Joseph Zen Ze-kiun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Joseph Zen Ze-kiun
Cardeal da Igreja Católica
Bispo-emérito de Hong Kong
Hierarquia
Papa Francisco
Reitor-mor Pe. Ángel Fernández Artime, S.D.B.
Atividade eclesiástica
Congregação Congregação salesiana
Diocese Diocese de Hong Kong
Nomeação 23 de setembro de 2002
Entrada solene 20 de outubro de 2002
Predecessor John Baptist Cardeal Wu Cheng-chung
Sucessor John Cardeal Tong Hon
Mandato 2002 - 2009
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 11 de fevereiro de 1961
Turim
por Dom Maurilio Cardeal Fossati
Nomeação episcopal 13 de setembro de 1996
Ordenação episcopal 9 de dezembro de 1996
Catedral da Imaculada Conceição de Hong Kong
por Dom John Baptist Cardeal Wu Cheng-chung
Cardinalato
Criação 24 de março de 2006
por Papa Bento XVI
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santa Maria Mãe do Redentor em Tor Bella Monaca
Brasão
Coat of arms of Joseph Zen Ze-kiun.svg
Lema IPSI CURA EST
Dados pessoais
Nascimento Xangai
13 de janeiro de 1932 (89 anos)
Nacionalidade chinês
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Joseph Zen Ze-kiun, S.D.B. (Xangai, 13 de janeiro de 1932) (Chinês tradicional: 陳日君樞機, Pinyin: Chén Rìjūn) é um cardeal católico chinês, bispo-emérito de Hong Kong.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ele cresceu em um bairro pobre da periferia de Xangai, onde quando menino gostava de ir em família a uma igreja salesiana no topo de uma colina nos arredores da cidade.[1] Ingressou na Sociedade São Francisco de Sales de São João Bosco (Salesianos) no noviciado de Hong Kong.[1] em 16 de agosto de 1949 fez seus primeiros votos e em 16 de agosto de 1955, os votos solenes dos Salesianos.[2] Ainda estudou teologia em casas de estudo salesianas em Turim, na Itália,[1] onde em 11 de fevereiro de 1961 foi ordenado padre por Maurilio Fossati, arcebispo de Turim.[1][2] Estudou também na Pontifícia Universidade Salesiana de Roma, conquistando a licenciatura em teologia e doutorado em filosofia.[1]

Retornou a Hong Kong e ocupou diversos cargos nas comunidades salesianas daquela cidade, como professor do Seminário de Hong Kong até 1973, inspetor de sua congregação, presidente da Associação dos Superiores Maiores, Superior Provincial dos Salesianos para a China "externa", ou seja, Hong Kong, Macau e Taiwan, entre 1978 e 1983. Também foi professor em seminários da Igreja oficial e clandestina em várias áreas da China, de 1983 a 1996.[1]

Eleito bispo-coadjutor de Hong Kong (Xianggang) em 13 de setembro de 1996, foi consagrado em 9 de dezembro, na Catedral da Imaculada Conceição de Hong Kong, pelo cardeal John Baptist Wu Cheng-chung, bispo de Hong Kong, assistido pelo cardeal Peter Seiichi Shirayanagi, arcebispo de Tóquio, e por Charles Asa Schleck, arcebispo-titular da África, secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos.[1][2] Sucedeu como Bispo de Hong Kong em 23 de setembro de 2002.[3][4][5][6]

Em 22 de fevereiro de 2006, foi anunciada a sua criação como cardeal pelo Papa Bento XVI, no Consistório de 24 de março, em que recebeu o barrete vermelho e o título de cardeal-presbítero de Santa Maria Mãe do Redentor em Tor Bella Monaca.[1][2]

Em 15 de abril de 2009, o Papa Bento XVI aceitou sua renúncia ao governo pastoral da diocese de Hong Kong em conformidade com o cânon 401, §1, do Código de Direito Canônico.[1][2] Ele é um dos cardeais que celebrou a missa tridentina após a Reforma litúrgica.

Ficou conhecido pelas suas posições firmes em assuntos relacionados com a defesa dos direitos humanos, da liberdade política e da liberdade religiosa, o que lhe valeu as críticas do Partido Comunista da China.[7] É um crítico ferrenho da atual atuação da Igreja frente a renovação da Concordata entre a Santa Sé e a China.[8]

Conclaves[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i The Cardinals of the Holy Roman Church
  2. a b c d e Catholic Hierarchy
  3. «Cardeal Joseph Zen Zekiun | Fratres in Unum.com». fratresinunum.com. Consultado em 27 de janeiro de 2018 
  4. «Além Mar - Cardeal Joseph Zen Ze-Kiun - O povo chinês está a ser esmagado». www.alem-mar.org. Consultado em 27 de janeiro de 2018 
  5. «Cardeal Zen pede que China detenha perseguição contra cristãos» 
  6. Caroline. «O cardeal Zen pede que a "Igreja clandestina" não seja abandonada - Instituto Humanitas Unisinos - IHU». www.ihu.unisinos.br. Consultado em 27 de janeiro de 2018 
  7. «'We need a miracle,' retired Hong Kong cardinal says on security law». Crux (em inglês). 4 de junho de 2020. Consultado em 9 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 9 de outubro de 2020 
  8. «China/Vaticano.- El cardenal de Hong Kong critica los planes del Vaticano para renovar su acuerdo con China». Notimérica (em espanhol). 4 de outubro de 2020. Consultado em 9 de outubro de 2020. Cópia arquivada em 9 de outubro de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Joseph Zen Ze-kiun

Precedido por
John Baptist Wu Cheng-chung
External Ornaments of a Bishop.svg
Bispo de Hong Kong

20022009
Sucedido por
John Tong Hon
Precedido por
James Aloysius Hickey
External Ornaments of a Cardinal Bishop.svg
Cardeal-presbítero de Santa Maria Mãe
do Redentor em Tor Bella Monaca

2006
Sucedido por