Eunuco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Eunuco-mor (de nome desconhecido, e presumidamente de origem africana) do sultão Abdul Hamid II do Império Otomano posando para ser fotografado em frente ao Palácio Imperial em 1912.

Eunuco é um homem cujos testículos foram removidos por orquidectomia ou são congenitamente não-funcionais. A remoção de toda a genitália externa masculina é denominada emasculação. Excepcionalmente praticada, a penectomia (também conhecida como falectomia) é a retirada apenas do pênis.

Eunucos podem ter essa condição em virtude de problemas congênitos. Um dos motivos deve-se ao mau desenvolvimento testicular na vida fetal, originando vários graus de baixa virilização e mesmo pseudo-hermafroditismo; outro motivo decorre de intervenções externas, a castração. O mais antigo registro de castração intencional para criar eunucos vem da cidade suméria de Lagash no século XXI a.C. mas foi muito praticado na Ásia, sobretudo na China antiga. Na Índia são conhecidos como hijras.

Devemos entender essa palavra, Eunuco presumivelmente de "origem aramaica"; também no "sentido bíblico, da Bíblia; ou seja, de homem pacífico e - não necessariamente - sábio". Pois a sabedoria, costuma desenvolver também a pacificidade; conforme o general - imperador, de toda a China continental e além-mar; que o foi Sun Tzu ("a espada é para se manter embainhada"; segundo suas palavras) na sua obra A Arte da Guerra, em diversos volumes).

Eunucos famosos[editar | editar código-fonte]

China[editar | editar código-fonte]

Cai Lun, eunuco chinês a quem geralmente se atribui a invenção do papel.

Zheng He(1371-1435) foi um explorador chinês do século XV. Realizou viagens por mar pelo sudoeste asiático e pelo oceano Índico. Chegou à Índia, ao mar Vermelho e a Moçambique. No entanto, segundo o Gavin Menzies, autor do bestseller do New York Times 1421 - The Year China Discovered world (2002 UK/2003 USA), Zheng He teria contornado toda a África, e chegado até ao continente americano, Oceania e Antártida. Vale notar que existem várias formas de transliteração de seu nome, o que pode causar confusões. Ele foi capturado quando jovem e castrado, como era comum em sua época jovens mongóis "pagarem" pelo que seus ancestrais fizeram ao povo chinês, no julgar dos líderes da nova dinastia, a dinastia Ming. Mais do que isso, ele veio a se tornar um grande navegador e braço direito do Imperador Zhu Di, que segundo Gavin Menzies projetou e ordenou essa expedição para além dos mares.

Sun Yaoting (1902-1996), foi o último eunuco chinês. [1] [2] [necessário esclarecer]

Pérsia[editar | editar código-fonte]

Bagoas (ou Bagoi no idioma persa antigo) foi um eunuco natural da Pérsia que faleceu no ano de 336 a.C.. Acredita-se que era de uma beleza incomparável e que tinha sido um dos cortesãos/amantes preferidos de Alexandre, o Grande. Um menino castrado, escravizado e feminilizado pelos exércitos do persa Dario. No entanto, segundo Plutarco, Alexandre teria escrito uma carta denunciadora a Dario III, acusando Bagoas como um dos organizadores do assassinato de seu pai Filipe II da Macedónia.

Castrato[editar | editar código-fonte]

O castrato é um cantor masculino cuja extensão vocal corresponde em pleno à das vozes femininas (soprano, mezzo-soprano, contralto).

Isto só é observado numa voz masculina após a remoção dos testículos, ou por um problema endocrinológico que impeça a maturidade sexual. A castração antes da puberdade, ou em sua fase inicial, impede a liberação para a corrente sanguínea dos hormônios sexuais produzidos pelos testículos. Assim, evitava-se o surgimento dos sinais de amadurecimento sexual, como a "mudança de voz" no menino.

Eunucos na Bíblia[editar | editar código-fonte]

Jesus fala sobre três tipos de eunucos:

"Porque há eunucos que nasceram assim; e há eunucos que pelos homens foram feitos tais; e outros há que a si mesmos se fizeram eunucos por causa do reino dos céus. Quem pode aceitar isso, aceite-o." (Mateus 19:12)

Pode-se assumir que eunucos "que pelos homens foram feitos tais" são aqueles que foram castrados. Aqueles que "a si mesmos se fizeram eunucos" seriam os castrados voluntários, podendo tomar-se isto no sentido da castidade. Finalmente, aqueles que nasceram eunucos (com anomalias de virilização, embora com a presença de pênis) seriam os eunucos "naturais"; alguns argumentam[carece de fontes?][fonte fiável?] que os transexuais pertencem a esse grupo. Algumas pessoas alegam que Jesus teria dito que casamento não é para todos, e que este comentário feito por Jesus poderia significar que ele reconhece o celibato, que ele mesmo praticou, como alternativa viável.

Em Jeremias 38, um eunuco etíope salva a vida de Jeremias. Jeremias em troca traz uma mensagem de Deus para o rei que descreve como Jerusalém será salva.

Há vários eunucos citados no livro de Ester, porque a história se passa por dentro do palácio do imperador da Pérsia, onde havia muitos eunucos.

Outro eunuco etíope, o qual seria um importante funcionário de Candace, rainha da Etiópia, é batizado por Filipe, o Evangelista (Atos 8:26-40). São Lucas conta que o eunuco estava retornando de Jerusalém e lia um texto que se encontra no capítulo 53 do livro do profeta Isaías, uma passagem profética do Messias, a qual descreve o sofrimento sacrificial daquele que foi "cortado" da terra dos viventes. O eunuco indagou Felipe se o autor estava referindo-se a si mesmo ou a uma outra pessoa. Filipe interpreta as Escrituras sobre Isaías 53 (Jesus sendo levado como ovelha ao matadouro). Então Felipe, partindo daquela passagem, anunciou Jesus ao eunuco enquanto continuavam no trajeto. Durante o percurso, o eunuco pediu que fosse batizado por Felipe assim que identificou um lugar onde havia água (provavelmente um rio). Depois disso, Felipe teve o seu corpo arrebatado para uma outra localidade e o eunuco prosseguiu no seu caminho de volta à Etiópia.

Eunucos na atualidade[editar | editar código-fonte]

Atualidade: Uma hijra de Goa, Índia (1994).

Eunuco é sinônimo de transexuado. Deve ser ressaltado que o fato do ser Eunuco não é característica determinante da orientação sexual quanto a questão do ser ou mesmo do gênero e não está associada ou é dependente da orientação sexual mas pode ser sinônimo de transexual ou mesmo dos atuais travestis, visto o fato de ambos os casos poderem ser devidos a:

Apresentando assim eunucoidismo. O uso exógeno de hormônios femininos e a conformação do corpo adquirida por adições de substâncias apropriadas nas clínicas de medicina estética podem dar a aparência eunucóide realizando assim a castração química. Há transexuais em muitos países do mundo, embora poucos se submetam à Cirurgia de redesignação sexual (CRS), preferindo viver como um terceiro sexo. A cirurgia para troca de sexo de indivíduos masculinos consta de emasculação e construção de neovagina perineal. O país que mais realiza esta cirurgia em clínicas especializadas devido a legislação permissiva é a Tailândia.

Na índia, uma hijra (como são conhecidos os transexuais indianos) chamada Shabnam Mausi (literalmente: "tia Shabnam") fez história por se tornar a primeira hijra a ser eleita para a assembleia legislativa nacional (aos eunucos indianos só foi permitido direito de voto em 1994). No novo milênio várias hijras ganharam destaque no estado de Madhya Pradesh. Cinco delas, incluindo Shabnam, batizadas como 'paanch Pandavas' (cinco Pandavas), foram eleitas para vários quadros públicos. Kamla Jaan tornou-se prefeita de Katni, enquanto Meenabai a presidente da câmara do município de Sehora, a mais antiga entidade cívica do país. [3] [4]

Referências no cinema[editar | editar código-fonte]

Francisco Bosch fez o papel do eunuco persa chamado Bagoas, contracenando com Colin Farrell que atuou como Alexandre, o Grande, seu amante, no filme Alexander (2004), de Oliver Stone.

Mr. Osborne (Donald Sutherland) é eunuco, em "Fierce People" de Griffin Dunne.

Na televisão[editar | editar código-fonte]

A minissérie da Record A História de Ester, há vários personagens eunucos, tais como Saagaz, Hegai, Bigtan e Teres, também citados no Livro de Ester.

Na série da HBO Game of Thrones, há um personagem eunuco, Lorde Varys, também presente nos livros das As Crônicas de Gelo e Fogo.

No filme Reino de Assassinos, o líder do clã da pedra assassina é eunuco.

Na série Stargate retrata-se que na sociedade de Seth no antigo Egito os homens eram transformados em eunucos para melhor lhe servir.

Referências

  1. (em inglês) Jia Yinghua & Sun Haichen: The Last Eunuch of China - The Life of Sun Yaoting. China Intercontinental Press, 2008. ISBN 7508514076
  2. (em português) Jornal Tribuna de Macau - Página acessada em 10 de Novembro de 2010.
  3. www.telegraph.co.uk
  4. BBC Brasil

Ligações externas[editar | editar código-fonte]