Miss Paraíba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Miss Paraíba
Tipo Concurso de beleza
Fundação 1954
Sede Paraíba João Pessoa
Coordenação George Azevedo

Miss Paraíba é um tradicional concurso de beleza de nível estadual que visa eleger a melhor candidata paraibana para a disputa nacional de Miss Brasil, válido para o Miss Universo. O concurso é realizado anualmente na capital do Estado e apesar de nunca ter possuído uma vitória, a unidade federativa nordestina já alcançou posições de destaque no certame nacional. O mais perto que chegou da coroa brasileira foi em 1981 com Virgínia Gomes, na época, a paraibana alcançou a quarta colocação. Hoje, a disputa estadual é coordenada por Miguel Braga, mesmo coordenador do Miss Pernambuco.

Histórico[editar | editar código-fonte]

Mayana Neiva, Miss Paraíba 2003 e hoje atriz da Rede Globo.

O primeiro concurso de Miss no estado da Paraíba foi realizado em 1929 e teve como vencedora a pessoense Eimar Pinto Pessoa, representando do jornal O Norte.

Mesmo sendo um competidor tradicional e um dos estados que mais enviaram representantes ao Miss Brasil, a Paraíba não apresenta um bom histórico de classificação na disputa nacional. Obteve como melhor colocação na história, um quarto lugar com Virgínia Helena Gomes da Silva, em 1981, e a mais recente semifinalista foi Ariádine Maroja, galgando o Top 10 em 2015. Mesmo sem ganhar títulos de primeiro lugar na competição nacional, o estado apresenta seis prêmios de Miss Simpatia, empatado em primeiro lugar com o Rio de Janeiro.

Algumas Misses Paraíba competiram em outros certames de beleza, como Miss Mundo Brasil, Miss Terra Brasil e Miss Rio de Janeiro. Além disso, duas paraibanas concorreram ao Miss Brasil Globo, tendo uma delas sido a Miss Paraíba 2003, Mayana Neiva, que levou a faixa de Miss Simpatia e atualmente é atriz (foto). Outro exemplo de sucesso foi Priscilla Medeiros Durand, Miss Paraíba 2011, que não só concorreu em dois outros concursos regionais, vencendo-os, como foi também coroada em 2014 a Rainha Internacional do Café, na Colômbia.

Na década de 1980 um fato inusitado na história de concursos de beleza ocorreu no certame paraibano: a Miss Paraíba 1985, Patricia Moreira, passou a coroa para sua irmã, Roberta Moreira, a qual se classificou em quinta posição na final nacional que elegeu Deise Nunes, do Rio Grande do Sul, como Miss Brasil daquele ano.

Coordenadores[editar | editar código-fonte]

Ficaram responsáveis pela escolha da mais bela paraibana:

  • de 2003 a 2005 - Hermany Cruz
  • de 2006 a 2008 - David Dhuan
  • de 2009 a 2009 - Rogério Freire
  • de 2010 a 2013 - Pedro Neto
  • de 2014 a 2015 - Carlos Pachêco
  • de 2016 a 2016 - Jailma Simone & Petrúcio Medeiros
  • de 2017 a 2018 - Miguel Braga
  • atual - George Azevedo

Tabela de Classificação[editar | editar código-fonte]

Abaixo a performance das paraibanas no Miss Brasil.

Posição Performance
Miss Brasil
2º. Lugar
3º. Lugar
4º. Lugar 1
5º. Lugar 4
Semifinalista 9

Premiações Especiais[editar | editar código-fonte]

- Miss Simpatia:

- Melhor Traje Típico: Cleide Lira Pedrosa (1965)

Edições[editar | editar código-fonte]

Vencedoras[editar | editar código-fonte]

     A candidata tornou-se Miss Brasil.
     A candidata parou entre as finalistas.
     A candidata parou entre as semifinalistas.
Ano Vencedoras Representação Colocação
2019 Kennya Araújo João Pessoa Semifinalista (Top 15)
2018 Ana Carla Medeiros Campina Grande Semifinalista (Top 15)
2017 Larissa Aragão Holanda Bananeiras
2016 Mayrla Emília Vasconcelos Nova Palmeira
2015 Ariádine Maroja Albuquerque Mamanguape Semifinalista (Top 10)
2014 Larissa Julianne Muniz da Silva Esperança
2013 Patrícia Curvelo dos Anjos Sousa
2012 Natália Cristina Oliveira Areia
2011 Priscilla Medeiros Durand Conde
2010 Natália Taveira Mota Alves João Pessoa 5º. Lugar
2009 Flora Alexandre Meira Campina Grande Semifinalista (Top 15)
2008 Kayonara Walleska Araruna
2007 Roberta Guerra Britto UNIPÊ
2006 Sarah Azevedo Rodrigues João Pessoa
2005 Lilian Vasconcelos de Moura Jacumã
2004 Isabela Marinho de Nóbrega Guarabira
2003 Mayana Maria Ramos Neiva Campina Grande
2002 Mônica Donato de Araújo Campina Grande
2001 Andréia Aravanos Sarinho Aroeiras
2000 Jorgelane Talma Miranda João Pessoa
1999 Juliana Pereira Luna João Pessoa
1998 Íris Bianca Medrado
1997 Carolina Thaís Muller 5º. Lugar
1996 Danielle Albuquerque
1995 Janalívia do Nascimento
1994 Humberlena "Berla" Chacon Semifinalista (Top 12)
1992 Fabiana Pirro Tavares de Lima Semifinalista (Top 12)
1989 Amélia Augusta da Cruz Fonsêca 5º. Lugar
1988 Madeleine de Vasconcelos Braga Semifinalista (Top 12)
1987 Cláudia Maria Pessoa Jardim Semifinalista (Top 12)
1986 Roberta Moreira da Silva 5º. Lugar
1985 Patrícia Moreira da Silva Semifinalista (Top 12)
1984 Maria do Socorro Braga
1983 Josélia Sobrinho Aroeiras
1982 Geusa Moreira de Azevêdo Treze Futebol Clube
1981 Virgínia Helena Gomes Silva João Pessoa d 4º. Lugar
1980 Jahelina Barbosa Aristóteles
1979 Nadjla Maria Catão Cabral
1978 Iracema de Souza Lima
1977 Mª da Guia Corrêa Rangel
1976 Cristina Ferreira de Freitas
1975 Elze Quinderé Camelo Sport Club Cabo Branco
1974 Dilma Barbosa da Silva
1973 Luzenice Santos Bezerra UNIPÊ c
1972 Maria Bernadete Martins Sport Club Cabo Branco
1971 Lúcia Medeiros de Sousa GRESSE
1970 Sirlete de Carvalho
1969 Maria do Socorro Alves Sport Club Cabo Branco
1968 Ilona Pinheiro Dias de Sá Sport Club Cabo Branco
1967 Maria Laura Vieira de Mello Clube dos Oficiais
1966 Zélia Neves de Medeiros Sport Club Cabo Branco
1965 Cleide Lira Pedrosa Sport Club Cabo Branco
1964 Rosalma Andrade Campinense Clube
1963 Kalina Lígia Duarte GRESSE
1962 Terezinha de Alencar João Pessoa b
1961 Inês Gomes Pessoa Clube Aquático
1960 Maria das Mercês Morais Clube Astréa
1959 Glícia Coelho Chianca Clube Astréa
1958 Stela Maria Stuckert Clube Astréa
1957 Maria Zélia Cardoso Alagoa Nova a
1956 Margarida Vasconcelos Cabaceiras
1955 Maria Bernadete Silva Sport Club Cabo Branco

Notas[editar | editar código-fonte]

a. Representando o Esporte Clube 21 de Abril.
b. Terezinha Arraes de Alencar foi candidata a Miss Guanabara 1962 como Miss Clube São Cristóvão. Como não houve concurso na Paraíba, ela foi convidada a representar o Estado.
c. Luzenice Santos Bezerra representou a Faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais da Universidade Autônoma de João Pessoa, hoje denominada UNIPÊ.
d. Não havia tempo hábil para a realização do Miss Paraíba 1981. Virgínia foi convidada à representar o Estado após ficar em 3º. Lugar no Miss Pernambuco 1981.

Observações[editar | editar código-fonte]

  1. Não houve concurso nacional no ano de 1990.
  2. Em 1993 não houve concurso e sim uma seletiva nacional.
  3. Em 1991 o Estado da Paraíba não enviou representante.
  4. Não são naturais do Estado, as misses:
    1. Fabiana Pirro (1992) é de Recife, PE;
    2. Virgínia Helena Gomes (1981) é de Recife, PE;
    3. Terezinha Alencar (1962) nasceu no Ceará.
    4. Larissa Aragão (2017) nasceu em Santa Cruz do Capibaribe, PE;

Referências

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]