Miss Brasil Internacional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Miss Brasil Internacional
Tipo Concurso de beleza
Fundação 1960
Sede Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Membros Boanerges Gaeta Jr.
Sítio oficial MissInternational.org

Miss Brasil Beleza Internacional é um concurso de beleza nacional com o objetivo de selecionar a melhor candidata brasileira em busca do título de Miss Beleza Internacional. O Brasil começou a participar do certame em 1960 e conquistou, até agora, apenas uma coroa, com a carioca Maria da Glória Carvalho [1] oito anos depois da primeira edição. Desde então as representantes brasileiras no Miss Internacional eram as segundas ou terceiras colocadas no Miss Brasil versão Miss Universo, fato este ocorrido de 1960 até 1980 e de 1995 a 2011.

Entre 1981 a 1994 o concurso era realizado independentemente de outros certames nacionais. Desde 2012 a escolha da representante brasileira para o certame internacional passou a ser feita por meio de indicação realizada pelo coordenador do concurso, Boanerges Gaeta Jr. [2] que após cinco anos, resolveu realizar uma disputa independente via concurso. [3] A atual detentora do título é a catarinense Fernanda Recht.

Representantes[editar | editar código-fonte]

  • Abaixo estão apenas as dez últimas indicadas pela organização:
Ano Estado Candidata Cidade Natal Local da Aclamação
2009 Minas Gerais Minas Gerais Rayanne Morais Jeceaba São Paulo São Paulo
2010 Amazonas Amazonas Lílian Lopes São Bento do Sul São Paulo São Paulo
2011 Bahia Bahia Gabriella Rocha Simões Filho São Paulo São Paulo
2012 São Paulo São Paulo Rafaela Butareli Marília São Paulo São Paulo
2013 Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte Cristina Alves Vitória Rio Grande do Norte Natal
2014 Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte Deise Benício São Rafael Rio Grande do Norte Natal
2015 Paraná Paraná Ísis Stocco Maringá Rio Grande do Norte Natal
2016 Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte Manoella Alves Praia Grande Rio Grande do Norte Natal
2017 São Paulo São Paulo Bruna Zanardo Laranjal Paulista Rio de Janeiro Rio de Janeiro
2018 São Paulo São Paulo Stephanie Pröglhöf São José dos Campos Rio de Janeiro Rio de Janeiro

Galeria[editar | editar código-fonte]

Conquistas[editar | editar código-fonte]

Por Estado[editar | editar código-fonte]

Estado Títulos Vitórias
São Paulo São Paulo 12 1962, 1965, 1969, 1980, 1983, 1985, 1988, 1989, 1994, 2012, 2017, 2018
Rio Grande do Sul Rio Grande do Sul 9 1961, 1971, 1974, 1986, 1987, 1991, 1998, 2000, 2007
Rio de Janeiro Rio de Janeiro 7 1964, 1968, 1972, 1973, 1976, 1978, 1984
Minas Gerais Minas Gerais 6 1967, 1992, 1993, 1999, 2001, 2009
Paraná Paraná 5 1963, 1981, 1990, 2004, 2015
Rio Grande do Norte Rio Grande do Norte 4 1997, 2013, 2014, 2016
Distrito Federal (Brasil) Distrito Federal 3 1960, 1975, 1977
Bahia Bahia 1 2011
Amazonas Amazonas 2010
Ceará Ceará 2008
Acre Acre 2006
Espírito Santo (estado) Espírito Santo 2005
Pará Pará 2003
Pernambuco Pernambuco 2002
Mato Grosso do Sul Mato Grosso do Sul 1996
Mato Grosso Mato Grosso 1995
Sergipe Sergipe 1982
Goiás Goiás 1979

Por Região[editar | editar código-fonte]

Região Títulos Último Estado
Southeast Region in Brazil.svg Região Sudeste 26 São Paulo (2018)
South Region in Brazil.svg Região Sul 13 Paraná (2015) - 03 anos atrás
Northeast Region in Brazil.svg Região Nordeste 8 Rio Grande do Norte (2016) - 02 anos atrás
Central-West Region in Brazil.svg Região Centro-Oeste 6 Mato Grosso do Sul (1996) - 22 anos atrás
North Region in Brazil.svg Região Norte 3 Amazonas (2010) - 08 anos atrás

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

Brasil no Miss Internacional[editar | editar código-fonte]

  • O Brasil está a 37 anos sem alcançar uma posição entre as cinco finalistas do certame.
  • São Paulo é o Estado com mais títulos, possui 12 no total. Dessas, apenas 4 se classificaram no internacional.
  • O Rio Grande do Norte foi o 5º Estado a fazer um back-to-back. Os outros foram RJ (72-73), RS (86-87) e MG (92-93).
    • São Paulo é o único Estado a ter dois back-to-back, em 1988-89 e em 2017-18.
  • Só não houve a disputa internacional no ano de 1966. A representante brasileira seria a cearense Francy Nogueira.
  • O Brasil não participou em duas ocasiões: em 1970 e em 1998.
    • Em 1970 o Miss Brasil 1970 foi realizado depois do Miss Beleza Internacional.
    • Em 1998 a gaúcha Luize Altenhofen ficou doente dias antes de viajar para a disputa.
  • O recorde negativo de candidatas ao Miss Internacional foi em 2003 ao ser realizado somente com 45 aspirantes.
    • Já o maior número de candidatas participantes ocorreu em 2018 com 77 candidatas.

Sobre as Representantes Brasileiras[editar | editar código-fonte]

  • Vanessa Vidal (2008) foi a primeira e única representante brasileira surda a disputar um concurso internacional. [5]
  • Vera Lúcia Couto (1964) foi a 1ª representante brasileira negra a ir ao certame, as outras duas foram em 1999 e 2003. [7]

Referências

  1. MACHADO, Fernando (2 de setembro de 2016). «Maria da Glória Carvalho é a Miss Beleza Internacional 1968!». Fernando Machado 
  2. REDAÇÃO, Da (2 de setembro de 2016). «Manoela Alves é a nova Miss Brasil Internacional!». Tribuna do Norte 
  3. BEAUTIES, Global (1 de outubro de 2017). «Miss International Brazil 2017!». Global Beauties 
  4. REDAÇÃO, Da (2 de setembro de 2016). «Mineira, noiva de Latino vence Miss Rio de Janeiro 2012 sob vaias!». UOL 
  5. LIMA, Eliomar de (2 de setembro de 2016). «Vanessa Vidal, ex-Miss Ceará e que é surda, agora é professora da UFC!». O Povo 
  6. REDAÇÃO, Da (2 de setembro de 2016). «De miss a apresentadora: Relembre a trajetória de Grazi Massafera!». IG - O Dia 
  7. GONÇALVES, Adilson (2 de setembro de 2016). «A primeira miss negra!». UOL - Raça Brasil 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]