Pinky, Elmyra & the Brain

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pinky, Elmyra & the Brain (br: Pinky, Felícia e o Cérebro) é um desenho americano de televisão, produzido pela Warner Bros. O desenho é a continuação de Pinky e o Cérebro.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Depois do Laboratório Acme ser destruído por umas das experiências de Cérebro, ele (Cérebro) e Pinky decidem ir embora. Os dois ficam sozinhos nas ruas e vão parar numa loja de animais. Felícia, a mesma personagem do desenho Tiny Toon, aparece na loja e os leva para sua casa (Felícia comprou uma tartaruga, e ganhou Pinky e Cérebro de brinde). Em sua casa, Felícia "cuida" de Pinky e Cérebro (os apertando até sufocarem, ou os usando como brinquedos). Cérebro continua tramando seus planos para tentar conquistar o mundo mas agora, além de Pinky, ele também tem Felícia para atrapalhá-lo.

Indicações e prêmios[editar | editar código-fonte]

Durante o seu curto prazo Pinky, Felícia e Cérebro foi aclamado pela crítica, ganhando prêmios importantes de animação. A série ganhou um prêmio Annie , em 1999, para "realização individual proeminente para a voz agindo de Produção de Televisão Animado". Tanto Rob Paulsen por sua vocalização de Pinky, e Cree Summer por sua vocalização de Felícia, foram nomeados na categoria, com Paulsen ganhar o prêmio. Nesse mesmo ano Pinky, Felícia e Cérebro foi nomeado para um outro prêmio Annie " realização individual proeminente para Diretor em uma produção Animated Television ",além de ser nomeado para um Emmy Award Daytime , " Programa de Animação de Outstanding Children ". A série também ganhou um Daytime Emmy Award , em 2000, por " Programa de Animação Infantil em circulação ".



O cancelamento[editar | editar código-fonte]

A decisão da Warner de juntar Pinky e Cérebro com a Felícia foi muito criticada, principalmente nos Estados Unidos. Peter Hasting, que foi um dos roteiristas de Pinky e o Cérebro, ficou tão revoltado com a Warner que resolveu deixar a empresa.

Tentando retalhar as críticas, a Warner Bros colocou na abertura do desenho uma cena em que Pinky e Cérebro são chutados para fora do prédio administrativo de uma emissora de TV, ao som da letra: O Pinky e o Cérebro vão ter que aceitar, é o que a emissora quer botar no ar. Vai se fazer o quê? A coisa é pra valer!

As críticas continuaram. O desenho não fez sucesso e, com apenas 13 episódios, os produtores optaram pelo cancelamento.

Dublagem[editar | editar código-fonte]

Curiosidade[editar | editar código-fonte]

  • A escola de Felícia estuda se chama Chuck Norris Junior High refere a o ator de Filmes de ação dos anos 80 Chuck Norris.


Ícone de esboço Este artigo sobre animação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.