Miss Brasil 1965

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miss Brasil 1965
Data 3 de junho de 1965
Local Maracanãzinho, Rio de Janeiro
Candidatas 25
Vencedora Raquel Helena de Andrade

O Miss Brasil 1965 foi a décima segunda edição do concurso Miss Brasil, realizada no dia 3 de julho de 1965 no Ginásio do Maracanãzinho no Rio de Janeiro. A Miss Brasil 1964 Ângela Teresa Reis Vasconcelos do Paraná coroou Maria Raquel de Andrade da Guanabara. A vencedora representou o Brasil no Miss Universo 1965. A segunda colocada representou o Brasil no Miss Internacional 1965. A terceira colocada representou o Brasil no Miss Mundo 1965. O concurso foi transmitido pela TV Tupi.

A edição de 1965 foi marcada pela decepção das quarenta mil pessoas presentes no Maracanãzinho pelo fato de a favorita ao título, Marilena Oliveira, na época de Mato Grosso, ter ficado em quarto lugar. O público vaiou por exatos doze minutos.

Resultados[editar | editar código-fonte]

Colocação Candidata
Miss Brasil 1965
2º. Lugar
3º. Lugar
4º. Lugar
5º. Lugar
Semifinalistas
(TOP 08)

Premiações especiais[editar | editar código-fonte]

  • As três premiações especiais continuaram:
Premiação Candidata
Miss Simpatia
Miss Fotogenia
Melhor Traje Típico

Candidatas[editar | editar código-fonte]

Miss Brasil 1965
Numeração Estado Candidata
01 Acre Acre Adail Franco
02 Alagoas Alagoas Mary Grace Bandeira
03 Amazonas Amazonas Jane Fátima Barbosa
04 Bahia Bahia Marilda Mascarenhas
05 Ceará Ceará Iassodara Cavalcante
06 Distrito Federal (Brasil) Distrito Federal Suely Tavares
07 Espírito Santo (estado) Espírito Santo Solange Leão
08 Goiás Goiás Maria Aparecida Silva
09 Guanabara Guanabara Maria Raquel de Andrade
10 Maranhão Maranhão Sônia Maria Malta Mendes
11 Mato Grosso Mato Grosso Marilena de Oliveira Lima
12 Minas Gerais Minas Gerais Berenice Lunardi
13 Pará Pará Glauciene de Souza
14 Paraíba Paraíba Cleide Lira Pedrosa
15 Paraná Paraná Rosemary Raduhy
16 Pernambuco Pernambuco Alda Maria Simonetti
17 Piauí Piauí Maria da Graça Melo
18 Rio de Janeiro Rio de Janeiro Ilce Ione Hasselmann
19 Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte Laurinete Bezerra
20 Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul Tânia Lupi
21 Rondônia Rondônia Aurian Chaves
22 Roraima Roraima Ana Maria Rocha
23 Santa Catarina Santa Catarina Sônia Maria Pinho
24 São Paulo São Paulo Sandra Penno Rosa
25 Sergipe Sergipe Maria Luiza Vieira Cruz

Desempenhos Internacionais[editar | editar código-fonte]

Miss Universo[editar | editar código-fonte]

A quarta guanabariana a obter o título de Miss Brasil, Maria Raquel Helena de Andrade se sairia bem no concurso internacional realizado na Flórida, Estados Unidos. Raquel permaneceu entre as quinze semifinalistas do Miss Universo 1965.

Miss Mundo[editar | editar código-fonte]

A primeira mineira a obter o título de Miss Brasil Mundo em 1965, Berenice Lunardi, não obteve muita sorte no concurso que elegia a mais linda do mundo. Berenice não se classificou na noite de coroação do Miss Mundo 1965. [1]

Miss Internacional[editar | editar código-fonte]

A segunda paulista a obter o título de Miss Brasil Internacional, Sandra Penno Rosa se deu bem no Miss Internacional 1965 e permaneceu entre as cinco finalistas. Na classificação geral, Sandra ficou em quinto lugar.

Referências