Grande Prêmio de Eifel de 2020

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Grande Prêmio de Eifel)
Grande Prêmio de Eifel de 2020
Nürburgring - Grand-Prix-Strecke.svg
Grande Prêmio de Eifel de 2020.
Detalhes da corrida
Data 11 de outubro de 2020
Nome oficial Formula 1 Aramco Grosser Preis der Eifel 2020
Local Nürburgring, Nürburg, Alemanha
Total 60 voltas / 308.863 km
Pole
Piloto
Finlândia Valtteri Bottas Mercedes
Tempo 1:25.269
Volta mais rápida
Piloto
Países Baixos Max Verstappen Red Bull-Honda
Tempo 1:28.139 (na volta 60)
Pódio
Primeiro
Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes
Segundo
Países Baixos Max Verstappen Red Bull-Honda
Terceiro
Austrália Daniel Ricciardo Renault

Grande Prêmio de Eifel de 2020 (formalmente denominado Formula 1 Aramco Grosser Preis der Eifel 2020) foi a décima primeira etapa do Campeonato Mundial de 2020 da Fórmula 1. Foi disputado em 11 de outubro de 2020 no Nürburgring, Nürburg, Alemanha, retornando a este circuito após sete anos.[1] Este grande prémio foi adicionado ao calendário de 2020 após a re-estruturação devido à Pandemia de COVID-19. Como os direitos de "GP da Alemanha" pertencem aos promotores da pista de Hockenheimring, a solução encontrada foi de nomear o grande prémio com a região montanhosa de Eifel onde se encontra situado o circuito. Lewis Hamilton foi o vencedor igualando o número de vitórias do piloto alemão Michael Schumacher (91).

Pneus[editar | editar código-fonte]

Os compostos de pneus fornecidos pela Pirelli para este Grande Prêmio[2]
Nome do composto Cor Banda de rolamento Condições de Tempo Dry Type Aderência Longevidade
Macio (C4) Neumático F1 Pirelli Rojo.svg Slick
(P Zero)
Seco Soft Mais aderência Menos durável
Médio (C3) F1 tire Pirelli PZero Yellow.svg Slick
(P Zero)
Seco Medium Médio Médio
Duro (C2) Neumático F1 Pirelli Blanco.svg Slick
(P Zero)
Seco Hard Menos aderência Mais durável
Intermediário Neumático F1 Pirelli Verde.svg Sulcos
(Cinturato)
Molhado Intermediate
(água não estagnante)
Chuva Neumático F1 Pirelli Azul.svg Sulcos
(Cinturato)
Molhado Wet
(água estagnante)

Resultados[editar | editar código-fonte]

Treinos livres[editar | editar código-fonte]

A primeira sessão de treinos livres na sexta-feira começou às 11:00 CEST (UTC + 2). No entanto, chuva e nevoeiro impediram que os carros saíssem do pit lane, pois as condições não eram seguras para o voo do helicóptero médico. Faltando 30 minutos para o fim da sessão, o primeiro treino livre foi cancelado. A segunda sessão de treinos livres estava prevista para começar às 15:00 CEST de sexta-feira, mas também foi cancelada. O piloto da Mercedes, Valtteri Bottas, foi o mais rápido no terceiro treino livre, à frente do companheiro de equipa Lewis Hamilton e do piloto da Ferrari, Charles Leclerc. O piloto da Racing Point, Lance Stroll, ficou de fora da sessão devido a não se sentir bem e depois retirou-se do resto do fim de semana, tendo sido substituído por Nico Hülkenberg.

Treino classificatório[editar | editar código-fonte]

Pos. Piloto Construtor Q1 Q2 Q3 Grid
1 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 1:26.573 1:25.971 1:25.269 1
2 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 1:26.620 1:25.390 1:25.525 2
3 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull Racing-Honda 1:26.319 1:25.467 1:25.562 3
4 16 Mônaco Charles Leclerc Ferrari 1:26.857 1:26.240 1:26.035 4
5 23 Tailândia Alexander Albon Red Bull Racing-Honda 1:27.126 1:26.285 1:26.047 5
6 3 Austrália Daniel Ricciardo Renault 1:26.836 1:26.096 1:26.223 6
7 31 França Esteban Ocon Renault 1:27.086 1:26.364 1:26.242 7
8 4 Reino Unido Lando Norris McLaren-Renault 1:26.829 1:26.316 1:26.458 8
9 11 México Sergio Pérez Racing Point-BWT Mercedes 1:27.120 1:26.330 1:26.704 9
10 55 Espanha Carlos Sainz Jr. McLaren-Renault 1:27.378 1:26.361 1:26.709 10
11 5 Alemanha Sebastian Vettel Ferrari 1:27.107 1:26.738 11
12 10 França Pierre Gasly AlphaTauri-Honda 1:27.072 1:26.776 12
13 26 Rússia Daniil Kvyat AlphaTauri-Honda 1:27.285 1:26.848 13
14 99 Itália Antonio Giovinazzi Alfa Romeo-Ferrari 1:27.532 1:26.936 14
15 20 Dinamarca Kevin Magnussen Haas-Ferrari 1:27.231 1:27.125 15
16 8 França Romain Grosjean Haas-Ferrari 1:27.562 16
17 63 Reino Unido George Russel Williams-Mercedes 1:27.564 17
18 6 Canadá Nicholas Latifi Williams-Mercedes 1:27.812 18
19 7 Finlândia Kimi Räikkönen Alfa Romeo-Ferrari 1:27.817 19
20 27 Alemanha Nico Hülkenberg Racing Point-BWT Mercedes 1:28.021 20
Regra dos 107%: 1:39.141
Fonte:[3]
Notas

Corrida[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Voltas Tempo/Retirado Grid Pontos
1 44 Reino Unido Lewis Hamilton Mercedes 60 1:35:49.641 2 25
2 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull Racing-Honda 60 +4.470 3 191
3 3 Austrália Daniel Ricciardo Renault 60 +14.613 6 15
4 11 México Sergio Pérez Racing Point-BWT Mercedes 60 +16.070 9 12
5 55 Espanha Carlos Sainz Jr. McLaren-Renault 60 +21.905 10 10
6 10 França Pierre Gasly AlphaTauri-Honda 60 +22.766 12 8
7 16 Mônaco Charles Leclerc Ferrari 60 +30.814 4 6
8 27 Alemanha Nico Hülkenberg Racing Point-BWT Mercedes 60 +32.596 20 4
9 8 França Romain Grosjean Haas-Ferrari 60 +39.081 16 2
10 99 Itália Antonio Giovinazzi Alfa Romeo-Ferrari 60 +40.035 14 1
11 5 Alemanha Sebastian Vettel Ferrari 60 +40.810 11
12 7 Finlândia Kimi Räikkönen Alfa Romeo-Ferrari 60 +41.476 19
13 20 Dinamarca Kevin Magnussen Haas-Ferrari 60 +49.585 15
14 6 Canadá Nicholas Latifi Williams-Mercedes 60 +54.449 18
15 26 Rússia Daniil Kvyat AlphaTauri-Honda 60 +55.588 13
Ret 4 Reino Unido Lando Norris McLaren-Renault 44 Motor 8
Ret 23 Tailândia Alexander Albon Red Bull Racing-Honda 5 Motor 5
Ret 31 França Esteban Ocon Renault 24 Hidráulica 7
Ret 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 19 Motor 1
Ret 63 Reino Unido George Russel Williams-Mercedes 14 Pneu 17
volta mais rápida: Países Baixos Max Verstappen Red Bull Racing-Honda) – 1:28.139 (volta 60)
Fonte: [4]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Lewis Hamilton iguala o recorde de número de vitórias ao lado de Michael Schumacher (91). Depois da corrida, Mick Schumacher, filho de Michael Schumacher, presenteou Lewis Hamilton com um capacete do pai. A peça é uma réplica da usada em 2012, no último ano do heptacampeão na categoria. Curiosamente, o alemão foi substituído na Mercedes justamente por Hamilton.

Voltas na liderança[editar | editar código-fonte]

Nº de Voltas Piloto Voltas
48 Reino Unido Lewis Hamilton 13-60
12 Finlândia Valtteri Bottas 1-12

2020 DHL Fastest Pit Stop Award[editar | editar código-fonte]

Resultado[editar | editar código-fonte]

Pos. Nu. Piloto Construtor Tempo Pontos
1 33 Países Baixos Max Verstappen Red Bull-Honda 1.92 25
2 63 Reino Unido George Russell Williams-Mercedes 2.27 18
3 4 Reino Unido Lando Norris McLaren-Renault 2.48 15
4 23 Tailândia Alexander Albon Red Bull-Honda 2.49 12
5 77 Finlândia Valtteri Bottas Mercedes 2.52 10
6 27 Alemanha Nico Hulkenberg Racing Point-Mercedes 2.53 8
7 26 Rússia Daniil Kvyat AlphaTauri-Honda 2.59 6
8 3 Austrália Daniel Ricciardo Renault 2.63 4
9 11 México Sergio Pérez Racing Point-Mercedes 2.64 2
10 7 Finlândia Kimi Räikkönen Alfa Romeo Racing-Ferrari 2.77 1
Fonte: [7]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Tabela do campeonato após a corrida[editar | editar código-fonte]

Somente as cinco primeiras posições estão incluídas nas tabelas.

Referências

  1. «Formula 1 Aramco Grosser Preis der Eifel 2020» (em inglês). Formula 1.com 
  2. «Same P-Zero compounds for Austria double-header, different nominations for each race at Silverstone» (em inglês). Pirelli. 17 de junho de 2020. Consultado em 17 de junho de 2020 
  3. «Formula 1 Aramco Grosser Preis der Eifel 2020 – Qualifying». Formula1.com. Formula One Administration. 10 de outubro de 2020. Consultado em 10 de outubro de 2020 
  4. «Formula 1 Aramco Grosser Preis der Eifel 2020 – Race Result». Formula1.com. Formula One Administration. 27 de setembro de 2020. Consultado em 27 de setembro de 2020 
  5. Redação (8 de outubro de 2020). «Kimi Raikkonen não liga para recorde de GPs na F1 e deve ter renovação anunciada em breve». GloboEsporte.com. Consultado em 10 de outubro de 2020 
  6. Fernando Silva (10 de outubro de 2020). «Racing Point confirma volta de Hülkenberg no lugar de Stroll para sequência do GP de Eifel». Grande Prêmio. Consultado em 10 de outubro de 2020 
  7. «2020 DHL Fastest Pit Stop Award» (em inglês). Formula1.com 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons
Corrida anterior:
GP da Rússia de 2020
Campeonato Mundial de Fórmula 1 da FIA
Temporada 2020
Próxima corrida:
GP de Portugal de 2020

Corrida anterior:
edição única
Grande Prêmio de Eifel Próxima corrida:
edição única