Príncipe consorte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde agosto de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Príncipe consorte, de modo geral, é um termo comum para o marido de uma rainha reinante, a menos que ele próprio também seja um rei por próprio direito.

Exemplos actuais incluem o príncipe Filipe, Duque de Edimburgo (marido de Isabel II do Reino Unido, príncipe consorte, em cada um dos domínios de que ela é Rainha) e Henrique, Príncipe Consorte da Dinamarca (marido da rainha Margarida II da Dinamarca).

Em reconhecimento do seu estatuto, ao príncipe consorte pode ser dado um título formal, tal como Príncipe, Príncipe consorte ou Rei consorte, sendo mais comum Príncipe. No entanto, a maior parte das monarquias não têm regras formais sobre o estatuto de Príncipe consorte, de modo que é perfeitamente viável, de que essa pessoa pode não ter quaisquer títulos.

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre títulos de nobreza é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.