Marituba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Marituba
Bandeira de Marituba
Brasão de Marituba
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 22 de setembro
Fundação 22 de Setembro de 1994[1]
Gentílico maritubense[1]
Prefeito(a) Mário Filho (PSD)
(2013–2016)
Localização
Localização de Marituba
Localização de Marituba no Pará
Marituba está localizado em: Brasil
Marituba
Localização de Marituba no Brasil
01° 21' 18" S 48° 20' 31" O01° 21' 18" S 48° 20' 31" O
Unidade federativa Pará Pará
Mesorregião Metropolitana de Belém IBGE/2008 [2]
Microrregião Belém IBGE/2008 [2]
Região metropolitana Belém
Municípios limítrofes Benevides, Acará, Belém e Ananindeua
Distância até a capital 11 km
Características geográficas
Área 103,279 km² [3]
População 108 251 hab. IBGE/2010[4]
Densidade 1 048,14 hab./km²
Clima Tropical quente e úmido.
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,676 (PA: 5º) – médio PNUD/2010 [5]
PIB R$ 730 339,098 mil IBGE/2011[6]
PIB per capita R$ 6 589,01 IBGE/2011[6]
Página oficial

Marituba é uma cidade e um município brasileiro do estado do Pará, localizado na Região Metropolitana de Belém. O município tinha 108.251 habitantes, segundo estimativa 2007, e 103,279 km² de área. Foi criado em 1994, quando se emancipou do município de Ananindeua. Possui a terceira maior taxa de densidade demográfica do Pará, com 443,24 hab/km².

É considerada uma "cidade dormitório", visto que pelo menos dois terços de seus moradores trabalham e/ou estudam em municípios vizinhos durante o dia e somente retornam ás suas residências, em Marituba, á noite.

História[editar | editar código-fonte]

Marituba, antigo distrito de Benevides, foi elevado à categoria de município e distrito pela lei estadual nº 5857 de 22 de setembro de 1994.[1]

Bandeira[editar | editar código-fonte]

A bandeira do município de Marituba foi criada pela lei municipal n° 12, de setembro de 1997, na gestão do primeiro prefeito constitucional, Fernando de Souza Corrêa, idealizada pelo médico Dr. Francisco Besteiro.

As cores são: azul celeste, verde, branco e vermelho.

O azul celeste simboliza o céu. O verde, com o qual se escreve ”Marituba Pará”, simboliza as matas. A tarja branca, sob a circunscrição ”Marituba Pará”, o rio Amazonas. As duas listras brancas simbolizam respectivamente, os rios Guamá (listra branca superior) e Mocajatuba (listra branca inferior). As listras vermelhas simbolizam as 3 tentativas de emancipação: 1ª tentativa de emancipação (listra vermelha superior), 2ª tentativa (listra vermelha intermediária) e 3ª tentativa (listra vermelha inferior).

A bandeira também apresenta 3 estrelas. A primeira estrela, que apareceu na parte superior, representa Marituba. As duas estrelas que ficam na parte inferior simbolizam, respectivamente, Ananindeua, (estrela no canto inferior esquerdo) e Benevides (estrela no canto inferior direito)

Emancipação[editar | editar código-fonte]

Com uma forte propaganda sobre os benefícios da passagem de vila para município, foi realizado o plebiscito: compareceram 12.444 eleitores (57% dos eleitores aptos a votar). Disseram SIM à emancipação, 12.035 eleitores (96,1%) e NÃO, 257 eleitores (2,07%). Os votos brancos foram 64 (0,51%) e os nulos, 88 (0,71%), a partir do dia 21 de abril do ano de 1994 Marituba já era considerada município.

Localização[editar | editar código-fonte]

Marituba está localizada as margens da Rodovia BR 316 a altura do km 13. Faz limites com Ananindeua [oeste], Rio Guamá [sul], Santa Barbara do Pará [norte], Benevides [leste].

Limites Territoriais[editar | editar código-fonte]

Como foi visto, a Lei Nº 6.255 de 16 de novembro de 1999, de autoria do deputado estadual Martinho Carmona dá outra redação ao texto da Lei 5. 857 de 22 de setembro de 1994, assim os limites de Marituba ficam:

Com o município de Benevides – Começam no rio Mocajatuba, na foz do rio Benfica, seguindo pelo curso deste pelo talvegue até a foz do igarapé Itapepucu, seguindo pelo curso na sua montante até o seu afluente da margem esquerda, aquém da rodovia estadual PA-404, aproximadamente 250 metros, segue por este afluente até ser interceptado com o eixo da rodovia federal BR-316, deste ponto segue no sentido geral sul até a nascente do igarapé Uriboca, daí segue no sentido geral sudoeste até alcançar o rio Guamá, na confrontação da foz do igarapé Samaumapara ou Saumamaquara.

Com o município de Acará – Começam no rio Guamá confronte a foz do igarapé Samaumapara ou Saumamaquara e seguem para jusante pelo talvegue do rio Guamá até a ponta leste da ilha Negra.

Com o município de Belém – Começam no rio Guamá na ponta leste da ilha Negra e seguem para jusante pelo talvegue do rio Guamá, deixando para Belém a referida ilha até a foz do igarapé Oriboquinha.

Com o município de Ananindeua – Começam no rio Guamá, na foz do igarapé Oriboquinha, seguindo pelo curso deste, até sua nascente, daí por uma reta de aproximadamente 3.650 metros, no sentido noroeste até encontrar a nascente do igarapé Pato Macho, seguindo pelo o seu talvegue e jusante até sua foz no rio Ananindeua, deste ponto segue pelo rio Ananindeua, no seu talvegue e jusante até sua foz no rio Mocajatuba, daí segue o rio Mocajatuba pelo seu talvegue e jusante até a foz do rio Benfica.

Bairros[editar | editar código-fonte]

No início de 2000 existiam, pelo menos, oito grandes invasões, algumas como a do Che Guevara (Residencial Almir Gabriel), as margens da BR-316 foi uma das maiores da Região Metropolitana, sendo na atualidade a maior genuinamente maritubense, sendo que nos dias de hoje já é caracterizada como bairro. O município possui os seguintes bairros, conjuntos habitacionais e residenciais e comunidades rurais: bairro São João (dividido em comunidade Paulo Fonteles e Campo Verde – este bairro fica na divisa com Ananindeua), bairro Uriboca (dividido em Antigo, Novo e comunidades Aracanga e Santa Rita de Cássia), Centro (dividido em comunidades da Prainha, Boa Vista, Piçarreira e Mata), bairro Pedreirinha, bairro São José, bairro Dom Aristides,bairro São Francisco,bairro União, bairro Nossa Senhora da Paz,(conhecido também como Bairro Novo), Decouville (dividido em comunidades do Mirizal, Cecon, Japão, Santa Fé e Santa Clara, conjuntos Nova Marituba, Marituba I, Mário Couto, Beija Flor, Parque Imperial, Parque das Palmeiras, bairro Beira Rio (divido em comunidades do Beira Rio, Santa Lúcia I e Santa Lúcia II), Residencial Almir Gabriel (com a sua área urbana e a comunidade agrícola de Santo Amaro), Comunidades Agrícolas do Bela Vista e Riacho Doce, estas já na divisa com o município de Benevides.

Principais ruas[editar | editar código-fonte]

Rua Fernando Guilhon, Rua 1° de Maio (Antiga Rua da Assembleia), Rua Claudio Barbosa da Silva, Rua Antonio Bezerra Falcão, Avenida João Paulo II, Rua do Uriboca, Estrada da Pireli, Rua do Fio, Rua da Cerâmica, Rua Decouville, Rua Pedro Mesquita, Rua Raimundo Barbosa Santana, Rua da Assembleia e Rua Alfredo Calado,Rua dos navegantes

O município também é cortado pela Rodovia BR 316, num trecho de 7 km, e também tem início em Marituba a rodovia que da acesso a Alça-Viária, um complexo rodoviário que permite interligar a Grande Belém ao sul do Pará.

Economia e transportes[editar | editar código-fonte]

A CIDADE ainda serve como dormitório, sua economia é baixa e praticamente depende do comércio local, grande parte de seus habitantes trabalha e estuda em Belém e Ananindeua. A cidade é servida por linhas de ônibus urbanos e semi-urbanos, interligando-a com a capital e demais municípios da Grande Belém.as empresas de Ônibus que servem marituba são : AUTOVIÁRIA PARAENSE com as linhas marituba pátio belém,marituba ver-o-peso, marituba são brás e marituba icoaraci ; VIA LOC com marituba pátio belém,marituba ver-o-peso,marituba são brás,marituba icoaraci e marituba ufpa ; GUAJARÁ com marituba ufpa ;PRINCESA com icoaraci marituba e por fim a TRANS BARATA com

Crescimento desordenado[editar | editar código-fonte]

O ligeiro crescimento de Marituba, se deu ao fato da falta de espaço para o crescimento da Capital Belém e Ananindeua. Hoje o município conta com uma das maiores invasões da América Latina, o residencial Che-Guevara(atualmente bairro Almir Gabriel), que está localizado no km 16 da Br 316. Com o rápido inchaço da cidade, os limites do município começam a ser extrapolados, chegando a vizinha Benevides.

Referências

  1. a b c Marituba (PDF) IBGE. Visitado em 27/04/2011.
  2. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  3. IBGE (10 de outubro de 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Visitado em 5 de dezembro de 2010.
  4. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Visitado em 11 de dezembro de 2010.
  5. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Visitado em 11 de outubro de 2008.
  6. a b Título não preenchido, favor adicionar Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Visitado em 08 de março de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Pará é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.