Copa Brasil de Futebol Infantil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Não confundir com Copa do Brasil de Futebol Sub-15.

A Copa Brasil de Futebol Infantil, conhecida também por Copa Votorantim, é uma competição de futebol Sub-15 realizada anualmente na cidade de Votorantim, no estado de São Paulo. É uma das principais competições da categoria infantil, ao lado da Copa do Brasil de Futebol Sub-15 e da Copa Nike. É tradicional no calendário do futebol de base do Brasil.[1] A competição se inicia no mês de janeiro de cada ano e seus jogos são realizados no Estádio Municipal Domenico Paolo Metidieri e no Sesi.

História[editar | editar código-fonte]

São Paulo conquista as duas primeiras edições[editar | editar código-fonte]

A primeira edição do torneio ocorreu em 1991 e disputado por doze equipes. O São Paulo derrotou o Bahia pelo placar mínimo e sagrou-se campeão.[2] Corinthians e a Seleção Paulista encerraram o torneio na terceira e quarta posição, respectivamente.[3] No ano seguinte, o clube paulista repetiu o feito e conquistou o bicampeonato, desta vez derrotando o Corinthians na final. O terceiro lugar, por sua vez, ficou com o Internacional, que derrotou a equipe da Secretaria de Esportes e Turismo de São Paulo.[2]

Torneio retorna com três títulos do Juventus e um do Vitória[editar | editar código-fonte]

2002-2007: Cruzeiro e Corinthians dominam e Atlético-PR conquista o primeiro título[editar | editar código-fonte]

2008-2011: Domínio da dupla Grenal[editar | editar código-fonte]

Em 2008, os quatro clubes de São Paulo participaram do torneio. O São Paulo, no entanto, foi a única equipe do estado que chegou até as semifinais e chegou a decisão ao eliminar o Internacional. O Grêmio, por sua vez, conquistou o título ao vencer os paulistas por 2 a 0.[2] Dois anos depois, a equipe gaúcha voltou a conquistar o troféu ao derrotar o Palmeiras na prorrogação. O Grêmio havia eliminado o Atlético Mineiro nas semifinais.

O Fluminense, por sua vez, realizou suas melhores campanhas na competição. A equipe carioca alcançou as semifinais em 2008 e 2010, além dos vices campeonatos em 2009 e 2011. Em ambas as decisões, o clube do Rio de Janeiro foi derrotado pelo Internacional.[2]

2012-2016: São Paulo é pentacampeão, e as inéditas conquistas de Coritiba e Flamengo[editar | editar código-fonte]

As três decisões seguintes do torneio foram decididas nas penalidades. Em 2012, Coritiba e Grêmio se enfrentaram na decisão após eliminarem Internacional e Corinthians nas semifinais, respectivamente.[4] Após um empate no tempo regulamentar e na prorrogação, a equipe paranaense triunfou nas decisões por pênaltis e conquistou o primeiro título.[2]

As duas edições seguintes foram conquistadas pelo São Paulo e, como consequência, a equipe assumiu o posto de maior campeão do torneio, ultrapassando o Juventus.[5] Curiosamente, o clube paulista repetiu as finais das duas primeiras edições: contra Bahia e Corinthians. Em 2013, triunfos sobre os rivais Santos e Palmeiras, respectivamente nas quartas e semifinais, colocaram o São Paulo na decisão, que foi vencida nas penalidades.[2] No ano seguinte, o título veio ao vencer o Corinthians, também nos pênaltis.[2] Dois anos depois, o Coritiba colocou-se na final contra o São Paulo. O clube paranaense, no entanto, sofreu a virada nos acréscimos e perdeu a partida por 4 a 3.[6]

Em 2015, o Flamengo interrompeu a série de títulos do São Paulo ao derrotar o rival nas quartas de final.[7] O clube carioca ainda eliminou o Corinthians antes de vencer o Grêmio, conquistando o título pela primeira vez.[8]

2017-2019: Flamengo bicampeão, Palmeiras e Avaí conquistam seus primeiros títulos[editar | editar código-fonte]

Na edição de 2017, Flamengo e Palmeiras triunfaram nas semifinais sobre Cruzeiro e São Paulo, respectivamente.[9] Como consequência, os clubes protagonizaram a decisão, conquistada pelos cariocas após uma vitória pelo placar mínimo. O Flamengo, portanto, venceu o torneio pela segunda vez.[10] No ano seguinte, os clubes voltaria a se enfrentar na final. Desta vez, o Flamengo eliminou Figueirense na semifinal, enquanto o Palmeiras superou o Cruzeiro.[11] O clube paulista descontou a derrota sofrida na última edição e conquistou o título pela primeira vez.[12]

A vigésima quarta edição sofreu com baixa verba de orçamento.[13] Além disso, os tradicionais clubes do estado de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais não participaram.[14] Após as quartas de final, Avaí, Criciúma, Grêmio e Internacional classificaram-se como semifinalistas.[15] Após derrotar o Grêmio, o Avaí triunfou sobre o Internacional e conquistou seu primeiro título da edição.[16]

Edições[editar | editar código-fonte]

Ano Final Semifinalistas Participantes
Campeão Placar(es) Vice
1991
Detalhes
São Paulo
São Paulo
1 – 0 Bahia
Bahia
São Paulo
Corinthians
São Paulo
Seleção Paulista
12
1992
Detalhes
São Paulo
São Paulo
1 – 0 São Paulo
Corinthians
Rio Grande do Sul
Internacional
São Paulo
Secretaria de Esportes e
Turismo de São Paulo
15
O torneio não disputado entre 1993 e 1997
1998
Detalhes
São Paulo
Juventus
? – ? São Paulo
São Paulo
Flag of None.svg
???
Flag of None.svg
???
?
1999
Detalhes
São Paulo
Juventus
2 – 0 Rio de Janeiro
Flamengo
Minas Gerais
América Mineiro
Paraná
Coritiba
2000
Detalhes
Bahia
Vitória
4 – 0 Rio Grande do Sul
Grêmio
Minas Gerais
Cruzeiro
Flag of None.svg
???
2001
Detalhes
São Paulo
Juventus
0 – 0
(0 – 0 pro)
(3 – 2 pen)
Minas Gerais
Cruzeiro
São Paulo
Guarani
Flag of None.svg
Grêmio
2002
Detalhes
Minas Gerais
Cruzeiro
? – ? São Paulo
Corinthians
Flag of None.svg
???
Flag of None.svg
???
20
2003
Detalhes
São Paulo
Corinthians
2 – 0 São Paulo
Seleção de Votorantim
Rio Grande do Sul
Internacional
Flag of None.svg
???
16
2004
Detalhes
São Paulo
Corinthians
1 – 0 Rio Grande do Sul
Internacional
Flag of None.svg
???
Flag of None.svg
???
2005
Detalhes
Minas Gerais
Cruzeiro
2 – 2
(pro)
São Paulo
Corinthians
Rio Grande do Sul
Internacional
São Paulo
São Paulo
2006
Detalhes
Minas Gerais
Cruzeiro
0 – 0
(0 – 0 pro)
(pen)
Rio Grande do Sul
Internacional
Minas Gerais
Atlético Mineiro
Flag of None.svg
???
2007
Detalhes
Paraná
Atlético Paranaense
1 – 0 Minas Gerais
Cruzeiro
Rio Grande do Sul
Internacional
São Paulo
São Paulo
2008
Detalhes
Rio Grande do Sul
Grêmio
2 – 0 São Paulo
São Paulo
Rio de Janeiro
Fluminense
Rio Grande do Sul
Internacional
16
2009
Detalhes
Rio Grande do Sul
Internacional
2 – 1 Rio de Janeiro
Fluminense
Minas Gerais
Cruzeiro
Ceará
Fortaleza
16
2010
Detalhes
Rio Grande do Sul
Grêmio
0 – 0
(1 – 0 pro)
São Paulo
Palmeiras
Minas Gerais
Atlético Mineiro
Rio de Janeiro
Fluminense
18
2011
Detalhes
Rio Grande do Sul
Internacional
1 – 0 Rio de Janeiro
Fluminense
Minas Gerais
Atlético Mineiro
São Paulo
Seleção de Votorantim
16
2012
Detalhes
Paraná
Coritiba
2 – 2
(2 – 2 pro)
(5 – 4 pen)
Rio Grande do Sul
Grêmio
São Paulo
Corinthians
Rio Grande do Sul
Internacional
16
2013
Detalhes
São Paulo
São Paulo
1 – 1
(4 – 2 pen)
Bahia
Bahia
Rio Grande do Sul
Grêmio
São Paulo
Palmeiras
16
2014
Detalhes
São Paulo
São Paulo
0 – 0
(5 – 4 pen)
São Paulo
Corinthians
Minas Gerais
Atlético Mineiro
Santa Catarina
Figueirense
16
2015
Detalhes
Rio de Janeiro
Flamengo
1 – 0 Rio Grande do Sul
Grêmio
São Paulo
Corinthians
Santa Catarina
Figueirense
16
2016
Detalhes
São Paulo
São Paulo
4 – 3 Paraná
Coritiba
Rio Grande do Sul
Internacional
Pernambuco
Sport
16
2017
Detalhes
Rio de Janeiro
Flamengo
1 – 0 São Paulo
Palmeiras
Minas Gerais
Cruzeiro
São Paulo
São Paulo
16
2018
Detalhes
São Paulo
Palmeiras
0 – 0
(4 – 2 pen)
Rio de Janeiro
Flamengo
Minas Gerais
Cruzeiro
Santa Catarina
Figueirense
16
2019
Detalhes
Santa Catarina
Avaí
2 – 1 Rio Grande do Sul
Internacional
Santa Catarina
Criciúma
Rio Grande do Sul
Grêmio
16

Títulos por clube[editar | editar código-fonte]

Clube Títulos Vices
São Paulo São Paulo 5 2
Minas Gerais Cruzeiro 3 2
São Paulo Juventus 3 0
São Paulo Corinthians 2 4
Rio Grande do Sul Grêmio 2 3
Rio Grande do Sul Internacional 2 3
Rio de Janeiro Flamengo 2 2
São Paulo Palmeiras 1 2
Paraná Coritiba 1 1
Paraná Atlético Paranaense 1 0
Santa Catarina Avaí 1 0
Bahia Vitória 1 0
Bahia Bahia 0 2
Rio de Janeiro Fluminense 0 2

Títulos por estado[editar | editar código-fonte]

Estado Títulos Vices
São Paulo São Paulo 11 9
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul 4 6
Minas Gerais Minas Gerais 3 2
Paraná Paraná 2 1
Rio de Janeiro Rio de Janeiro 2 4
Bahia Bahia 1 2
Santa Catarina Santa Catarina 1 0

Títulos por região[editar | editar código-fonte]

Região Títulos Vices
BandeirasSudesteBrasil.gif Sudeste 16 13
BandeirasSulBrasil.gif Sul 7 7
BandeirasNordesteBrasil.gif Nordeste 1 2

Referências

  1. «Alojamentos, estádio e times: saiba mais sobre a Copa Brasil Infantil». GloboEsporte.com. Consultado em 14 de janeiro de 2016 
  2. a b c d e f g «Votorantim - 20 Edições da Copa Brasil de Futebol Infantil» (PDF). votorantim.sp.gov.br. Consultado em 13 de março de 2019. Cópia arquivada (PDF) em 13 de março de 2019 
  3. «Ju chega em 5º na I Copa Brasil de Futebol Infantil». Pioneiro: 15. 17 de janeiro de 1991. Consultado em 23 de março de 2019. Cópia arquivada em 23 de março de 2019 
  4. «Copa Brasil sub-15 de Votorantim: Corinthians entre os semifinalistas». globoesporte.globo.com. 27 de janeiro de 2012. Consultado em 13 de março de 2019. Cópia arquivada em 13 de março de 2019 
  5. «São Paulo bate Corinthians nos pênaltis e volta a ser o maior vencedor da Copa Votorantim». SuperFutebol. 26 de janeiro de 2014. Consultado em 29 de janeiro de 2015. Arquivado do original em 30 de janeiro de 2015 
  6. «COPA VOTORANTIM 2016: SÃO PAULO LEVA TÍTULO PELA QUINTA VEZ COM VITÓRIA EM CIMA DO CORITIBA POR 4 X 3». f24.com.br. 24 de janeiro de 2016. Consultado em 13 de março de 2019. Cópia arquivada em 13 de março de 2019 
  7. Mantuan, Eric (20 de janeiro de 2015). «Flamengo elimina o São Paulo nos pênaltis e vai à semi de torneio sub-15». GloboEsporte.com. Consultado em 25 de janeiro de 2015 
  8. de Oliveira, Natália (25 de janeiro de 2015). «Flamengo vence o Grêmio e conquista título inédito da Copa Brasil sub-15». GloboEsporte. Consultado em 25 de janeiro de 2015 
  9. «Com um gol em cada tempo, Flamengo bate o São Paulo e é finalista no sub-15». globoesporte.globo.com. Consultado em 13 de março de 2019. Cópia arquivada em 22 de janeiro de 2017 
  10. «Flamengo vence Palmeiras e conquista bicampeonato da Copa do Brasil sub-15». opopular.com.br. 22 de janeiro de 2017. Consultado em 13 de março de 2019. Cópia arquivada em 13 de março de 2019 
  11. «Flamengo vence e disputa a final da Copa Sub-15 com o Palmeiras». gazetadevotorantim.com.br. 20 de janeiro de 2018. Consultado em 13 de março de 2019. Cópia arquivada em 13 de março de 2019 
  12. «Palmeiras é campeão da Copa Brasil Sub-15». jornalcruzeiro.com.br. 21 de janeiro de 2018. Consultado em 13 de março de 2019. Cópia arquivada em 13 de março de 2019 
  13. Kaká Martins (25 de outubro de 2018). «Novidades na Copinha de 2019». gazetadevotorantim.com.br. Consultado em 13 de março de 2019. Cópia arquivada em 13 de março de 2019 
  14. «Copa Votorantim de Futebol Sub-15 começa nesta quinta-feira (17)». jornalcruzeiro.com.br. 17 de janeiro de 2019. Consultado em 13 de março de 2019. Cópia arquivada em 5 de fevereiro de 2019 
  15. Vinicius Fernandes (26 de janeiro de 2019). «Avaí e Internacional estão na final da Copa Votorantim». Consultado em 13 de março de 2019. Cópia arquivada em 13 de março de 2019 
  16. Vinicius Fernandes (28 de janeiro de 2019). «Avaí conquista título inédito da Copa Votorantim». Consultado em 13 de março de 2019. Cópia arquivada em 13 de março de 2019 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]