Leopoldo I do Sacro Império Romano-Germânico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Leopoldo I
Imperador Romano-Germânico
Reinado 18 de julho de 1658
a 5 de maio de 1705
Coroação 1 de agosto de 1658
Antecessor(a) Fernando III
Sucessor(a) José I
Arquiduque da Áustria e Rei da Croácia
Reinado 2 de abril de 1657
a 5 de maio de 1705
Predecessor Fernando III
Sucessor José I
Rei da Boêmia
Reinado 14 de setembro de 1656
a 5 de maio de 1705
Coroação 14 de setembro de 1656
Predecessor Fernando III
Sucessor José I
Rei da Hungria
Reinado 27 de junho de 1655
a 5 de maio de 1705
Coroação 27 de junho de 1655
Predecessor Fernando IV
Regente 27 de junho de 1655
Sucessor José I
 
Esposas Margarida Teresa da Espanha
Cláudia Felícita da Áustria
Leonor Madalena de Neuburgo
Descendência Maria Antônia da Áustria
José I, Imperador Romano-Germânico
Maria Isabel da Áustria
Maria Ana da Áustria
Maria Teresa da Áustria
Carlos VI, Imperador Romano-Germânico
Maria Madalena da Áustria
Casa Real Habsburgo
Nome completo
Leopoldo Inácio José Baltasar Feliciano
Nascimento 9 de junho de 1640
Viena, Áustria, Sacro Império Romano-Germânico
Morte 5 de maio de 1705 (64 anos)
Viena, Áustria, Sacro Império Romano-Germânico
Sepultamento Cripta Imperial, Viena, Áustria
Pai Fernando III do Sacro Império Romano-Germânico
Mãe Maria Ana da Espanha

Leopoldo I (Viena, 9 de junho de 1640 – Viena, 5 de maio de 1705) foi o Imperador Romano-Germânico de 1658 até sua morte, além de Arquiduque da Áustria e Rei da Croácia a partir de 1657, Rei da Boêmia em 1656 e Rei da Hungria começando em 1655. Era filho do imperador Fernando III e sua primeira esposa Maria Ana da Espanha.

Destinado à carreira religiosa, com a morte do irmão mais velho Fernando IV da Hungria, herdeiro do trono da Áustria, foi coroado rei da Hungria em 1655, aos 15 anos. Em 1656, rei da Boêmia e, em 1658, com 18 anos, após a morte do pai, proclamado Arquiduque da Áustria. Reinou 47 anos e casou-se três vezes. Em julho de 1658, foi eleito imperador do Sacro Império Romano-Germânico em Frankfurt, um ano depois da morte do pai.

Aliado da Polônia contra o rei Carlos X da Suécia, combateu o Império Otomano. Assinou o Tratado de Nimegue com a França em 1679, integrou a Grande Aliança contra Luís XIV em 1689. Entrou com seus exércitos na Guerra da Sucessão da Espanha em apoio ao filho, o arquiduque Carlos, que pretendia o trono como Carlos III da Espanha contra o Duque de Anjou, afinal Filipe V de Espanha.

Lutou contra o expansionismo francês de Luís XIV, para quem perdeu, em 1697, o território de Estrasburgo pelo Tratado de Rijswijk ou Ryswick. Rechaçou os turcos otomanos, que chegaram a sitiar Viena, capital da Áustria em 1683, graças principalmente ao talento militar do príncipe Eugénio de Saboia. Em 1699, através do Tratado de Karlowitz, tirou a Hungria do domínio turco-otomano.

Reprimiu com rigor a revolta da nobreza húngara, na grande maioria calvinistas e contrários à hegemonia dos Habsburgos, que ameaçavam iniciar a contra-reforma na Áustria.

Protetor das artes, transformou Viena em um importante centro artístico e cultural. No final da vida, envolveu-se na guerra da sucessão de Carlos II da Espanha, na tentativa de colocar seu filho Carlos de Habsburgo no trono espanhol, lugar que foi ocupado por Filipe V.

Morreu em Viena em 1705 tendo entrado para a história como o grande imperador austríaco que estendeu e consolidou as fronteiras do Sacro Império Romano-Germânico e levou a Áustria a se tornar potencia europeia.

Casamentos e posteridade[editar | editar código-fonte]

Em 12 de dezembro de 1666 casou com Margarida Teresa de Habsburgo, infanta de Espanha nascida em Madrid em 12 de julho de 1651 e morta em 12 de março de 1673 em Viena, 2ª filha de Filipe IV, rei de Espanha, e de Maria Ana de Áustria, a irmã de Carlos II.

Filhos:

Em 1673, casou com Cláudia Felicitas (1653-1676) da Áustria-Innsbruck ou Áustria-Tirol, filha do arquiduque Fernando Carlos do Tirol (1630-1665).

Filhos:

  • 5 - Ana Maria Sofia, arquiduquesa da Áustria (1674)
  • 6 - Maria Josefa, arquiduquesa da Áustria (1675-1676)

Em 14 de dezembro de 1676 aos 36 anos casou com a condessa Leonor Madalena de Neuburgo, nascida em Dusseldorf em 6 de janeiro de 1655 e morta em 19 de janeiro de 1720 em Viena. Princesa palatina de Neuburgo-Wittelsburg ou condessa palatina de Neuburgo, do Palatinado-Neuburgo. Era filha de Filipe Guilherme de Neuburgo-Wittelsburgo, Eleitor do Palatinado ou Palatino do Reno e Isabel Amália de Hesse-Darmstadt, irmã de Maria Ana de Neuburgo (1667-1740), a 2ª esposa do rei Carlos II de Espanha e de Maria Sofia de Neuburgo, esposa do rei Pedro II de Portugal. Mulher de família famosa pela fecundidade, terá dez filhos, entre os quais os futuros José I, Carlos VI e Maria Ana Josefa.

Filhos:

  • 7 - José I imperador do Sacro Império Romano-Germânico (Viena, 26 de julho 1678 - Viena, 17 de abril de 1711). Arquiduque da Áustria, Rei da Hungria e Croácia (1687), eleito Rei dos romanos 1690, sucedeu ao pai como imperador do Sacro Império Romano e da Boémia, em 1705.
  • 8 - Cristina, arquiduquesa da Áustria (1679).
  • 9 - Maria Isabel de Áustria, (Linz, 13 de dezembro 1680 - Mariemont, 26 de agosto 1741), governadora ou Stattholder dos Países Baixos;
  • 10 - Leopoldo José (1682-1684), Arquiduque da Áustria
  • 11 - Maria Ana, arquiduquesa da Áustria (Viena, 7 de setembro 1683 - Lisboa, 14 de agosto 1754). Casada em 1708 com João V, rei de Portugal.
  • 12 - Maria Teresa, arquiduquesa da Áustria (1684-1696).
  • 13 - Carlos VI, imperador do Sacro Império Romano-Germânico ; (1685-1740). Último Habsburgo em linha direta.
  • 14 - Maria Josefa, arquiduquesa da Áustria (1687-1703).
  • 15 - Maria Madalena, arquiduquesa da Áustria (Viena, 26 de março 1689 - Viena, 1 de maio 1743). Diretora da Ordem das Damas da Cruz Estrelada.
  • 16 - Maria Margarida, arquiduquesa da Áustria. (1690-1691).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Fernando III
Leopold I Arms-imperial.svg
Sacro Imperador Romano-Germânico

16581705
Sucedido por
José I