iOS 7

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

iOS 7
Versão do sistema operativo iOS
Apple iOS 7 Logo
Print
Print de um iPhone com iOS 7
Produção Apple Inc.
Lançamento 18 de setembro de 2013
Versão estável iOS 7.1.2
Mercado-alvo Sistemas operacionais móveis
Arquitetura(s) ARM
ARMv8 (64 bits)
Núcleo Híbrido (Darwin)
Interface Cocoa Touch (Multi-touch, GUI)
Licença Proprietário EULA exceto para componentes open source
Página oficial Site Oficial
Estado de desenvolvimento
Estável
Cronologia
iOS 6
iOS 8
Ver artigo principal: iOS

iOS 7 é a sétima versão do sistema operacional móvel criado pela Apple, o iOS, sucedendo ao iOS 6, anunciado pela empresa na Apple Worldwide Developers Conference (WWDC) em 10 de junho de 2013 e lançado em 18 de setembro de 2013.[1] Foi a primeira reestruturação completa do iOS desde seu lançamento em 2007.

O sistema inclui uma interface do usuário redesenhada e inúmeras alterações de funcionalidade. A concepção de novos elementos do iOS 7 foi liderada por Jony Ive, vice-presidente sênior de design da Apple.[1][2]

História[editar | editar código-fonte]

Com a entrada de Jony Ive como vice-presidente sênior de design, houve uma especulação de que ele procuraria remover elementos de skeumorfismo dentro do iOS, uma vez que Jony Ive é considerado um defensor do design minimalista, contrariamente Scott Forstall (ex-vice-presidente sênior) e Steve Jobs (ex-CEO).[3]

Em 10 de junho de 2013, na WWDC, o iOS 7 foi anunciado e lançado para os desenvolvedores registrados, estando disponível para o iPhone 4 ou mais recente e iPod Touch (5ª geração). Somente com a segunda versão beta que o iPad 2 ou mais recente e iPad Mini foram suportados.[4] Em 10 de setembro de 2013, no evento do iPhone, a Apple anunciou que o iOS 7 seria lançado publicamente no dia 18 de setembro de 2013 para iPhone, iPod Touch e iPad. Neste mesmo dia, a empresa liberou a versão final do iOS 7 para desenvolvedores.

Design[editar | editar código-fonte]

Anunciado como a "maior mudança no iOS desde a introdução do iPhone",[2][1] a mudança mais notável foi uma reformulação da interface do usuário. O iOS 7 visivelmente retirou elementos skeumorficos a favor do design gráfico mais plano. Os ícones do iOS 7 foram projetados pela equipe de marketing da Apple, seguindo uma paleta de cores.[5]

Polêmicas[editar | editar código-fonte]

iOS 7 foi sem dúvida a maior mudança do sistema móvel da Apple, porém nem todos gostaram. Alguns usuários relataram em fóruns na Internet casos de vertigem, dor de cabeça e náuseas, causados pelas animações e o colorido do novo iOS 7, deixando-os tontos.[6] o Safari também foi alvo de queixas, pelo seu novo design que encolhe o espaço de visualizações do conteúdo na web. Por esses e outros motivos, o 7 foi a versão do iOS que mais demorou para seus usuários atualizarem

Novidades[editar | editar código-fonte]

AirDrop[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: AirDrop

iOS 7 integra o AirDrop, recurso de compartilhamento via Wi-Fi da Apple, para o iPhone 5 ou posterior, iPod Touch (5ª geração), iPad (4ª geração), iPad Air e iPad Mini.[7]

App Store[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: App Store

A App Store oferece mais opções de pesquisa por faixa etária e apresenta uma nova seção, chamada "Por Aqui", que permite ao usuário descobrir quais aplicativos são populares em sua área. A App Store também suporta atualizações automáticas de aplicativos.[8]

Câmera[editar | editar código-fonte]

A nova interface da câmera suporta os três modos anteriores de fotografia (vídeo, foto e foto panorâmica), bem como um novo modo de fotos quadradas. O aplicativo também oferece nove filtros de fotos.[9]

Central de Controle[editar | editar código-fonte]

Com o iOS 7 foi introduzido uma Central de Controle que pode ser acessada puxando para cima a partir do canto inferior da tela. Nela existem opções para ativar/desativar o modo avião, Wi-Fi, bluetooth, modo "não perturbe" e bloqueio de tela, além de opções de brilho, controles de música e audio, AirDrop, AirPlay e atalhos para lanterna, relógio, calculadora e câmera.[10][11]

Multitarefa[editar | editar código-fonte]

No iOS 7, a função de multitarefa permite ao usuário visualizar cada aplicativo aberto, mostrando o ícone e a tela do mesmo. Também existe uma opção para atualizações em segundo plano.[12][13] A função de multitarefa foi introduzida no iOS 4, porém somente os ícones dos aplicativos abertos poderiam ser visualizados.[14]

Outras Atualizações[editar | editar código-fonte]

Os papéis de parede no iOS 7 acompanham o movimento do usuário, utilizando o giroscópio para criar tal efeito. As fotos no iOS 7 são organizadas por data e localização, podendo também serem organizadas por ano. O Photo Stream do iCloud suporta compartilhamento de vídeo.

O Safari no iOS 7 possui um campo de busca inteligente unificado e novo modo de visualização em abas, além de melhoramentos na lista de leitura e compartilhamento no Twitter.[15] Siri apresenta um novo design translúcido para combinar com o resto do sistema, novas vozes masculinas e femininas, um maior controle sobre as configurações do sistema e suporte para Wikipedia e Bing.[16] Outras alterações incluem sincronização da Central de Notificações e disponibilidade na tela de bloqueio,[17] além de ativação de travamento através do aplicativo Buscar iPhone.[8]

Suporte[editar | editar código-fonte]

O iOS 7 é suportado nos seguintes dispositivos:[8]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]