Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino Sub-20

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Campeonato Brasileiro Feminino Sub-20
Dados gerais
Organização Confederação Brasileira de Futebol
Edições 3
Número de equipes 24
Sistema misto
Soccerball current event.svg Edição atual
editar

O Campeonato Brasileiro Feminino Sub-20 é uma competição futebolística de categoria de base da modalidade feminina organizada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Foi a primeira competição nacional de base feminina e surgiu com o objetivo de suprir uma lacuna da modalidade e atender as necessidades dos clubes brasileiros.

De 2019 a 2021, o torneio foi disputado na categoria sub-18; contudo, em 2022, a entidade alterou a faixa etária como uma iniciativa para possibilitar a continuidade do processo de formação e desenvolvimento das jogadoras. O regulamento, por sua vez, permaneceu o mesmo desde a primeira edição. O torneio conta com a participação de 24 agremiações sendo disputado num sistema misto que mantém sua extensão inalterada em treze datas. Apesar dessa estabilidade, algumas mudanças no regulamento ocorreram, tais como a quantidade de cidades sedes e duma edição excepcional, na qual o saldo de gols foi excluído como critério de desempate nas fases eliminatórias. O primeiro campeão foi o Internacional.

História[editar | editar código-fonte]

O estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu, recebeu a finalíssima da primeira edição.[1]

Em julho de 2019, a CBF anunciou a criação da primeira competição nacional de base feminina com o intuito de suprir uma lacuna da modalidade e atender as necessidades dos clubes brasileiros.[2][3] Na mesma ocasião, a entidade confirmou a implementação da nova competição e detalhou o formato e o regulamento: a primeira edição do torneio contou com 24 equipes, que foram divididas em seis grupos sediados em seis cidades do país.[2][3] O primeiro campeão do Campeonato Brasileiro Feminino Sub-18 foi o Internacional, que superou o São Paulo na decisão.[4][5]

No ano seguinte, os eventos futebolísticos foram suspensos na primeira quinzena de março por causa da pandemia de COVID-19.[6][7][8] Por conseguinte, o cronograma de competições femininas foi revisto e a realização de algumas postergadas para 2021.[9][10] Dessa forma, a segunda edição foi disputada entre os meses de janeiro e março de 2021.[10] O regulamento das fases eliminatórias sofreu uma alteração: o saldo de gols deixou de ser um critério de desempate.[11] O Fluminense, inclusive, aproveitou dessa mudança e conquistou o título nas penalidades mesmo sofrendo uma goleada para o Internacional na finalíssima.[12][13] Após o término do torneio, ambos os clubes foram julgados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por irregularidade na final.[14] O clube carioca foi punido em três pontos, enquanto o adversário perdeu seis pontos.[15][16][17] Apesar disso, a vantagem obtida pelo clube carioca no confronto se manteve.[18]

Em 2021, Internacional e São Paulo chegaram às fases finais pelo terceiro ano consecutivo. No entanto, dessa vez, a equipe paulista eliminou a adversária e venceu a decisão contra o Corinthians.[19][19] Para o ano de 2022, a CBF reformulou as faixas etárias de suas competições de base feminina com o intuito de possibilitar a continuidade do processo de formação e desenvolvimento das jogadoras.[20] Por conseguinte, o campeonato passou a contemplar a categoria sub-20.[21]

Transmissão televisiva[editar | editar código-fonte]

No dia 3 de maio de 2019, a CBF confirmou um acordo com a plataforma de streaming MyCujoo (atual Eleven Sports) para transmissão de oito competições, incluindo o Campeonato Brasileiro Feminino Sub-20.[22] Desde então a mesma transmitiu todos jogos realizados pela competição.[2]

Além desse acordo, a entidade mantém vínculos contratuais com outros parceiros para transmissão das fases finais. Em 2019, o portal GloboEsporte.com também transmitiu a decisão.[23] Nos anos seguintes, o canal SporTV televisionou as partidas das fases semifinais e final.[24][25][26]

Formato[editar | editar código-fonte]

O formato da competição se manteve semelhante ao longo dos anos: um sistema de disputa misto. Nas duas primeiras fases, os participantes são divididos em grupos enfrentando adversários do próprio chaveamento com o objetivo de somar pontos. Para a primeira edição, as partidas foram realizadas nas cidades de Bálsamo, Belém, Caçador, Ceilândia, Flores da Cunha e São Lourenço da Mata.[3] No entanto, com o agravamento da pandemia de COVID-19, o número de sedes foi sendo reduzido a ponto de somente Sorocaba sediar a edição de 2021.[27][28]

Ainda nas primeiras fases, os jogos são disputados em poucas datas. Na fase inicial, cada participante joga seis vezes enquanto na segunda fase esse número é reduzido pela metade. Mais tarde, quatro agremiações se qualificam para fases eliminatórias que levam até a final.[29] Para a segunda edição, uma mudança no regulamento excluiu o saldo de gols como critério de desempate nas fases eliminatórias.[11] Esta, contudo, não vigorou para a edição seguinte.[29]

Campeões[editar | editar código-fonte]

Categoria sub-18
Ano Final Semifinalistas
Campeão Placares Vice
2019
Detalhes
Rio Grande do Sul
Internacional
1 – 0
1 – 1
São Paulo
São Paulo
Amazonas
Iranduba
São Paulo
Santos
2020
Detalhes
Rio de Janeiro
Fluminense
2 – 1
1 – 4
7 – 6 (pên.)
Rio Grande do Sul
Internacional
São Paulo
Santos
São Paulo
São Paulo
2021
Detalhes
São Paulo
São Paulo Cscr-featured.png
3 – 0
2 – 0
São Paulo
Corinthians
São Paulo
Ferroviária
Rio Grande do Sul
Internacional
Cscr-featured.png Conquistou o título de forma invicta.
Categoria sub-20
Ano Final Semifinalistas
Campeão Placares Vice
2022
Detalhes
Rio Grande do Sul
Internacional
2 – 0
2 – 2
São Paulo
São Paulo
Rio de Janeiro
Flamengo
Rio Grande do Sul
Grêmio

Títulos por clube[editar código-fonte]

Clube Título Vice Semifinal
Rio Grande do Sul Internacional 2 (2019 e 2022) 1 (2020) 1 (2021)
São Paulo São Paulo 1 (2021) 1 (2019 e 2022) 1 (2020)
Rio de Janeiro Fluminense 1 (2020)
São Paulo Corinthians 1 (2021)
São Paulo Santos 2 (2019 e 2020)
Amazonas Iranduba 1 (2019)
São Paulo Ferroviária 1 (2021)
Rio de Janeiro Flamengo 1 (2022)
Rio Grande do Sul Grêmio 1 (2022)

Títulos por federação[editar código-fonte]

Federação Título Vice Semifinal
 São Paulo 1 (2021) 2 (2019 e 2021) 4 (2019, 2020 e 2021)
 Rio Grande do Sul 1 (2019) 1 (2020) 2 (2021 e 2022)
 Rio de Janeiro 1 (2020) 1 (2022)
 Amazonas 1 (2019)

Títulos por região[editar código-fonte]

Região Título Vice Semifinai
Sudeste 2 (2019 e 2021) 3 (2019, 2021 e 2022) 5 (2019, 2020, 2021 e 2022)
Sul 2 (2019 e 2022) 1 (2020) 2 (2021 e 2022)
Norte 1 (2019)

Referências

  1. «São Paulo e Internacional decidem título inédito do Brasileiro Feminino Sub-18». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 17 de outubro de 2019. Consultado em 30 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 19 de outubro de 2019 
  2. a b c «Brasileiro Feminino Sub-18 começa nesta terça com quatro jogos na rodada inicial». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 9 de julho de 2019. Consultado em 30 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 30 de setembro de 2021 
  3. a b c «CBF divulga tabela do Brasileiro Feminino sub-18 com 'maratona'». Terra. 5 de julho de 2019. Consultado em 30 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 24 de julho de 2019 
  4. «Internacional empata com o São Paulo e é campeão do Brasileiro Feminino Sub-18». GloboEsporte.com. Consultado em 30 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 30 de setembro de 2021 
  5. Renata de Medeiros (17 de outubro de 2019). «Inter supera o São Paulo e conquista o primeiro Brasileirão sub-18 feminino». Zero Hora. Consultado em 30 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 30 de setembro de 2021 
  6. «CBF suspende competições de âmbito nacional por tempo indeterminado». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 15 de março de 2020. Consultado em 13 de março de 2021. Cópia arquivada em 20 de março de 2020 
  7. «Por coronavírus, CBF suspende todos os torneios nacionais». Gazeta Esportiva. 15 de março de 2020. Consultado em 13 de março de 2021. Cópia arquivada em 3 de abril de 2020 
  8. Cláudia Soares Rodrigues (15 de março de 2020). «CBF suspende todos os campeonatos nacionais por tempo indeterminado». Agência Brasil. Consultado em 13 de março de 2021. Cópia arquivada em 18 de setembro de 2020 
  9. «CBF divulga calendário revisado do Futebol Feminino para temporada 2020». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 17 de julho de 2020. Consultado em 25 de maio de 2021. Cópia arquivada em 14 de agosto de 2020 
  10. a b «CBF divulga novo calendário do Futebol Feminino para temporada 2020». Gazeta Esportiva. 17 de julho de 2020. Consultado em 25 de maio de 2021. Cópia arquivada em 25 de maio de 2021 
  11. a b «Regulamento Específico da Competição: Campeonato Brasileiro Feminino Sub-18 2020» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol. Consultado em 1 de setembro de 2021. Cópia arquivada (PDF) em 13 de junho de 2021 
  12. «É campeão! Fluminense vence Internacional nos pênaltis e conquista Brasileirão Sub-18 Feminino». ge. 20 de março de 2021. Consultado em 1 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 13 de junho de 2021 
  13. «Fluminense conquista Campeonato Brasileiro feminino sub-18». Agência Brasil. 21 de março de 2021. Consultado em 1 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 5 de maio de 2021 
  14. «Fluminense e Inter serão julgados no STJD por suposta irregularidade na final do Brasileiro Feminino Sub-18». ge. 26 de maio de 2021. Consultado em 1 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 1 de setembro de 2021 
  15. Valéria Possamai (28 de maio de 2021). «STJD pune Inter e Fluminense com perda de pontos por irregularidades no Brasileirão Feminino sub-18». Gauchazh.clicrbs.com.br. Consultado em 1 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 28 de maio de 2021 
  16. Felipe Siqueira (28 de maio de 2021). «STJD pune Fluminense em 3 pontos e Inter em 6 por escalações irregulares na final do Feminino Sub-18». ge. Consultado em 1 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 1 de setembro de 2021 
  17. «STJD pune Fluminense em 3 pontos e Inter em 6 por escalações irregulares na final do Feminino Sub-18». Lance!. 28 de maio de 2021. Consultado em 1 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 28 de maio de 2021 
  18. «COMISSÃO PUNE INTER E FLU POR ESCALAÇÃO IRREGULAR». Website oficial do Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Consultado em 1 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 1 de setembro de 2021 
  19. a b Fernando Gavini (10 de outubro de 2021). «São Paulo bate Corinthians de novo e é campeão brasileiro sub-18 invicto». Olimpiadatododia.com.br. Consultado em 10 de outubro de 2021. Cópia arquivada em 10 de outubro de 2021 
  20. «CBF adotará novas categorias de base no futebol feminino em 2022». ESPN.com.br. 10 de novembro de 2021. Consultado em 23 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 23 de novembro de 2021 
  21. «Futebol feminino: calendário de 2022 terá quatro competições nacionais». Agência Brasil. 22 de novembro de 2021. Consultado em 23 de novembro de 2021. Cópia arquivada em 23 de novembro de 2021 
  22. «CBF e MyCujoo firmam parceria para transmissão de oito competições». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 3 de maio de 2019. Consultado em 24 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 5 de maio de 2019 
  23. «Internacional e São Paulo abrem decisão do Brasileiro Feminino Sub-18». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 8 de outubro de 2019. Consultado em 30 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 21 de setembro de 2020 
  24. «São Paulo enfrenta o Corinthians na final do Brasileiro Feminino sub-18; veja datas e horários». Lance!. 13 de setembro de 2021. Consultado em 30 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 14 de setembro de 2021 
  25. «Com transmissão do Sportv, semifinais do Brasileiro Feminino Sub-18 começam neste sábado». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 26 de fevereiro de 2021. Consultado em 30 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 5 de março de 2021 
  26. «CBF divulga tabela detalhada das semifinais do Brasileiro Feminino Sub-18». Website oficial da Confederação Brasileira de Futebol. 24 de agosto de 2021. Consultado em 30 de setembro de 2021. Cópia arquivada em 1 de setembro de 2021 
  27. «Com 24 equipes e Fla-Flu na abertura, Brasileirão feminino sub-18 tem início nesta terça-feira». ge. 5 de julho de 2021. Consultado em 9 de julho de 2021. Cópia arquivada em 6 de julho de 2021 
  28. «Brasileiro feminino sub-18 tem início em Sorocaba». Cruzeiro do Sul. 7 de julho de 2021. Consultado em 9 de julho de 2021. Cópia arquivada em 9 de julho de 2021 
  29. a b «Regulamento Específico da Competição Campeonato Brasileiro Feminino Sub-18 de 2021» (PDF). Confederação Brasileira de Futebol. Cópia arquivada (PDF) em 4 de julho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]