André, Duque de Iorque

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde junho de 2012)
Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes fiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
André
Duque de Iorque
Esposa Sara Ferguson (1986–1996)
Descendência
Beatriz de Iorque
Eugênia de Iorque
Nome completo
André Alberto Cristiano Eduardo
Casa Windsor
Pai Filipe, Duque de Edimburgo
Mãe Isabel II do Reino Unido
Nascimento 19 de fevereiro de 1960 (54 anos)
Palácio de Buckingham, Londres, Reino Unido
Religião Anglicanismo
Brasão

André, Duque de Iorque KG GCVO (Londres, 19 de fevereiro de 1960) é o terceiro filho da rainha Isabel II do Reino Unido e do príncipe Filipe, Duque de Edimburgo. Atualmente, ele é o quinto na linha de sucessão britânica.

André possui a patente de comandante da Marinha Real Britânica, além da patente honorária de contra-almirante; ele serviu como piloto de helicóptero e mais tarde como instrutor de voo. Ele combateu na Guerra das Malvinas, voando em várias missões de guerra anti-superfície, chamariz de mísseis Exocet e evacuação de baixas.

Em 1986, André se casou com Sara Ferguson e teve duas filhas: Beatriz e Eugênia. O casamento, separação e posterior divórcio do casal atraiu muita atenção da mídia. Além de realizar várias funções oficiais, ele serviu como Representante Especial para o Comércio Internacional e Investimento até julho de 2011.

Infância e juventude[editar | editar código-fonte]

O príncipe André nasceu na Suíte Belga do Palácio de Buckingham, em Londres. André é filho da rainha Isabel II e seu consorte, príncipe Filipe.

O príncipe foi batizado no salão de música do Palácio de Buckingham, em 8 de abril de 1960, pelo então arcebispo da Cantuária, Geoffrey Fisher. Seus padrinhos foram: o príncipe Henrique, a princesa Alexandra, o lorde Elphinstone, o Conde de Euston e Georgiana Kennard.

André é o primeiro filho de um soberano reinante a nascer desde o nascimento da princesa Beatriz do Reino Unido, a última filha da rainha Vitória, em 1857. Por ser filho de monarca reinante, foi estilizado imediatamente Sua Alteza Real o príncipe André ao nascer.

Educação[editar | editar código-fonte]

Família real britânica
Casa de Windsor
Badge of the House of Windsor.svg

SM a Rainha
SAR o Duque de Edimburgo


O príncipe André recebeu sua educação inicial em casa, antes de ser matriculado na Escola Preparatória de Heatherdown, perto de Ascot, Berkshire. Em setembro de 1973, foi para a Gordonstoun, Escócia, onde seu pai, o Duque de Edimburgo, e seu irmão mais velho, Príncipe de Gales, estudaram. De janeiro a junho de 1977, André fez uma viagem de intercâmbio em Lakefield College School, Ontário, Canadá. Ele deixou Gordonstoun em julho de 1979, com Advanced Levels (qualificações do Certificado Geral de Educação) em língua inglesa, história, economia e ciências políticas. Ao contrário de seus irmãos, o Príncipe André não freqüentou uma universidade, escolhendo, ao invés disso, entrar para a Britannia Royal Naval College, em Dartmouth.

Casamento[editar | editar código-fonte]

Em 23 de julho de 1986, na Abadia de Westminster, o príncipe André casou-se com Sarah Margaret Ferguson, a segunda filha do major Ronald Ferguson e de sua primeira esposa, Susan Barrantes. Na ocasião de seu casamento, a rainha o titulou duque de Iorque, conde de Inverness e barão de Killyleagh - títulos anteriormente detidos por seu bisavô Jorge entre 1892 e 1901 e por seu avô Albert entre 1910 e 1936. O príncipe André e Sarah Ferguson se conheceram na infância e ocasionalmente se encontravam em partidas de polo[desambiguação necessária], um esporte pelo qual tanto a família real como a família de Sarah demonstravam entusiasmo. Diana, princesa de Gales, convidou Sarah, que também era sua amiga, para assistir a uma corrida de cavalos, perto de Ascot, em 1985. Aparentemente, foi neste momento que André e Sarah começaram a se interessar um pelo outro.

Juntos, os duques de Iorque tiveram duas filhas:

Divórcio[editar | editar código-fonte]

Os duques de Iorque aparentaram ter um casamento feliz durante o fim dos anos 80. Entretanto, André estava frequentemente distante devido ao seus deveres navais, e a mídia criticava e focava sua atenção cada vez mais para Sarah, que não seguia muito o rígido protocolo real.

Em 19 de março de 1992, anunciaram seus planos para a separação. Eles disseram que a decisão foi mutual e amigável. Alguns meses depois da separação, fotografias da duquesa apareceram em todos os tablóides das imprensa, mostrando suas posições comprometedoras com seu conselheiro financeiro, o americano John Bryan. Isso definitivamente terminou com qualquer esperança de reconciliação entre os dois.

Os duques de Iorque se divorciaram em maio de 1996. O divórcio foi amigável, e foi determinado que a custódia das duas filhas seria compartilhada entre eles.

Sarah perdeu o estilo de Sua Alteza Real e tornou-se Sara, Duquesa de Iorque. A amizade próxima, e agora platônica, entre eles tem continuado, e a duquesa viveu em Sunninghill Park, residência oficial de André até 2004.

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • 19 de fevereiro de 1960 - 23 de julho de 1986: Sua Alteza Real, o príncipe André
  • 23 de julho de 1986 - presente: Sua Alteza Real, o Duque de Iorque

O seu título completo é: "Sua Alteza Real, o príncipe André, Duque de Iorque, Conde de Inverness e Barão Killyleagh"


Precedido por
Henrique de Gales
Linha de sucessão ao trono britânico
Sucedido por
Beatriz de Iorque
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre André, Duque de Iorque