J.Lo (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
J.Lo
Álbum de estúdio de Jennifer Lopez
Lançamento Estados Unidos 23 de Janeiro de 2001
Gravação Junho - Setembro de 2000
Gênero(s) R&B, pop, hip hop
Duração 62:11
Idioma(s) Inglês, Espanhol
Formato(s) CD, download digital
Gravadora(s) Epic
Produção Cory Rooney, Troy Oliver, Sean "Puffy" Combs, Ric Wake, Mario Winans, Dan Shea, Arnthor Birgisson, Manny Benito, Kip Collins, Ray Contreras, Jimmy Greco, Richie Jones, José R. Sanchez
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Jennifer Lopez
Último
Último
On the 6
(1999)
J to tha L-O!: The Remixes
(2002)
Próximo
Próximo
Singles de J.Lo
  1. "Love Don't Cost A Thing"
    Lançamento: 8 de Janeiro de 2001
  2. "Play"
    Lançamento: 24 de Abril de 2001
  3. "Ain't It Funny"
    Lançamento: 3 de Julho de 2001
  4. "I'm Real"
    Lançamento: 16 de Outubro de 2001

J. Lo é o segundo álbum de estúdio da cantora americana Jennifer Lopez, lançado em 2001 pela gravadora Epic Records. O álbum estreou em primeiro lugar na Billboard 200 com mais de 272.000 cópias vendidas na semana do seu lançamento,[1] permanecendo no Top 20 por seis semanas consecutivas, depois que o single "Love Don't Cost a Thing" atingiu o #3 na Billboard Hot 100. Mundialmente o álbum vendeu mais de 11 milhões de cópias.

Sobre o álbum[editar | editar código-fonte]

J.LO é um álbum pop que mistura o R&B, pop latino e dance-pop. O álbum inicia com a canção "Love Don't Cost a Thing" que tem estilo pop e fala sobre "um cara que tenta comprá-la com jóias e coisas caras" mas ela o rejeita, já que "ela apenas quer o amor dele". Stephen Thomas Erlewine do allmusic disse que a faixa é "insinuante", enquanto Sal Cinquemani da Slant Magazine a considerou uma "cópia de uma produção R&B de Rodney Jerkins: o "Darkchild".[2] A segunda faixa "I'm Real", uma das sete músicas que J. Lo compôs, fala sobre "ser ela mesma em uma relação" e é bem pop. Jon Pareles do Rolling Stone disse que: "ela oferece voluptuoso bons momentos, enquanto exclama "não me pergunte onde eu estive." Enquanto ela se gaba de que ela fez você se apaixonar, uma voz masculina canta: "Ela é uma v****, muito má."[3] Enquanto, Sal Cinquemani da Slant Magazine classificou-a como: "um pop retrô que lembra a fase Control da Janet Jackson".[2] A terceira faixa "Play" foi co-escrita pela cantora Christina Milian e fala sobre se divertir na pista de dança, enquanto a cantora pede ao DJ para tocar a sua música predileta. A faixa foi considerada "funky" e "dançante".[3] A quarta faixa "Walking on Sunshine" fala sobre dançar até o dia amanhecer. A faixa foi classificada como "pop trance" e que parece situar-se entre todas as aberturas, uma mistura louca de batidas, vocais suaves e uma canção feliz ".[3] [4] A quinta faixa "Ain't It Funny" fala sobre as ironias do amor e têm estilo latin pop. A faixa foi considerada como "contagiante", tendo um coro avassalador de cantoras de apoio cantando o refrão.[2] Jon Pareles do Rolling Stone achou que a canção parece "artificialmente latina para ser comparada a La Isla Bonita da Madonna".[3] A sexta faixa "Cariño" é uma mistura de salsa e pop latino. Jake Barnes do Yahoo! Music disse que a canção é mais original de Porto Rico e que pelo menos ela usa as suas raízes latinas", enquanto Tom Sinclair da Entertainment Weekly disse que "J.Lo demonstra bom gosto pela música latina".[4] [5] A sétima faixa "Come Over" é uma balada sensual, co-escrita pelo ex-namorado da cantora Sean Combs. A canção foi classificada como "uma carta de lúxuria apaixonada".[6] A revista Slant Magazine disse que a canção é uma cópia sem graça de "Any Time, Any Place" da Janet Jackson".[2] A oitava faixa "We Gotta Talk", a cantora canta sobre resolver uma situação embarasosa com um namorado. A revista "Slant Magazine" a classificou como "estereotipada" apresentando "vocais fracos".[2] A nona faixa "That's Not Me" é um hino-feminino e usa um ritmo acelerado, entrando em fusão com o dance, trance e pop. A canção usa piano, violão e, segundo Sal Cinquemani, Lopez apresenta "vocais complexos",que se bem usado, parece "uma fortuna".[2] A décima faixa "Dance with Me", a cantora fala sobre se divertir e dançar. A décima primeira faixa "Secretly" é uma balada e usa-se "estalos de dedos" e sinos.[2] Jake Byrnes da Yahoo disse que na canção "a cantora não consegue passar a emoção vocal como Mary J. Blige ou Whitney Houston."[4] A décima segunda faixa "I'm Gonna Be Alright" é uma canção R&B/pop e fala sobre uma decepção amorosa. A Slant Magazine disse que a canção é "formulaica",[2] enquanto Tom Sinclair da Entertainment Weekly disse que a canção é "otimista".[5] A décima terceira faixa "That's The Way" é produzida por Rodney "Darkchild" Jerkins. Tom Sinclair da "Entertainment Weekly disse que "tira o chapéu para a faixa R&B, que é agraciada com um som espacial ambiente",[5] enquanto Christian Ward da NME disse que "apesar de sua melodia sentimental, a canção tenha uma energia atraente".[6] A décima quarta faixa "Dame" é um dueto latino com o cantor Chayanne. A décima quinta faixa "Si Ya Se Acabó" é uma faixa latin pop que usa guitarras de flamenco, que de acordo com Sal Cinquemani da Slant é usada apenas para parecer uma versão de La Isla Bonita.[2] [6]

Singles[editar | editar código-fonte]

O primeiro single do álbum "Love Don't Cost a Thing" foi lançado no final de Dezembro de 2000 e se tornou um hit, ao alcançar o #1 no Reino Unido, Itália, França, Nova Zelândia, enquanto alcançou a posição #3 na Billboard Hot 100 dos Estados Unidos.[7] O segundo single Play foi lançado em Abril de 2001 e alcançou o top 10, na Bélgica, Suécia, Suiça, Canadá, Itália, Nova Zelândia, enquanto alcançou a posição #3 no Reino Unido e #18 nos Estados Unidos.[8] O terceiro single "Ain't It Funny" foi lançado em Julho de 2001. A canção alcançou o top 10 na Suíça, Suécia, Bélgica, Irlanda e a posição #3 no Reino Unido.[9] O quarto single I'm Real foi lançado em Outubro de 2001 e se tornou um mega hit, alcançando o top 10 em mais de 15 países, entre eles Austrália, Bélgica, Canadá, França, enquanto alcançando a posição #4 no Reino Unido e liderando a Billboard Hot 100 dos Estados Unidos.[10]

Promocionais[editar | editar código-fonte]

As faixas "Si Ya Se Acabó" e "Cariño" foram lançadas como single promocional na Espanha em 2001.[11] [12] Já "Walking on Sunshine" foi lançada como single promocional nos Estados Unidos.[13] A faixa alcançou a posição #35 na Billboard Hot Dance Club Play.[14] A faixa I'm Gonna Be Alright foi lançada como single do álbum de remixes J to tha L-O!: The Remixes na versão remix com o rapper Nas.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Edição padrão
# Título Compositor(es) Duração
1. "Love Don't Cost A Thing"   Damon Sharpe, Greg Lawson, Georgette Franklin, Jeremy Monroe, Amil Harris 3:41
2. "I'm Real"   L.E.S, Cory Rooney, Jennifer Lopez, Troy Oliver 4:58
3. "Play"   Rooney, Bagge, Birgisson, Christina Milian 3:32
4. "Walking On Sunshine"   Sean Combs, Lopez, Mario Winans, Jack Knight, Michael "Lo" Jones 3:46
5. "Ain't It Funny"   Rooney, Lopez 4:06
6. "Cariño"   Rooney, Lopez, Manny Benito, Neal Creque, Jose Sanchez, Frank Rodriguez, Guillermo Edghill Jr. 4:15
7. "Come Over"   Combs, Winans, Michelle Bell, Kip Colllins 4:53
8. "We Gotta Talk"   Rooney, Lopez, Oliver, Tina Morrison, Steve Estiverne, Joe Kelly 4:07
9. "That's Not Me"   Combs, Winans, Kandice Love 4:33
10. "Dance with Me"   Combs, Winans, J. Knight, M. Jones 3:54
11. "Secretly"   Rooney, Lopez, Oliver, Kalilah Shakir 4:25
12. "I'm Gonna Be Alright"   Rooney, Lopez, Oliver, Ronald LaPread, Sylvia Robinson, Clifon Nathaniel Chase, Lorraine Cheryl Cook, Anthony Guy O'Brien, Anthony Michael Wright 3:44
13. "That's the Way"   Rodney Jerkins, Fred Jerkins III, Nora Payne, LaShawn Daniels 3:53
14. "Dame" (com Chayanne) Jerkins, Jerkins III, M. Benito, Daniels 4:25
15. "Si Ya Se Acabó"   Benito, Jimmy Greco, Ray Contreras 3:37

Desempenho[editar | editar código-fonte]

Vendas e certificações[editar | editar código-fonte]

País / Certificadora Certificação Vendas
Argentina / CAPIF Platinum.png Platina[24] 80.000
Áustria / IFPI Gold.png Ouro[25] 10.000
Austrália / ARIA Double Platinum.png 2× Platina[26] 140.000
Brasil / ABPD Gold.png Ouro[27] 50.000
Canadá / Music Canada Double Platinum.png 2× Platina[28] 200.000
Europa / IFPI Double Platinum.png 2× Platina[29] 2.000.000
França / SNEP Double Gold.png 2× Ouro[30] 260.000[31]
Alemanha / IFPI Platinum.png Platina[32] 200.000
México / AMPROFON Gold.png Ouro[33] 80.000
Nova Zelândia / RIANZ Double Platinum.png 2× Platina[34] 30.000
Suíça / IFPI Double Platinum.png 2× Platina[35] 60.000
Reino Unido / BPI Platinum.png Platina[36] 300.000
Estados Unidos / RIAA Quadruple Platinum.png 4× Platina[37] 4.200.000
Mundo / IFPI 8.000.000[38]

Precessão e sucessão[editar | editar código-fonte]

Precedido por
1 de The Beatles
Primeira posição na European Top 100
3 de Fevereiro10 de Fevereiro de 2001
Sucedido por
No Angel de Dido
Precedido por
1 de The Beatles
Primeira posição na Swiss Albums Chart
4 de Fevereiro de 2001
Sucedido por
Homerun de Gotthard
Precedido por
1 de The Beatles
Primeira posição na German Albums Chart
5 de Fevereiro de - 19 de Fevereiro de 2001
Sucedido por
1 de The Beatles
Precedido por
1 de The Beatles
Primeira posição na Billboard 200
10 de Fevereiro de 2001
Sucedido por
Hot Shot de Shaggy
Precedido por
1 de The Beatles
Primeira posição na Polish Albums Chart
12 de Fevereiro - 19 de Fevereiro de 2001
Sucedido por
Golec uOrkiestra 2 de Golec uOrkiestra

Referências

  1. Lopez Bows At No. 1; O-Town, Dream Debut High5. Billboard. Página visitada em 31 de Janeiro de 2001.
  2. a b c d e f g h i Jennifer Lopez: J. Lo| Music Review|Slant Magazine Slant Magazine Acessado em 03 de junho de 2011
  3. a b c d J.LO by Jennifer Lopez| Rolling Stone| Music Reviews
  4. a b c Jennifer Lopez - 'J.LO' Album Review - Yahoo
  5. a b c J.LO Review| EW.com
  6. a b c [ http://www.nme.com/reviews/jennifer-lopez/3951 J.LO - NME Review]
  7. Love Don't Cost a Thing Charts
  8. Play Charts
  9. Ain't it Funny Charts
  10. I'm Real Charts
  11. Si Ya Se Acabo single
  12. Carino single
  13. Walking On Sunshine Single
  14. Hot Dance Club Play
  15. J.Lo (Bonus Track) > Charts & Awards > Billboard Albums. Allmusic. Página visitada em 2008-11-17.
  16. Jennifer Lopez – J.Lo – swisscharts.com. SwissCharts.com. Página visitada em 2008-11-17.
  17. European Top 20 Albums Chart – Week Commencing 5th February 2001 (PDF). Music & Media. Página visitada em 2008-11-17.
  18. Musicline.de – Jennifer Lopez – J.lo (em german). Musicline.de. Página visitada em 2008-11-17.
  19. Top 40 album- és válogatáslemez-lista – 2001. 20. hét (em hungarian). Mahasz. Página visitada em 2008-11-17.
  20. Irish Top 75 Artist Album, Week Ending 25 January 2001. Chart-Track. Página visitada em 2008-11-17.
  21. J.Lo – Oricon (em japanese). Oricon. Página visitada em 2008-11-27.
  22. Oficjalna lista sprzedaży – 12 February 2001. OLiS. Página visitada em 2008-11-28.
  23. Chart Stats – Jennifer Lopez – J Lo. Chart Stats. Arquivado do original em 2012-12-06. Página visitada em 2008-11-17.
  24. "Gold & Platinum certification on Argentina"
  25. "Gold & Platinum Database"
  26. "ARIA Charts - Accreditations - 2001 Albums"
  27. ABPD | Associação Brasileira de Produtores de Disco
  28. "Canadian Gold and Platinum certifications"
  29. "IFPI Platinum Europe Awards - 2002"
  30. "2001 2X Gold Certification of J. LO"
  31. "France estimated album sales"
  32. "Gold/Platin Datenbank durchsuchen"
  33. "JLO was certified platinum in Mexico"
  34. "New Zealand Top 50 Albums Chart" Retrieved February 17, 2001.
  35. "Switzerland searchable database"
  36. "The BPI database"
  37. "RIAA Gold and Platinum Certifications"
  38. Jennifer Lopez's Biography on Austrian BMG/Sony (em german). Sony/BMG Austria. Página visitada em 2009-07-06.