Alfredo, Príncipe Herdeiro de Saxe-Coburgo-Gota

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alfredo
Príncipe herdeiro de Saxe-Coburgo-Gota
Nome completo
Alfred Alexander William Ernest Albert
Casa Saxe-Coburgo-Gota
Pai Alfredo de Saxe-Coburgo-Gota
Mãe Maria Alexandrovna da Rússia
Nascimento 15 de Outubro de 1874
Palácio de Buckingham, Londres
Morte 6 de fevereiro de 1899 (24 anos)
Meran, Áustria
Enterro Coburgo, Alemanha

Alfredo, Príncipe Herdeiro de Saxe-Coburgo-Gota (nascido: Alfred Alexander William Ernest Albert; 15 de outubro de 1874 - 6 de fevereiro de 1899) o filho mais velho e único varão do duque Alfredo e Maria Alexandrovna da Rússia, nasceu como um membro da família real britânica, e como um príncipe do Reino Unido. O príncipe Alfredo de Edimburgo nasceu em 15 de outubro de 1874 no Palácio de Buckingham, Londres. Faleceu em 6 de fevereiro de 1899 com idade compreendida entre os 24 anos em Sanitorium Martinnsbrunn, Meran, Áustria, não sucedeu o seu pai no trono ducal de Saxe-Coburgo-Gota.

Primeiros anos[editar | editar código-fonte]

O príncipe Alfredo de Edimburgo nasceu a 15 de outubro de 1874 no Palácio de Buckingham em Londres.

O seu pai era o príncipe Alfredo, duque de Edimburgo e o segundo filho varão da rainha Vitória e do príncipe Alberto. A sua mãe era a grã-duquesa Maria Alexandrovna da Rússia, filha do czar Alexandre II da Rússia e da princesa Maria de Hesse-Darmstadt. Foi baptizado na Lower Bow Room do Palácio de Buckingham a 27 de novembro de 1874 por Arquibaldo Tait, o Arcebispo da Cantuária e os seus padrinhos foram a rainha Vitória, o czar Alexandre II da Rússia (representado na cerimónia pelo seu filho, o czarevich Alexandre), o imperador Guilherme I da Alemanha (representado pelo tio paterno de Alfredo, o duque de Connaught e Strathearn), a princesa Vitória (a tia paterna de Alfredo, representada na cerimónia pela sua irmã a princesa Cristina de Schleswig-Holstein), o duque de Saxe-Coburgo-Gota (o seu tio-avô, representado por Cristina de Schleswig-Holstein) e o príncipe de Gales (o seu tio paterno).

Saxe-Coburgo-Gota[editar | editar código-fonte]

Em 1893, o tio-avô de Alfredo, Ernesto II, duque de Saxe-Coburgo-Gota, irmão do seu avô paterno, morreu sem deixar herdeiros. O príncipe de Gales já tinha renunciado à sucessão do trono do ducado de Saxe-Coburgo-Gota visto que a lei dizia que um herdeiro presumido de outro trono não possuía esse direito. Assim, o pai de Alfredo, que era duque de Edimburgo na altura foi o sucessor o que fez com que Alfredo recebesse o título de sua alteza real, o príncipe herdeiro de Saxe-Coburgo-Gota.

O príncipe Alfredo viveu durante os primeiros anos da sua vida na Clarence House com os seus pais e irmãs. Quando o seu pai ascendeu ao trono do ducado de Saxe-Coburgo-Gota, a família mudou-se para Schloss Rosenau perto de Coburgo.

Noivado falhado[editar | editar código-fonte]

A 28 de janeiro de 1895, uma circular da corte publicou o seguinte: "Fomos informados de que foi arranjado um casamento entre sua alteza real, o príncipe Alfredo de Saxe-Coburgo-Gota, o único filho varão de suas altezas reais, os duques de Saxe-Coburgo-Gota e neto de sua majestade e de sua alteza real e a duquesa Elsa Matilda Maria, a filha gémea mais velha do falecido duque William Eugene de Vurtemberga através do seu casamento com a grã-duquesa Vera da Rússia. O casamento nunca aconteceu.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.