Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino Sub-16 de 2019

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Campeonato Brasileiro Feminino Sub-16 de 2019
Dados
Participantes 12
Organização Confederação Brasileira de Futebol
Período 715 de dezembro
Gol(o)s 72
Partidas 22
Média 3,27 gol(o)s por partida
Campeã São Paulo (1.º título)
Vice-campeã Santos
3.ª colocada Ferroviária
4.ª colocada Vitória
Soccerball.svg 2020 ►►

O Campeonato Brasileiro Feminino Sub-16 de 2019 foi a primeira edição desta competição futebolística de categoria de base da modalidade feminina organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Foi disputada por doze agremiações entre os dias 7 e 15 de dezembro. O clássico San-São, por sua vez, protagonizou a decisão.[1] Na ocasião, o São Paulo venceu o rival pelo placar mínimo e conquistou o título inédito.[2][3][4][5]

Após a conquista, as jogadoras do São Paulo falaram sobre a conquista. Isabelle, autora do único gol da final, exaltou sua felicidade por ajudar a equipe.[6] Já a meia-campista Maria Eduarda citou o pouco tempo de trabalho e enalteceu o esforço coletivo.[7]

Formato e participantes[editar | editar código-fonte]

A CBF divulgou o regulamento e a tabela detalhada do Campeonato Brasileiro Feminino Sub-16 de 2019 em novembro, quando a entidade também anunciou as cidades mineiras de Belo Horizonte, Nova Serrana e Sete Lagoas como sedes.[8] O torneio foi disputado em quatro fases, sendo as duas primeiras por pontos corridos e as duas últimas em partidas eliminatórias. Na primeira, as doze agremiações foram divididas em três grupos, pelos quais os integrantes disputaram jogos de turno único contra os adversários do próprio chaveamento.[9][10] Após três rodadas, os líderes de cada grupo e o melhor segundo colocado se classificaram para a semifinal. Esta, por sua vez, foi composta por partidas eliminatórias e os vencedores prosseguiram para a final.[9][10]

Para esta edição, a organização convidou os oito melhores clubes da primeira divisão e para os semifinalistas da segunda.[11] Todos os clubes aceitaram o convite, com exceção do Palmeiras, que acabou sendo substituído pelo Vitória.[11] Os doze participantes desta edição foram:[9][10]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Os resultados das partidas da competição estão apresentados nos chaveamentos abaixo. A primeira fase foi disputada por pontos corridos, com os seguintes critérios de desempates sendo adotados em caso de igualdades: número de vitórias, saldo de gols, número de gols marcados, número de cartões vermelhos recebidos, número cartões amarelos recebidos e sorteio. Por outro lado, as fases eliminatórias consistiram de partidas de ida. Conforme preestabelecido no regulamento, as equipes vitoriosas avançaram para a final, enquanto os perdedores disputaram o terceiro lugar.[12][13]

Primeira fase[editar | editar código-fonte]

Equipes classificadas às fases finais
Equipes classificadas para o índice técnico
Equipes eliminadas

Grupo A[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1.ª São Paulo Santos 6 3 2 0 1 10 4 +6
2.ª São Paulo Corinthians 5 3 1 2 0 3 2 +1
3.ª Rio de Janeiro Flamengo 4 3 1 1 1 5 8 –3
4.ª Minas Gerais Cruzeiro 1 3 0 1 2 2 6 –4

Grupo B[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1.ª São Paulo Ferroviária 9 3 3 0 0 10 4 +6
2.ª Rio Grande do Sul Internacional 4 3 1 1 1 5 4 +1
3.ª São Paulo Audax 3 3 1 0 2 5 7 –2
4.ª Santa Catarina Kindermann 1 3 0 1 2 2 7 –5

Grupo C[editar | editar código-fonte]

Pos Equipe Pts J V E D GP GC SG
1.ª Bahia Vitória 6 3 2 0 1 7 4 +3
2.ª São Paulo São Paulo 6 3 2 0 1 4 1 +3
3.ª São Paulo São José-SP 3 3 1 0 2 4 6 –2
4.ª Rio Grande do Sul Grêmio 3 3 1 0 2 3 7 –4

Índice técnico[editar | editar código-fonte]

Equipes classificadas às fases finais
Equipes eliminadas
Pos Equipes Pts J V E D GP GC SG
1.ª São Paulo São Paulo 6 3 2 0 1 4 1 +3
2.ª São Paulo Corinthians 5 3 1 2 0 3 2 +1
3.ª Rio Grande do Sul Internacional 4 3 1 1 1 5 4 +1

Fases finais[editar | editar código-fonte]

  Semifinais Final
13 de dezembro, Belo Horizonte
 São Paulo Ferroviária  1  
 São Paulo São Paulo  6  
 
15 de dezembro, Belo Horizonte
     São Paulo São Paulo  1
   São Paulo Santos  0
Terceiro lugar
13 de dezembro, Belo Horizonte 15 de dezembro, Belo Horizonte
 São Paulo Santos  1  São Paulo Ferroviária (p.)  1 (4)
 Bahia Vitória  0    Bahia Vitória  1 (3)

Referências

  1. «São Paulo e Santos decidem o Brasileiro Feminino Sub-16». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 14 de dezembro de 2019. Consultado em 10 de junho de 2021. Cópia arquivada em 21 de setembro de 2020 
  2. «São Paulo vence Santos e é campeão do Brasileiro Feminino Sub-16». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 15 de dezembro de 2019. Consultado em 10 de junho de 2021. Cópia arquivada em 6 de maio de 2021 
  3. «São Paulo é campeão do Brasileirão Feminino sub-16». Portalmorada.com.br. 15 de dezembro de 2019. Consultado em 10 de junho de 2021. Cópia arquivada em 10 de junho de 2021 
  4. Rafael Freitas (15 de dezembro de 2019). «São Paulo vence Santos e é Campeão Brasileiro sub-16». Olimpiadatododia.com.br. Consultado em 10 de junho de 2021. Cópia arquivada em 18 de dezembro de 2019 
  5. «BRASILEIRO FEMININO SUB-16: São Paulo conquista título em decisão sobre o Santos». Futebolinterior.com.br. 15 de dezembro de 2019. Consultado em 10 de junho de 2021. Cópia arquivada em 13 de junho de 2021 
  6. «Autora do gol do título, Isabelle comemora momento único pelo São Paulo». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 15 de dezembro de 2019. Consultado em 16 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2019 
  7. «Duda exalta trabalho e superação do São Paulo em título Brasileiro Sub». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 15 de dezembro de 2019. Consultado em 16 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 17 de dezembro de 2019 
  8. «Confira as sedes do Brasileirão Feminino Sub-16, disputado em Minas Gerais». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 26 de novembro de 2019. Consultado em 10 de junho de 2021. Cópia arquivada em 14 de agosto de 2020 
  9. a b c «Ferroviária disputará o Brasileiro Feminino Sub-16». Portalmorada.com.br. 4 de dezembro de 2019. Consultado em 10 de junho de 2021. Cópia arquivada em 13 de junho de 2021 
  10. a b c «Brasileiro feminino Sub-16 começa com boas vitórias». Olimpiadatododia.com.br. 7 de dezembro de 2019. Consultado em 10 de junho de 2021. Cópia arquivada em 25 de setembro de 2020 
  11. a b Renata Mendonça (13 de novembro de 2019). «CBF cria Brasileiro feminino sub-16 , mas clubes têm de 'improvisar' times». Dibradoras.blogosfera.uol.com.br. Consultado em 10 de junho de 2021. Cópia arquivada em 26 de junho de 2020 
  12. «Regulamento Específico da Competição Campeonato Brasileiro Feminino Sub-16 de 2019» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 17 de outubro de 2021. Cópia arquivada (PDF) em 13 de junho de 2021 
  13. «Tabela detalhada do Campeonato Brasileiro Feminino Sub-16 de 2019» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 17 de outubro de 2021. Cópia arquivada (PDF) em 13 de junho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]