Bulls on Parade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
"Bulls on Parade"
Single de Rage Against The Machine
do álbum Evil Empire
Lançamento 15 de abril de 1996
Duração 3:51
Produção Rage Against the Machine

"Bulls on Parade" é um single da banda de rap metal americana Rage Against the Machine, lançado em 1996. A canção foi incluída em seu segundo álbum, Evil Empire. É o sexto single da banda. Alcançou o número 15 na VH1 e no Top 40 de músicas do metal.

História[editar | editar código-fonte]

A canção estreou em Abril de 1996 no Saturday Night Live. RATM Cantaria duas músicas nesta apresentação, mas com bandeiras americanas penduradas de cabeça para baixo nos amplificadores, foram forçados a deixar o prédio à força.

A canção tem um dos riffs de guitarra mais famosos e um inusitado, usando o killswitch e esfregando a mão ao longo das cordas da guitarra. Ele é geralmente citado como o exemplo mais famoso de guitarra extremamente inovador Tom Morello, juntamente com Calm Like a Bomb no álbum The Battle of Los Angeles. Morello mencionou o Geto Boys como uma influência no som da música.

A canção também aparece no Jogo Guitar Hero III: Legends of Rock.

Letra[editar | editar código-fonte]

A letra da música é o que é comumente chamado de "complexo militar-industrial", que é a tendência da indústria (indústria de armamento, em particular) para incentivar os militares para comprar mais armas e aumentar os lucros. Versos da musica como Weapons not food not homes not shoes not need (“Armas, nada de comida, nada de lares, nada de Sapatos, nada de necessário, Apenas alimenta a uma guerra canibal e animal”) e They don't gotta burn the boooks they just remove(“Eles não tem que queimar os livros que eles acabaram de remover”) são apenas alguns exemplos das várias referências ao "complexo militar-industrial" da música. Com as palavras Terror reigns drenching quenchin The thirst of power dons (“A chuva do terror molha, Satisfazendo a sede dos senhores do poder”), a canção fala que o medo do terrorismo é usado para manipular o povo da América como suporte para o militarismo e a ação militar. A frase "A chuva do terror" também serve como um duplo significado, sugerindo que, literalmente, o governo é o terror. A frase “Eles não tem que queimar os livros que eles acabaram de remover” é uma citação do romance Fahrenheit 451, enquanto 'O fazer algo com sucesso como o de la O … » é uma referência para de la O, general da guerrilha Exército de Libertação do Sul durante a Revolução Mexicana.


Vídeo musical[editar | editar código-fonte]

O Bulls on Parade em vídeo contém imagens de seu show no Big Day Out em Sydney (25 de janeiro de 1996) e no concerto no Pavilhão Hordern em Sydney (27 de janeiro de 1996). Ao longo do vídeo, os jovens protestavam nas ruas com sinais políticos, os exércitos militares, bandeiras e outras imagens são montados juntos. Às vezes, as letras são mostradas na parte superior da tela. Em uma cena perto do fim, Tom Morello é o homem de jaqueta preta com boné de beisebol em que ele está fazendo graffiti.

Ícone de esboço Este artigo sobre um single é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.