Luta greco-romana

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2013).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Luta greco-romana (em inglês: Greco-Roman wrestling) é um estilo de luta amadora praticada em todo mundo, regulada pela Federação Internacional de Lutas Associadas (FILA), e está presente nos Jogos Olímpicos modernos desde 1896.

Um dos esportes mais antigos dos Jogos, a luta greco-romana invoca os sentidos mais primitivos do homem, que lutam sem o auxílio de quaisquer equipamentos de proteção, mas sob um nobre código de conduta, que proíbe socos e golpes baixos e inclui complicadas táticas de derrubadas e imobilização do adversário.

A luta greco-romana foi recriada para resgatar os valores do esporte na Antiguidade, com a proibição de ataques mais duros e golpes baixos. Na Grécia Antiga, os lutadores competiam nus, com o corpo envolto por azeite e uma fina camada de areia para se protegerem do frio.

Com o aumento da prática da luta no século XIX em toda a Europa, o esporte foi incluído na primeira edição dos Jogos Olímpicos da Era Moderna - Sua primeira participação nos Jogos Olímpicos foi em Atenas 1896

Em 2013 o Comitê Olímpico Internacional votou pela exclusão da modalidade, junto com a luta livre, dos Jogos Olímpicos a partir de 2020.[1]

No entanto, a Luta foi incluída em uma lista com outros sete esportes (Beisebol/Softbol, Karatê, Squash, Patinação Artística, Escalada, Wakeboard e Wushu) para disputar o retorno aos Jogos. No dia 29 de maio de 2013, o COI anunciou que apenas a Luta, Beisebol/Softbol e Squash continuavam como candidatos.[2]

Em 8 de setembro de 2013, na 125ª Sessão do COI em Buenos Aires, na Argentina, a Luta foi reinserida no programa olímpico não só para os Jogos de 2020, quanto para os de 2024.[3]

Referências

  1. «Why the IOC voted wrestling out, and what you can do about it». Spike. Consultado em 15 de abril de 2013 
  2. Estadão (12 de fevereiro de 2013). «Comitê Olímpico Internacional retira luta dos Jogos de 2020 - Information for the Media». Consultado em 10 de setembro de 2013 
  3. Terra (12 de fevereiro de 2013). «Luta Olímpica volta aos Jogos de 2020 - Information for the Media». Consultado em 10 de setembro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Luta greco-romana