Joseph Coutts

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Joseph Coutts
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo de Karachi
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese de Karachi
Nomeação 25 de janeiro de 2012
Predecessor Dom Evarist Pinto
Mandato 2012 - atualidade
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 9 de janeiro de 1971
por Dom Felicissimus Alphonse Raeymaeckers
Nomeação episcopal 5 de maio de 1988
Ordenação episcopal 16 de setembro de 1988
por Dom Bonaventure Patrick Paul, O.F.M.
Nomeado arcebispo 25 de janeiro de 2012
Cardinalato
Criação 28 de junho de 2018
por Papa Francisco
Ordem Cardeal-presbítero
Título San Bonaventura da Bagnoregio
Dados pessoais
Nascimento Amritsar
21 de julho de 1945 (73 anos)
Nacionalidade indiano
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Joseph Coutts (Amritsar, 21 de julho de 1945) é um prelado paquistanês da Igreja Católica, arcebispo de Karachi desde 2012. Ele foi bispo de Faisalabad de 1998 a 2012.

Em maio de 2018, o papa Francis anunciou que faria Coutts cardeal em 29 de junho.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ele nasceu em Amritsar, Índia Britânica em 21 de julho de 1945.[1] Coutts recebeu seu treinamento religioso no seminário de Cristo Rei em Karachi e foi ordenado sacerdote em Lahore, Paquistão, em 9 de janeiro de 1971.[2]

Após a ordenação, concluiu estudos eclesiásticos em Roma de 1973 a 1976 e tornou-se professor de filosofia e sociologia no Seminário Regional de Cristo Rei, Carachi, reitor do Seminário Menor de Santa Maria, Lahore, e vigário geral diocesano de 1986 a 1988.[2]

Em 5 de maio de 1988, foi nomeado bispo coadjutor de Hyderabad no Paquistão pelo papa João Paulo II e consagrou um bispo em 16 de setembro. Ele escolheu como seu lema episcopal a palavra Harmonia.[3] Ele se tornou Bispo de Hyderabad em 1 de setembro de 1990.[1] Em 27 de junho de 1998, foi nomeado bispo de Faisalabad.

Coutts é o presidente de longa data da Caritas Paquistão e dirigiu seus esforços de socorro a terremotos em 2005.[4]

Em Faisalabad, ele desenvolveu laços com eruditos e clérigos muçulmanos.[2] A Universidade Católica de Eichstätt-Ingolstadt, na Alemanha, concedeu ao Bispo Coutts o Prêmio Shalom de 2007 por seu compromisso com o diálogo inter-religioso no Paquistão. Por 25 anos, o prêmio foi concedido a pessoas e projetos que trabalham pelos direitos humanos.[5]

Em 25 de janeiro de 2012, o Papa Bento XVI nomeou Bispo Coutts como Arcebispo de Karachi para suceder o Arcebispo Evarista Pinto.[6][7] Antecipando seu retorno à cidade onde havia estudado e ensinado, ele enfatizou os desafios impostos pela explosão populacional provocada pelos refugiados da cidade e pelas "explosões esporádicas de violência e terrorismo" que se tornaram uma característica da vida em Karachi.[2]

Tanto em Faisalabad quanto em Karachi, ele fez campanha contra a lei de blasfêmia do Paquistão, que ele acredita ser facilmente manipulada para ataques pessoais ou para atacar minorias religiosas por ofensas insubstanciais ou fingidas.[8][9] Em Karachi, ele estabeleceu múltiplas conexões para o diálogo inter-religioso entre muçulmanos e católicos, visando a aceitação pela população em geral e maior compreensão por parte dos líderes políticos e religiosos.[3]

Coutts foi hospitalizado com pneumonia e incapaz de viajar para Roma para receber seu palio, o símbolo de seu status como arcebispo metropolitano, do papa Bento 16 em junho de 2012.[4]

Ele foi presidente da Conferência Episcopal Católica do Paquistão de 2011 a 2017.[1][10]

Em 20 de maio de 2018, o Papa Francisco anunciou que faria de Coutts um cardeal no consistório marcado para 29 de junho.[11]

Referências

  1. a b c «Annuncio di Concistoro il 29 giugno per la creazione di nuovi Cardinali, 20.05.2018» (Nota de imprensa). Holy See Press Office. 20 de maio de 2018. Consultado em 21 de maio de 2018. 
  2. a b c d Khokhar, Shafique (27 de janeiro de 2012). «Multiethnic Karachi, a challenge for Mgr Coutts in his new mission». AsiaNews. Consultado em 21 de maio de 2018. 
  3. a b Affatato, Paolo (22 de maio de 2018). «Harmony bearer Joseph Coutts, new Cardinal in Pakistan». La Stampa. Consultado em 28 de maio de 2018. 
  4. a b O'Connell, Gerard (28 de junho de 2012). «Coutts, the passionate advocate of peace and dialogue». La Stampa. Arquivado do original em 27 de agosto de 2012 
  5. «Bishop of Faisalabad awarded the Shalom Prize for 2007». AsiaNews. Consultado em 21 de maio de 2018. 
  6. «Rinunce e Nomine, 25.01.2012» (Nota de imprensa) (em italiano). Holy See Press Office. 25 de janeiro de 2012. Consultado em 21 de maio de 2018. 
  7. Speciale, Alessandro (25 de janeiro de 2012). «Pope names new archbishop of Karachi». UCANews. Arquivado do original em 24 de fevereiro de 2012 
  8. «Pakistani Christians: Second-Class Citizens?». Zenit. 6 de junho de 2010. Consultado em 21 de maio de 2018. 
  9. «Archbishop of Karachi: Blasphemy law causes problems for both Christians and Muslims». Rome Reports. 3 de abril de 2018. Consultado em 21 de maio de 2018. 
  10. «Archbishop of Karachi Joseph Coutts to be elevated as cardinal». Express Tribune. 20 de maio de 2018 
  11. Tornielli, Andrea (20 de maio de 2018). «Concistoro a giugno, ecco i nuovi cardinali di Francesco» (em italiano). La Stampa. Consultado em 20 de maio de 2018. 

Link Web[editar | editar código-fonte]