Café Santa Clara

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Merge-arrow 2.svg
Este artigo ou secção deverá ser fundido com Grupo 3 Corações. (desde dezembro de 2016)
Se discorda, discuta sobre esta fusão aqui.

O Café Santa Clara é uma marca comercial de alimentos brasileiro pertencente ao grupo 3 Corações. Em 2005 ganhou o prêmio "Melhores do Agronegócio" da Editora Globo[1].

História[editar | editar código-fonte]

O Café Santa Clara tem início em 1959 com João Alves de Lima, em São Miguel, Rio Grande do Norte, que comercializava o café em grão cru e depois com o café beneficiado.

Seu premeiro nome comercial era café Nossa Sra de Fatima, somente 1985 foi remoneado para Café Santa Clara.

Na década de 1988 a empresa implantou uma filial em Mossoró, iniciando a expansão e consolidação da empresa no Rio Grande do Norte. No ano de 1989 foi a vez do mercado cearense, com a instalação de uma fábrica no município de Eusébio, na Região Metropolitana de Fortaleza.

Em 1993 foi instalado em Mossoró, o Moinho Santa Clara, um empreendimento voltado à fabricação de produtos derivados do milho.

Em dezembro de 2005, a proprietaria do Café Santa Clara, anunciou uma joint venture com o "Café 3 Corações", empresa israelense do grupo Strauss-Elite, com sede em Minas Gerais, constituindo uma nova empresa o Grupo 3 Corações.

Com suas marcas consagradas pelo consumidor, ocupa o primeiro lugar no segmento de cafés torrado e moído e primeiro no segmento de cappuccino no ranking nacional segundo dados da Nielsen.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Santo de casa». Globo Rural. 30 de agosto de 2005. Consultado em 21 de maio de 2009 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]