na década de 80 a Águia Branca continua crescendo e são adquiridas parte da Empresa Santana São Paulo, a Viação Cristo Rei e a Viação Amparo[4].

Em 1991, Cláudio Moura, um dos sócios da empresa, sai da sociedade e funda a Univale Transportes em Coronel Fabriciano / MG. Posteriormente a Univale se expande e adquire as empresas baianas Atmo, Brisa, Cidade das Águas e Turim[5][6].

A frota da Águia Branca é composta por cerca de 700 veículos que transportam aproximadamente 11 milhões de passageiros por ano e rodam, nesse mesmo período, uma média de 70.000.000 km, operando um total de 334 linhas de ônibus, distribuídas entre os estados de Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Sergipe.[7]

Em 22 de junho de 2017, às 05 horas e 50 minutos, um de seus ônibus, número de ordem 24.770, placas ODF-8302 (Cariacica-ES), envolveu-se em um grave acidente, no KM 343 da BR 101, em Guarapari (ES), deixando um saldo de 22 mortos e 21 feridos. O acidente vem sendo considerado como um dos maiores da história do Espírito Santo. O condutor do ônibus foi isentado de qualquer responsabilidade pelo acidente.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma empresa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.