Conflitos armados em Myanmar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Conflitos armados em Myanmar
MyanmarEthnolinguisticMap1972.jpg
Mapa étnico de Birmania (1972).
Data Abril de 1948–presente
Local Myanmar
Desfecho
Status Não resolvido; revoltas menores continuam
Combatentes
Birmânia (Governo militar da Birmânia)
Exército Democrático Karen Budista
Birmânia (facções anti-junta)
Vários grupos étnicos

Alegados:
 Reino Unido
 França
 Estados Unidos

Apoio ideológico / financeiro:
 Singapura

Os conflitos armados em Mianmar/Birmânia é um termo usado para se referir à violência interna no país, tanto por motivos políticos e étnicos entre vários grupos armados e o governo daquele país. Esses conflitos iniciaram-se com a independência de Myanmar (antiga Birmânia ou Burma) em Abril de 1948. Assim, lutaram e lutam os rebeldes de minorias étnicas em diferentes partes do país por mais autonomia ou independência contra o governo central e seu exército.

Os Bamar constituem principal grupo étnico do país, também existem minorias significativas dos shan, karen, além de outras menores, como arakaneses, chineses, indianos, mon, jingpo, karennis e chin.

Também no norte do país se instalaram tropas chinesas nacionalistas que fugiram para a Birmânia depois de sua derrota em 1949, desde então, o general chinês Li Mi lançou repetidos ataques no sul da China, entre 1953 e 1954 diante da pressão da Birmânia e da China cerca de 7.000 soldados do KMT foram transportados de helicóptero para Taiwan, incluindo seu comandante, mas nas áreas do norte do Laos, Birmânia e Tailândia outros 7.000 passaram a exercer o comércio de ópio. .1

Atualmente, cada vez mais organizações estão lutando principalmente contra o governo, enquanto outras organizações assinaram acordo de cessar-fogo a partir da etnia Karen e Shan, no leste do país. Em outras regiões há combates esporádicos. Como resultado dos conflitos, cerca de 160.000 refugiados de Mianmar que vivem na vizinha Tailândia e outros em outros países da região, dentro de Mianmar, há centenas de milhares de pessoas deslocadas internamente.

Mais recentemente o conflito tem-se centrado na luta contra o regime militar que governa o país desde 1988. O conflito é a mais antiga guerra em curso do mundo [carece de fontes?], e tem recebido atenção internacional como resultado da Revolta 8888 em 1988, o trabalho do ativista Aung San Suu Kyi, os protestos anti-governamentais no final de 2007, e a devastação causada pelo ciclone Nargis, que deixou mais de 80.000 mortos e 50.000 desaparecidos, em meados de 2008.

Referências

  1. Kaufman, Victor S. "Trouble in the Golden Triangle: The United States, Taiwan and the 93rd Nationalist Division". The China Quarterly. No. 166, Jun., 2001. p.440.