François Fillon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
François Fillon
François Fillon
Primeiro-ministro Flag of France.svg França
Mandato de 17 de Maio de 2007 - 15 de maio de 2012
Antecessor(a) Dominique de Villepin
Vida
Nascimento 4 de Março de 1954 (60 anos)
Le Mans
Dados pessoais
Partido UMP
linkWP:PPO#França

François Fillon (Le Mans, Sarthe, 4 de Março de 1954) é um político francês e foi primeiro-ministro do seu país de 17 de Maio de 2007 a 13 de novembro de 2010 e de 14 de novembro de 2010 a 16 de maio de 2012. É membro do partido UMP.

Foi ministro do trabalho no governo de Jean-Pierre Raffarin em 2002 onde tomou várias reformas controversas entre as quais se encontram a das 35 horas de trabalho semanal e a do sistema de reforma. Tornou-se Ministro da educação em 2004, e propôs a muito debatida Lei Fillon na Educação. Em 2005 não foi incluído no recém-formado governo encabeçado por Dominique de Villepin, mas foi eleito senador de Sarthe. O seu papel como conselheiro político na campanha eleitoral de Sarkozy valeu-lhe o lugar de chefia do governo. Pediu a demissão em 13 de novembro de 2010, pedido que foi aceite por Sarkozy.[1] , Contudo Sarkozy indigitou-o para formar novo governo, no dia seguinte.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre François Fillon
Precedido por
Dominique de Villepin
Primeiro-ministro da França
2007 - 2012
Sucedido por
Jean-Marc Ayrault
Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Referências[editar | editar código-fonte]