Diocese de Caratinga

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diocese de Caratinga
Caratingensis
Brasão da Diocese de Caratinga
Localização
País  Brasil
Arquidiocese metropolitana Arquidiocese de Mariana
Estatísticas
População 713.170[1]
Área 14.927 km²
Informação
Rito Romano
Criação 15 de dezembro de 1915 (104 anos)[2]
Padroeiro(a) São João Batista
Governo da diocese
Bispo Emanuel Messias de Oliveira
Jurisdição diocese
Página oficial www.diocesecaratinga.org.br
dados em catholic-hierarchy.org

A Diocese de Caratinga é uma circunscrição eclesiástica brasileira criada em 1915. Pertence à Província Eclesiástica de Mariana.

A sé episcopal está na Catedral de São João Batista, localizada em Caratinga, no estado brasileiro de Minas Gerais. O bispo diocesano é Dom Emanuel Messias de Oliveira, desde 20 de maio de 2011.

Dados geográficos[editar | editar código-fonte]

A Diocese de Caratinga situa-se na região leste meridional do Estado de Minas Gerais, no Vale do Rio Doce e Zona da Mata. Faz parte do Regional Leste II da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). Os seus limites são: ao norte e nordeste, Diocese de Governador Valadares; a oeste e noroeste, Diocese de Itabira-Coronel Fabriciano; a oeste e sudoeste a Arquidiocese de Mariana; a sudoeste e ao sul, Diocese de Leopoldina; ao sul, a Diocese de Campos/RJ; a sudeste, a Diocese de Cachoeiro do Itapemirim/ES; e a leste, Arquidiocese de Vitória/ES.[3]

A diocese tem a extensão de 14.927 km² e está dividida em 54 municípios, sendo 2 em parte. Sua população, segundo o censo de 2010, é 674.954 habitantes[4].

História[editar | editar código-fonte]

A diocese de Caratinga foi criada pelo papa Bento XV, aos 15 de dezembro de 1915,[2] desmembrada da Arquidiocese de Mariana, por meio da bula Pastorale Romani Pontificis Officium. Foi instalada aos 7 de março de 1920, com a posse de Dom Carloto Fernandes da Silva Távora, que governou a diocese assessorado por monsenhor Aristides Marques da Rocha.[3]

Governo diocesano[editar | editar código-fonte]

O atual bispo diocesano é dom Emanuel Messias de Oliveira (desde 2011), o ofício de vigário geral é de Pe. José Carlos de Oliveira.

A diocese é governada sob o auxílio do Conselho Pastoral Diocesano. Cada forania tem um representante pastoral, o vigário forâneo. O planejamento das atividades da diocese é realizado nas Assembleia Diocesanas de Pastoral. A instância jurídica que oficializa as decisões é a Cúria Diocesana situada em Caratinga, sede da diocese.

Divisão administrativa[5][6][7][8][9][10][editar | editar código-fonte]

Fachada da Catedral de São João Batista, sé episcopal, em Caratinga.

A diocese de Caratinga é composta por 54 municípios, sendo dois deles em parte: Santa Margarida e Raul Soares. Deste, fazem parte da diocese os distritos de Vermelho Velho, São Vicente da Estrela e São Sebastião do Óculo, que compõem a Paróquia de São Francisco de Assis de Vermelho Velho, e o distrito de Santana do Tabuleiro, pertencente à paróquia de Vermelho Novo (o distrito sede do município é também sede paroquial e o distrito de Bicuíba pertence à Paróquia Santo Antônio, de Granada, município de Abre Campo, ambas da Arquidiocese de Mariana); daquele, apenas o distrito sede do município pertence à diocese, sendo sede da Paróquia de Santa Margarida de Antioquia (o distrito de Ribeirão de São Domingos é sede paroquial e pertence à Arquidiocese de Mariana).

Dos 54 municípios, 11 não são sedes paroquiais, ou seja, fazem parte de paróquias com sede em outro município. Além de Vermelho Velho, outros 4 distritos (2 de Caratinga e 2 de Manhuaçu) são sedes paroquiais. As cidades de Caratinga, Manhuaçu e Carangola, possuem mais de uma paróquia em seus distritos sedes: 6, 2 e 2, respectivamente. No total, compreende 54 paróquias distribuídas em 6 foranias:

A Forania de Caratinga compreende um total de 13 paróquias:

  • São João Batista - Catedral - Bairro Centro - Caratinga;
  • Coração Eucarístico de Jesus (Santuário) - Bairro Santa Zita - Caratinga;
  • São Judas Tadeu - Bairro Limoeiro - Caratinga;
  • Nossa Senhora da Conceição - Bairro Centro - Caratinga;
  • Nossa Senhora do Carmo - Bairro Esplanada - Caratinga (e Piedade de Caratinga);
  • Senhor Bom Jesus (Santuário) - Bairro Santa Cruz - Caratinga;
  • Nossa Senhora Imaculada Conceição - Distrito de Dom Lara - Caratinga;
  • Santa Bárbara - Santa Bárbara do Leste;
  • Santa Rita de Cássia - Santa Rita de Minas;
  • São Francisco de Assis - Distrito de Vermelho Velho - Raul Soares;
  • Nossa Senhora Imaculada Conceição - Vermelho Novo;
  • Santa Efigênia - Córrego Novo (e Pingo d'Água);
  • Senhor Bom Jesus (Santuário) - Bom Jesus do Galho.

A Forania de Inhapim compreende um total de 12 paróquias:

  • São Sebastião - Inhapim;
  • São Domingos de Gusmão - Ubaporanga;
  • Nossa Senhora do Rosário - Entre Folhas;
  • São José - Vargem Alegre;
  • Nossa Senhora da Penha - Ipaba;
  • Santo Estêvão - Iapu (e Bugre);
  • São João Batista - São João do Oriente;
  • Nossa Senhora Aparecida - Dom Cavati;
  • São Sebastião - Tarumirim;
  • São Sebastião - São Sebastião do Anta;
  • Nossa Senhora das Dores - São Domingos das Dores;
  • Santa Ana - Imbé de Minas.

A Forania de Ipanema compreende um total de 7 paróquias:

  • Santo Antônio de Pádua - Ipanema (e Taparuba);
  • Santo Antônio de Pádua - Distrito de Santo Antônio do Manhuaçu - Caratinga;
  • Nossa Senhora da Penha - Pocrane;
  • São Manoel - Mutum;
  • Nossa Senhora da Conceição - Conceição de Ipanema (e São José do Mantimento);
  • Nossa Senhora do Amparo - Chalé;
  • Nossa Senhora de Nazaré - Lajinha.

A Forania de Manhuaçu compreende um total de 9 paróquias:

  • São Lourenço - Bairro Centro - Manhuaçu;
  • Bom Pastor - Bairro Bom Pastor - Manhuaçu (e Reduto);
  • Nossa Senhora Mãe dos Homens - Martins Soares;
  • São Sebastião - Durandé;
  • Santa Ana - Santana do Manhuaçu;
  • São Simão - Simonésia;
  • São Luís Gonzaga - Luisburgo;
  • Senhor Bom Jesus (Santuário) - Manhumirim;
  • Nossa Senhora da Conceição - Alto Jequitibá (e Alto Caparaó).

A Forania de Santa Margarida[11] compreende um total de 6 paróquias:

  • Santa Margarida de Antioquia - Santa Margarida;
  • São Sebastião - Orizânia;
  • São João Batista - São João do Manhuaçu;
  • Nossa Senhora do Rosário - Distrito de Vilanova - Manhuaçu;
  • Santa Helena - Caputira;
  • São Sebastião - Distrito de São Sebastião do Sacramento - Manhuaçu.

A Forania de Carangola compreende um total de 7 paróquias:

  • Santa Luzia (Santuário) - Bairro Centro - Carangola;
  • Nossa Senhora Aparecida - Bairro Triângulo - Carangola;
  • Nossa Senhora Imaculada Conceição - Tombos (e Pedra Dourada);
  • Divino Espírito Santo - Divino;
  • São Sebastião - Espera Feliz (e Caiana e Caparaó);
  • São Mateus - Faria Lemos;
  • São Francisco de Assis - São Francisco do Glória (e Fervedouro);

Dentro desse conjunto existem 735 igrejas filiais ou capelas, 884 Comunidades Eclesiais de Base (149 urbanas e 735 rurais, com 4.892 Grupos de Reflexão, e 1.161 núcleos de catequese).[12][13]

Organização pastoral[editar | editar código-fonte]

Palácio Episcopal em Caratinga

A diocese atua com as seguintes pastorais: Pastoral Familiar, da Criança, da Juventude, Catequética, da Educação Religiosa, da Liturgia, Vocacional, das CEBs, e da Comunicação. Os movimentos e associações leigas presentes são: Sociedade de São Vicente de Paulo, Apostolado da Oração do Sagrado Coração de Jesus, Legião de Maria e Renovação Carismática Católica (RCC).

O setor vocacional conta com seminários: Seminário Diocesano de Nossa Senhora do Rosário (Caratinga), Seminário Propedêutico São José (Ubaporanga), Seminário Apostólico Nossa Senhora do Santíssimo Sacramento (Manhumirim), o Convento Nossa Senhora do Carmo - Postulantado da OCD (Caratinga), o Convento São José - Noviciado da OCD (Piedade de Caratinga) e também uma etapa formativa da Congregação dos Sacramentinos do Santíssimo Sacramento (SSS) em Caratinga.

Os institutos religiosos com a presença de padres na diocese são: a Congregação do Santíssimo Sacramento, Missionários Sacramentinos de Nossa Senhora, Ordem dos Irmãos Carmelitas Descalços.

Na cidade de Dom Cavati, localiza-se a sede do movimento de maior expressão: o Movimento da Boa Nova (Mobon).

Meios de comunicação[editar | editar código-fonte]

Os órgãos de comunicação que são pertencentes ou parceiros da diocese são: periódicos (Revista Diretrizes, Tribuna do Leste, Jornais Vicentinos), emissoras de rádio (Rádio Sociedade A Voz de Manhumirim, Rádio Sociedade de Manhuaçu, Rádio Clube de Inhapim). As editoras são: Gráfica-Editora Dom Carloto, Editora O Lutador.

A revista mensal Diretrizes foi fundada em janeiro de 1958, por dom José Eugênio Corrêa e monsenhor Raul Motta de Oliveira. O periódico é impresso pela Gráfica-Editora Dom Carloto, também a serviço da circunscrição eclesiástica.

Bispos[editar | editar código-fonte]

# Nome Período Notas
Bispos
Dom Emanuel Messias de Oliveira 2011 - Atual.
Dom Hélio Gonçalves Heleno 1978 - 2011
Dom José Eugênio Corrêa 1957 - 1978
Dom João Batista Cavati, CM 1938 - 1956
Dom José Maria Parreira Lara 1935 - 1936
Dom Carloto Fernandes da Silva Távora 1920 - 1933
Dom Manuel Nogueira Duarte 1918 - 1919 Não aceito.
Dom Joaquim Mamede da Silva Leite 1918 - 1918 Nomeação não surtiu efeito.


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Diocese de Caratinga