Berhaneyesus Souraphiel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Berhaneyesus Souraphiel
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo de Adis Abeba
(direitos de imagem reservados)
Hierarquia
Papa Francisco
Congregação Pe. Tomaž Mavrič, CM
Atividade Eclesiástica
Congregação Congregação da Missão
Diocese Arquieparquia de Adis Abeba
Nomeação 7 de julho de 1999
Predecessor Dom Paulos Cardeal Tzadua
Mandato 1999 -
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 4 de julho de 1976
Adis Abeba
Nomeação episcopal 7 de novembro de 1997
Ordenação episcopal 25 de janeiro de 1998
Adis Abeba
por Dom Paulos Cardeal Tzadua
Nomeado arcebispo 7 de julho de 1999
Cardinalato
Criação 14 de fevereiro de 2015
por Papa Francisco
Ordem Cardeal-presbítero
Título São Romano Mártir
Brasão
Coat of arms of Berhaneyesus Demerew Souraphiel.svg
Lema Sub tuum præsidium
Dados pessoais
Nascimento Tchela Claka
14 de julho de 1948 (69 anos)
Nacionalidade etíope
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Berhane-Yesus Demerew Souraphiel[1] C.M. (14 de julho de 1948) é um cardeal da Igreja Católica Etíope, atual Arcebispo de Adis Abeba.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Berhaneyesus Demerew Souraphiel nasceu em 14 de julho de 1948, em Tchela Claka, perto de Harar, na Etiópia. Ele estudou no Seminário Maior Makanissa e entrou na Congregação da Missão (popularmente conhecido como Lazaristas ou Vicentinos). Foi ordenado sacerdote católico em 4 de julho de 1976 e se formou em sociologia na Pontifícia Universidade Gregoriana.[2]

Em 1990 tornou-se Superior Provincial dos lazaristas em Addis Abeba. Em 1994, ele foi nomeado como prefeito do Vicariato Apostólico de Jimma-Bonga.[2] Em 7 de novembro de 1997, foi escolhido como bispo-auxiliar de Addis Abeba e foi consagrado bispo em 25 de janeiro de 1998 pelo Cardeal Paulos Tzadua, auxiliado por Yohannes Woldegiorgis, bispo-titular de Forma e vigário apostólico de Meki, e por Woldetensaé Ghebreghiorghis, O.F.M. Cap., bispo-titular de Asuoremixta e vigário apostólico de Harar. Em 7 de julho de 1999, sucedeu ao Cardeal Paulos Tzadua como Arcebispo de Addis Abeba, recebendo o pálio em 29 de junho de 1999 do Papa João Paulo II na Basílica de São Pedro.[1]

Em dezembro de 2008, ele foi um de uma dezenas de figuras religiosas etíopes, que aprovou uma resolução contra a homossexualidade, exortando os legisladores etíopes para endossar a proibição da atividade homossexual na Constituição local.[3]

Em 2009, o Papa Bento XVI nomeou-o membro da Congregação para as Igrejas Orientais, um cargo que ainda ocupa.

Em 9 de maio de 2014, durante uma visita ad limina a Assembléia dos Bispos Católicos da Etiópia, Souraphiel teve a oportunidade de conhecer o Papa Francisco, que reiterou seu apoio para a construção da Universidade Católica da Etiópia. Na ocasião, o Papa e o Primaz da Igreja Católica Etíope trocaram cartas de apoio mútuo.

Em 4 de janeiro de 2015, o Papa Francisco anunciou a sua criação como cardeal, no Consistório Ordinário Público de 2015.[1][4] Foi criado cardeal-presbítero de São Romano Mártir, recebendo o chapéu vermelho e o anel cardinalício em 14 de fevereiro.

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Berhaneyesus Souraphiel


Precedido por
Juan Vargas Aruquipa
Brasão arquiepiscopal
Bispo-titular de Bita

19971999
Sucedido por
Tomáš Galis
Precedido por
Paulos Tzadua
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Adis Abeba

1999
Sucedido por
'
Precedido por
Criação do titulus
Brasão Cardinalício
Cardeal-presbítero de São Romano Mártir

2015
Sucedido por
'