Línguas ramarramas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Os pontos vermelhos dentro do quadrado pequeno marcam a localização da família linguística Ramarama na Amazônia

A família linguística ramarrama[1] pertence ao tronco tupi e engloba a língua caro,[2] Antigamente, era conhecida por língua arara ou língua arara-caro. É falada pelos araras-de-rondônia.

Pensou-se, por muito tempo, haver outras línguas pertencentes à mesma família linguística ramarrama: entogapide (ou itogapuque), ramarrama, urucu, urumi e itangá. Percebeu-se, todavia, que se tratavam da mesma língua. Destarte, a língua caro é a única conhecida da família ramarrama.[3]

No que se refere à língua urumi, não há, todavia, consenso de que se trate da mesma língua caro, podendo tratar-se de idioma à parte, da mesma família ramarrama.[4]

Notas e referências

  1. Pela ortografia etnonímica, ramarama.
  2. Pela ortografia etnonímica, karo.
  3. Língua karo (em português).
  4. Ethnologue: Language Family Trees - Tupi, Ramarama