Frade e a Freira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
O Frade e a Freira
Altitude 683 m
Localização Itapemirim

Vargem Alta

 Espírito Santo

Continente América do Sul
País  Brasil

Frade e a Freira é uma formação granítica natural brasileira. Com 683 metros de altitude, está situado na divisa do município de Itapemirim com Vargem Alta, próximo à BR-101.[1]

São duas rochas que formam as figuras de um frade e uma freira.

Importância[editar | editar código-fonte]

O local é considerado um cartão postal do Espírito Santo e atrai muitas pessoas que procuram a região para a contemplação da natureza e a prática de escalada esportiva.[2][3]

No ano de 1986 o Conselho Estadual de Cultura aprovou o tombamento definitivo, sendo declarado como monumento natural por meio da resolução 07/86.[4]

Acessp[editar | editar código-fonte]

O monumento natural pode ser visto por todos que passam pela BR 101 Sul, principalmente no trecho entre Rio Novo do Sul e Itapemirim. Apesar de toda sua imponência, o acesso a pedra é fácil, podendo ser feito inicialmente de carro e com uma curta caminhada, de aproximadamente 5 minutos, já se alcança a parte conhecida como as " costas do Frade". Neste trecho já é possível aproveitar uma bela vista da mata entorno do monumento e o mar.[5] Entretanto, o acesso ao topo da pedra do Frade é indicado somente por escaladores experientes, além disso, é importante destacar que a pedra da Freira fica separada e seu acesso é ainda mais restrito.[6]

Lendas[editar | editar código-fonte]

O nome foi dado devido ao formato rochoso que remete a um frade e uma freira de frente um para o outro que inspirou uma famosa lenda que trata de um amor proibido entre duas pessoas religiosas, perdoado por Deus e eternizado na rocha.[7] Sendo assim, foram mantidos na eternidade, lado a lado, frente a frente, do tamanho correspondente a grandiosidade do seu amor.[8] A lenda e a beleza desta rocha serviram de inspiração para Benjamin Silva, poeta cachoeirense, que narrou este monumento no soneto chamado "O Frade e a Freira". Segue um trecho que cita a lenda e o amor entre as figuras religiosas - " Diz a lenda — uma lenda que espalharam — Que aqui, dentre os antigos habitantes, houve um frade e uma freira que se amaram...Mas Deus os perdoou lá do infinito, e eternizou o amor dos dois amantes nessas duas montanhas de granito.[9]

Referências

  1. VIEIRA, Letícia (5 de abril de 2012). «Um dos símbolos do ES – 'FRADE E A FREIRA'». Folha Vitória. Consultado em 28 de maio de 2016 
  2. PRODEST; ES, Portal. «Monumento Natural Frade e a Freira denomina nova rota turística». Portal ES. Consultado em 13 de abril de 2022 
  3. «Cachoeiro de Itapemirim – Pedra do Frade e da Freira | ipatrimônio». Consultado em 12 de abril de 2022 
  4. ROCHA, ANNA (12 de junho de 1986). «RESOLUÇÃONº07/86» (PDF). Consultado em 12 de abril de 2022 
  5. «O Frade e a Freira: vistas incríveis com 5 minutos de caminhada | A Gazeta». www.agazeta.com.br. Consultado em 12 de abril de 2022 
  6. Pr, Jair; i (27 de janeiro de 2020). «Pedra do Frade e a Freira: Como chegar». Viagens e Caminhos. Consultado em 13 de abril de 2022 
  7. ipatrimônio. «Cachoeiro de Itapemirim – Pedra do Frade e da Freira» 
  8. «O Frade e a Freira: Escada da Vida, de Benjamin Silva | 9/4 – Portal Don Oleari». 10 de abril de 2022. Consultado em 13 de abril de 2022 
  9. «O Frade e a Freira: Escada da Vida, de Benjamin Silva | 9/4 – Portal Don Oleari». 10 de abril de 2022. Consultado em 13 de abril de 2022 
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.