Raymond Poincaré

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Raymond Poincaré
Primeiro-Ministro da França França
Período 23 de julho de 1926
a 26 de julho de 1929
Presidente Gaston Doumergue
Antecessor(a) Édouard Herriot
Sucessor(a) Aristide Briand
Período 15 de janeiro de 1922
a 1 de junho de 1924
Presidente Alexandre Millerand
Antecessor(a) Aristide Briand
Sucessor(a) Frédéric François-Marsal
10º Presidente da França França
Período 18 de fevereiro de 1913
a 18 de fevereiro de 1920
Primeiros-ministros
Antecessor(a) Armand Fallières
Sucessor(a) Paul Deschanel
Primeiro-Ministro da França França
Período 21 de janeiro de 1912
a 21 de janeiro de 1913
Presidente Armand Fallières
Antecessor(a) Joseph Caillaux
Sucessor(a) Aristide Briand
Vida
Nome completo Raymond Nicolas Landry Poincaré
Nascimento 20 de agosto de 1860
Bar-le-Duc, Lorena, França
Morte 15 de outubro de 1934 (74 anos)
Paris, Ilha de França,
 França
Dados pessoais
Progenitores Pai: Nicolas Antonin Poincaré
Alma mater Universidade de Paris
Universidade de Nancy
Esposa Henriette Benucci (1913–1934)
Partido Associação Republicana Nacional (1887–1901)
Aliança Democrática Republicana (1901–1934)
Religião Catolicismo
Profissão Jornalista
Advogado

Raymond Nicolas Landry Poincaré (Bar-le-Duc, 20 de agosto de 1860Paris, 15 de outubro de 1934) foi um político francês que serviu como 10º Presidente da França de 1913 a 1920, além de Primeiro-Ministro da França em três ocasiões diferentes: primeiro entre 1912 e 1913, depois a partir de 1922 até 1924 e por fim de 1926 a 1929.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Foi deputado e senador no começo do século XX. De personalidade fortemente nacionalista, chegou a chefe do governo em 1912 e um ano depois tornou-se presidente da república. Seu mandato, que durou até 1920, foi marcado pela Primeira Guerra Mundial. Trabalhou para manter a denominada união sagrada da nação na luta contra a Alemanha e se opôs terminantemente a firmar uma paz negociada.

Depois do armistício, adotou uma posição intransigente com as demandas da Alemanha, chegando a ocupar militarmente a região alemã do Ruhr.

Era primo do renomado físico e matemático Henri Poincaré.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Traduzido da Wikipédia em língua francesa, onde consta a seguinte bibliografia:
  • Raymond Poincaré, de l'Académie française, L'Invasion 1914, Paris, Plon (livre tiré à 100 exemplaires qui retrace le septennat du président).
  • Henry Girard, Raymond Poincaré, chez lui, au Parlement, à l'Elysée, A. Méricant, 1913.
  • René Dumesnil, Poincaré, Flammarion, vers 1930.
  • Gaston Gros, Mr. Poincaré mémorialiste (sa psychologie), Ed. Baudinière, 1930.
  • Dr. Georges Samné, Raymond Poincaré, Politique et personnel de la IIIe République, Les œuvres représentatives, 1933.
  • Fernand Payen, Raymond Poincaré, chez lui, au Parlement, au Palais, Grasset, 1936.
  • Jacques Chastenet, Raymond Poincaré, Julliard, 1948.
  • Pierre Miquel, Poincaré, Paris, Fayard, 1961.
  • S. Jeannesson, Poincaré, la France et la Ruhr (1922-1924), histoire d'une occupation, Presses universitaires de Strasbourg, 1998.
  • Daniel Amson, Raymond Pöincaré, l'acharné de la politique, Tallandier, 1997.
  • John Keiger, Raymond Poincaré, Cambridge, Cambridge University Press, 1997.
  • François Roth, Raymond Poincaré, Paris, Fayard, 2000.
  • Benoît Yvert(dir.), Premiers ministres et présidents du Conseil. Histoire et dictionnaire raisonné des chefs du gouvernement en France (1815-2007), Paris, Perrin, 2007, 916 p.
Precedido por
Joseph Caillaux
Primeiro-ministro da França
1912 - 1913
Sucedido por
Aristide Briand
Precedido por
Armand Fallières
Presidente da França
1913 - 1920
Sucedido por
Paul Deschanel
Precedido por
Aristide Briand
Primeiro-ministro da França
1922 - 1924
Sucedido por
Frédéric François-Marsal
Precedido por
Édouard Herriot
Primeiro-ministro da França
1926 - 1929
Sucedido por
Aristide Briand
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.