Miss Rondônia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Miss Rondônia
Tipo Concurso de Beleza
Fundação 1964
Sede Rondônia Porto Velho
Coordenação Berta Zuleika

Miss Rondônia é um concurso de beleza feminino realizado anualmente no Estado com o propósito de eleger a candidata rondoniense mais apta para obter o inédito título de Miss Brasil, versão Miss Universo. Na região, a responsável por eleger a mais bela fica por conta da colunista social mato-grossense Berta Zuleika Rodrigues de Oliveira, cargo que ocupa desde 2004. O mais perto que o Estado conseguiu chegar da coroa nacional, foi a segunda colocação obtida pela mineira Adriana Luci de Souza Reis, indicada para representar o território bionicamente, isto é, sem ter qualquer relação com a localidade. Desde 2008 Rondônia não consta entre as semifinalistas da competição nacional.

Tabela de Classificação[editar | editar código-fonte]

Abaixo a performance das rondonienses no Miss Brasil:

Posição Performance
Miss Brasil
2º. Lugar 1
3º. Lugar
4º. Lugar 1
5º. Lugar
Semifinalista 4

Premiações Especiais[editar | editar código-fonte]

  • Miss Simpatia: Zoracy Parra (1971), Yete Baleeiro (1979) e Sinaira Machado (2014).

Edições[editar | editar código-fonte]

Vencedoras[editar | editar código-fonte]

     A candidata tornou-se Miss Brasil.
     A candidata parou entre as finalistas.
     A candidata parou entre as semifinalistas.
Ano Vencedoras Representação Colocação
2019 Hunaide Horitham Ji-Paraná
2018 Thaisi Dias Pinto Porto Velho
2017 Maria Clara Medeiros Vicco Porto Velho
2016 Mariana Theol Denny Alves Ji-Paraná
2015 Gabriela Fernandes Rossi Porto Velho
2014 Sinaira Machado Souza Porto Velho
2013 Jeane Ferreira de Aguiar Ji-Paraná
2012 Michele Miquelini Ariquemes
2011 Aline Cabral de Lima Ji-Paraná
2010 Jeane Ferreira de Aguiar Ji-Paraná
2009 Lorena Garcia Mendonça Porto Velho
2008 Maíra Mallmann Lima Porto Velho
2007 Iaisa Helena Ribeiro Porto Velho Semifinalista (Top 10)
2006 Suzana Cavalcante Porto Velho
2005 Fabiana Cortez Rolim de Moura
2004 Luana Najara Athar Cacoal Semifinalista (Top 10)
2003 Cláudia Roberta Boschilia Porto Velho
2002 Renata Andresia Medeiros Porto Velho
2001 Jacqueline Aparecida Brito Porto Velho
2000 Ana Paula Michie Nakano Porto Velho
1999 Priscila Giacomolli Espigão do Oeste
1998 Adriana Luci de Souza Reis Porto Velho 2º. Lugar
1997 Úrsula da Conceição Mendes Porto Velho 4º. Lugar
1996 Cleonice Silveira dos Santos Ji-Paraná
1995 Cristiane Bielinki Lopes Porto Velho
1994 Ana Karina Lopes Costa
1992 Sandra Cristina de Oliveira
1989 Marisa Marin Delgado Cacoal Semifinalista (Top 12)
1988 Sandra Rodrigues Jorge Rolim de Moura
1987 Márcia Aparecida de Sá Ariquemes
1986 Sheila Dorothy Miranda Porto Velho
1985 Soraia Cirbela Tavares Ji-Paraná
1984 Josélia Viriato Barros Ji-Paraná
1983 Gilda Maria de Morais AABB
1982 Marilú de Lurdes Wobeto Vilhena
1981 Carmen Eliane de Blafert Ariquemes
1980 Maria de Nazaré Centeno Ypiranga Esporte Clube
1979 Yete de Fátima Baleeiro Porto Velho
1976 Maria Regina Furtak Esporte Clube Vera Cruz
1975 Ruth Helena Pereira Jornal Alto Madeira g
1974 Cleonice de Oliveira
1973 Eugênia Suriadakis Guajará-Mirim
1972 Kátia Fernanda Oliveira Porto Velho
1971 Zoracy Parra da Mota Ferroviário Atlético Clube
1970 Elizabeth Augis Porto Velho
1969 Nadja da Fonsêca Porto Velho f Não Disputou
1968 Sueli Marisa Corrêa Porto Velho e
1967 Nádia Solange Garios Porto Velho d
1966 Ana Maria Façanha Gaspar Porto Velho c Semifinalista (Top 08)
1965 Aurian Fátima Gomes Chaves Porto Velho b
1964 Sônia Regina de Magalhães Porto Velho a

Notas[editar | editar código-fonte]

a. Sônia Regina Azevêdo de Magalhães disputou o Miss Guanabara 1964 pelo Grêmio Recreativo do Sindicato dos Bancários e posteriormente foi convidada para representar o Estado de Rondônia pela primeira vez na história do certame Miss Brasil.
b. Aurian disputou o título de Miss Amazonas 1965 representando a boutique "Anjo Azul" e ficou em terceiro lugar. Ana Maria Collyer, segunda colocada, foi convidada à representar o Estado de Roraima e Aurian o Estado de Rondônia. Aurian foi empossada "Miss Rondônia" na capital do Estado pelo Coronel Cunha de Menezes, na época, governador do território.
c. Ana Façanha disputou o título de Miss Estado do Rio 1966 representando Niterói, terminou em 4º. Lugar. Foi convidada à representar o Estado bionicamente, isto é, sem nunca ter ido lá.
d. Nádia Solange disputou o título de Miss Estado do Rio 1967. Foi convidada inicialmente para representar o Estado de Roraima, mas houve mudanças e acabou representando Rondônia.
e. Sueli Marisa disputou o título de Miss Guanabara 1968 representando o "Tijuca Tênis Clube". Posteriormente foi convidada a representar o território de Rondônia.
f. Nadja Naira foi anunciada como Miss Rondônia 1969 pelos principais veículos de comunicação da época, mas desistiu de disputar o Miss Brasil por motivos pessoais. Ela disputou o Miss Guanabara 1969 representando o "Várzea Country Clube" e ficou em 3º. Lugar.
g. Ruth Helena foi indicada pelo Jornal Alto Madeira de Rondônia, associado aos Diários e Emissoras Associados, para representar o Estado.

Observações[editar | editar código-fonte]

  1. Em 1990 não houve concurso nacional.
  2. E nos anos de 1969, 1991 e 1993 o Estado não participou.
  3. Não são nascidas no Estado as misses:
    1. Regina Azevêdo (1964) é do Rio de Janeiro, RJ.
    2. Áurian Fátima Gomes (1965) é de Manaus, AM.
    3. Ana Maria Façanha (1966) é de Niterói, RJ.
    4. Nádia Solange (1967) é de São João de Meriti, RJ.
    5. Sueli Marisa (1968) é do Rio de Janeiro, RJ.
    6. Sheila Dorothy (1986) é de Curitiba, PR.
    7. Priscila Giacomolli (1999) é de Encantado, RS.
    8. Fabiana Cortez (2005) é de Campo Mourão, PR. [1]

Referências

  1. REDAÇÃO, Da (28 de março de 2014). «Fabiana Cortez: Elegância, beleza e competência no jornalismo vilhenense!». Extra de Rondônia 

Links Externos[editar | editar código-fonte]