Miss Brasil 2007

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miss Brasil
Data 14 de abril de 2007
Apresentação Nayla Micherif e Guilherme Arruda
Atração RPM
Candidatas 27
Transmissão Rede Bandeirantes
Local Vivo Rio
Cidade Rio de Janeiro, RJ

Miss Brasil 2007 foi a 53.ª edição concurso tradicional Miss Brasil, que escolhe a representante brasileira para que esta represente sua cultura e país no Miss Universo. O evento foi realizado no dia 14 de abril no Espaço Vivo Rio no Rio de Janeiro. A gaúcha e Miss Brasil do ano passado Rafaela Zanella coroou sua sucessora, então mineira Natália Guimarães como a nova detentora do título nacional, sua atuação foi tão espetacular que acabou ganhando o 2º lugar de Miss Universo e participou como jurada do Miss Brasil 2014. A competição foi novamente apresentado por Nayla Micherif, na companhia de Guilherme Arruda ao som do RPM. [1] [2]

Resultados[editar | editar código-fonte]

Colocações[editar | editar código-fonte]

A vencedora deste ano, a mineira de Belo Horizonte, Natália Guimarães.

Posição Estado e Candidata
Miss Brasil 2007
2º. Lugar
3º. Lugar
4º. Lugar
5º. Lugar
(TOP 10)
Semifinalistas
(TOP 15)
Semifinalistas

Premiações Especiais[editar | editar código-fonte]

  • Desde o ano passado havia voltado a premiação de Melhor Traje Típico: [3]
Prêmio Estado e Candidata
Miss Simpatia
Miss Voto Popular
Melhor Traje Típico
  • Amapá Amapá - Carla Helena de Melo

Ordem dos Anúncios[editar | editar código-fonte]

Resposta Final[editar | editar código-fonte]

Questionada pela jurada sobre a política atual brasileira, a vencedora respondeu:

Candidatas[editar | editar código-fonte]

Todas as vinte e sete candidatas que disputaram o concurso e seus respectivos estados: [4]

Estado Candidata Idade Cidade
Acre Acre Angélyca Sampaio 18 Acrelândia
Alagoas Alagoas Camilla Cavalcanti 18 Maceió
Amapá Amapá Carla Helena Melo 23 Macapá
Amazonas Amazonas Priscilla Riker 21 Manaus
Bahia Bahia Renata Marzolla 18 Santaluz
Ceará Ceará Raphaella Benevides 18 Mombaça
Distrito Federal (Brasil) Distrito Federal Rafaela Studart 18 Lago Sul
Espírito Santo (estado) Espírito Santo Jakeline Lemke 20 Marechal Floriano
Goiás Goiás Liandra Schmidt 23 Goiânia
Maranhão Maranhão Maiara Bentiví 18 São Luís
Mato Grosso Mato Grosso Juliana Florêncio Simón 24 Sinop
Mato Grosso do Sul Mato Grosso do Sul Eigla Carla Pereira de Oliveira 19 Campo Grande
Minas Gerais Minas Gerais Natália Aparecida Guimarães 22 Belo Horizonte
Pará Pará Naiane Figueiredo Alves 18 Marituba
Paraíba Paraíba Roberta Guerra de Brito 23 João Pessoa
Paraná Paraná Vivian Noronha Cia 23 Umuarama
Pernambuco Pernambuco Wilma Magda Ferreira 23 Faculdade Maurício de Nassau
Piauí Piauí Amanda Costa Santos 23 Bom Jesus
Rio de Janeiro Rio de Janeiro Aiana do Nascimento 19 Niterói
Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte Kalline Freire de Melo 18 Mossoró
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul Carolina Prates Néry 21 Alegrete
Rondônia Rondônia Iaísa Helena Ribeiro 18 Porto Velho
Roraima Roraima Monnya Raquel Leite 20 Boa Vista
Santa Catarina Santa Catarina Manuella Heiderscheidt 19 Palhoça
São Paulo São Paulo Sabrina Rhoden 22 Barueri
Sergipe Sergipe Paloma Vieira de Melo 21 Nossa Senhora do Socorro
Tocantins Tocantins Jaqueline Pereira de Moura 18 Palmas

Jurados[editar | editar código-fonte]

Os responsáveis por eleger a vencedora, foram os seguintes jurados: [5]

Natália desfilando no SLZ Fashion em 2007.
  • Luize Altenhofen, apresentadora;
  • Adriane Bastos, estilista;
  • Regina Rito, jornalista;
  • Fernando Torquato, maquiador;
  • Ricardo Vieira, designer de jóias;
  • David Azulay, estilista;
  • Leão Lobo, apresentador;
  • Diego Hypólito, ginasta;
  • Marcelinho Carioca, jogador de futebol;
  • Daniel Ackerman, cônsul do Suriname;
  • Lara Gerin, estilista;
  • Peter Dan, Presidente da Colgate-Palmolive.

Audiência[editar | editar código-fonte]

Em relação ao ano anterior, a Band voltou a perder audiência com a transmissão do Miss Brasil 2007. Na medição do Ibope realizada na grande São Paulo (principal centro de decisões do mercado publicitário do país), a emissora teve média de 4.5 e pico de 7.5 pontos. Isso significou queda de 1.5 ponto tanto para a média geral de audiência quanto para seu pico. Mesmo com a ampliação da base de medição de cada ponto pelo Ibope (de 49.5 mil, no Miss Brasil 2005 para 178.3 mil telespectadores no concurso de 2007), o quadro acima não perde valor em termos percentuais. Não há informações sobre a audiência do certame em outras praças, nem no PNT (Painel Nacional de Televisão). [6]

Concursos Estaduais[editar | editar código-fonte]

Indicações[editar | editar código-fonte]

Apesar de ter sido a primeira miss estadual eleita para essa edição, Iaísa Ribeiro só foi coroada oficialmente Miss Rondônia no dia nove de dezembro de 2006, de acordo com o site do concurso nacional. Liandra Schmidt foi eleita Miss Goiás no dia treze de setembro, após a organização ter cancelado o concurso do ano anterior. Apenas cinco estados decidiram indicar candidatas para o concurso: Amazonas, Espírito Santo, Maranhão, Mato Grosso do Sul e Roraima.

Durante a eleição de Miss Acre, em março, a candidata da cidade de Acrelândia, Angélica dos Santos Sampaio, chegou a ser anunciada como vencedora. Mas por ser menor de idade (tinha apenas 17 anos), ela não poderia participar do Miss Brasil. Numa interpretação literal do regulamento, a Miss Rio Branco Diana Faria, segunda colocada no certame, iria em seu lugar. No entanto, a coordenação estadual do Miss Brasil decidiu manter Angélica na competição nacional porque a regra permite a participação de candidatas que venham a completar 18 anos no ano de realização do certame.

Produção[editar | editar código-fonte]

A Rede Bandeirantes contratou Rodrigo Carelli para dirigir a transmissão deste ano. Carelli, (ex-diretor da Casa dos Artistas) e de alguns acústicos da MTV, já tinha feito essa tarefa em 2004 e 2005. Pela primeira vez, um estrangeiro foi o coreógrafo de uma edição do concurso nacional. Trata-se do norte-americano Scott Grossman, que trabalha há vinte anos para os concursos de Miss Estados Unidos e Miss Universo.

Registros[editar | editar código-fonte]

  • No dia 27 de março, todos os 26 Estados e o Distrito Federal encerraram a escolha de suas representantes para o Miss Brasil 2007.
  • A partir de 2007, a franquia estadual do Miss Brasil passa a ser da empresa BMW Eventos, organizadora do concurso Miss Maringá.
  • Rondônia foi o primeiro Estado a eleger candidata para o Miss Brasil 2007, em abril de 2006. A modelo Iaísa Ribeiro foi a escolhida.
  • Pela primeira vez, o concurso para a escolha da Miss Paraíba teve transmissão televisiva.
  • Após cinco anos, o concurso de Miss Paraná voltou a ser exibido em rede estadual de TV.

Crossovers[editar | editar código-fonte]

Nacionais[editar | editar código-fonte]

Miss Mundo Brasil

Internacionais[editar | editar código-fonte]

Top Model of the World
Miss Intercontinental
Miss Bikini Internacional
Rainha Hispano Americana
Rainha do Turismo Internacional

Referências

  1. «Miss Minas Gerais, Natália Guimarães, vai ao Miss Universo». Grau10. Consultado em 17 de janeiro de 2014 
  2. «Tenho defeito, mas é segredo, diz a Miss Brasil». UOL. Consultado em 17 de janeiro de 2014 
  3. «Minas Gerais elege nova Miss Brasil». Folha Online. Consultado em 17 de janeiro de 2014 
  4. «Conheça as candidatas ao título de Miss Brasil 2007». BOL. Consultado em 17 de janeiro de 2014 
  5. «É de Minas Gerais a nova Miss Brasil». Cassilândia Notícias. Consultado em 17 de janeiro de 2014 
  6. «Final de Miss Universo tem transmissão ao vivo na TV hoje». Folha Online. 28 de maio de 2007 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Sites especializados