Periodato de sódio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Periodato de sódio
Alerta sobre risco à saúde
Natriumperjodaat t.png
Nome IUPAC Periodato de sódio
Outros nomes Metaperiodato de sódio
Identificadores
Número CAS 7790-28-5
PubChem 23667635
Número EINECS 232-197-6
ChemSpider 58683
ChEBI 75226
Número RTECS SD4550000
SMILES
InChI
1/HIO4.Na/c2-1(3,4)5;/h(H,2,3,4,5);/q;+1/p-1
Propriedades
Fórmula molecular NaIO4
Massa molar 213.8918 g/mol
Aparência white crystals
Densidade 3.865 g/cm3 (anidro)
3/210 g/cm3
Ponto de fusão

300 °C (anidro)
175 °C (trihidrato)

Solubilidade em água solúvel
Solubilidade solúvel em ácidos
Estrutura
Estrutura cristalina tetragonal (anidro)
trigonal (trihidrato)
Riscos associados
NFPA 704
NFPA 704.svg
0
2
0
 
Compostos relacionados
Outros aniões/ânions perclorato de sódio, perbromato de sódio
Outros catiões/cátions periodato de potássio, ácido periódico
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

Periodato de sódio é um sal inorgânico, composto por um cátion de sódio e o ânion de periodato. Pode também ser considerado como o sal de sódio do ácido periódico. Como muitos periodatos, pode existir em duas formas diferentes: metaperiodato de sódio, que tem a fórmula NaIO4 e ortoperiodato de sódio, normalmente isso significa periodato de hidrogênio de sódio (Na2H3IO6), mas o sal de ortoperiodato de sódio totalmente reagido, Na5IO6, também pode ser preparado. Ambos os sais são agentes oxidantes úteis.[1]

Preparação[editar | editar código-fonte]

Classicamente, o periodato era mais comumente produzido sob a forma de periodato de hidrogênio de sódio (Na3H2IO6).[2] Isto está comercialmente disponível, mas também pode ser produzido pela oxidação de iodatos com cloro e hidróxido de sódio.[3] Ou, similarmente, dos iodetos pela oxidação com o bromo e o hidróxido de sódio:

NaIO3 + Cl2 + 4 NaOH → Na3H2IO6 + 2 NaCl + H2O
NaI + 4 Br2 + 10 NaOH → Na3H2IO6 + 8 NaBr + 4 H2O

A moderna produção em escala industrial envolve a oxidação eletroquímica de iodatos, em um ânodo de PbO2, com o seguinte potencial padrão de eletrodo:

H5IO6 + H+ + 2 eIO
3
+ 3 H2O      E° = 1.6 V[4]

O metaperiodato de sódio pode ser preparado pela desidratação do periodato de hidrogênio de sódio com ácido nítrico.[2]

Na3H2IO6 + 2 HNO3 → NaIO4 + 2 NaNO3 + 2 H2O

Estrutura[editar | editar código-fonte]

Metaperiodato de sódio (NaIO4) forma cristais tetragonais (grupo espacial I41/a) consistindo em IO
4
levemente distorcida com distâncias de ligação I–O médias de 1.775 Å; os íons Na+ são cercados por 8 átomos de oxigênio nas distâncias de 2.54 e 2.60 Å.[5]

Hidrogenato de sódio (Na2H3IO6) forma cristais ortorrômbicos (grupo espacial Pnnm). Átomos de iodo e sódio são ambos cercados por um arraigmento octaédrico de 6 átomos de oxigênio; no entanto, o octaedro NaO6 é fortemente distorcido. Grupos IO6 e NaO6 estão ligados através de vértices e arestas comuns.[6]

A difração de pó indica que o Na5IO6 cristaliza no sistema monoclínico (grupo espacial C2/m).

Usos[editar | editar código-fonte]

Mais informações: Periodato#Reações

O periodato de sódio pode ser usado em solução para abrir os anéis de sacarídeo entre os dióis vicinais, deixando dois grupos de aldeído. Este processo é frequentemente usado na rotulação de sacarídeos com moléculas fluorescentes ou outros marcadores, como a biotina. Como o processo requer dióis vicinais, a oxidação com periodato é frequentemente usada para rotular seletivamente as extremidades 3′- do RNA (ribose possui dióis vicinais) em vez do DNA, pois a desoxirribose não possui dióis vicinais.

NaIO4 é usado em química orgânica para clivar os dióis para produzir dois aldeídos.[7]

Periodate cleavage.svg

Em 2013, o Exército dos Estados Unidos anunciou que substituiria os produtos químicos nocivos ao meio ambiente, nitrato de bário e perclorato de potássio, por metaperiodato de sódio, para uso em sua munição traçante.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Andrew G. Wee, Jason Slobodian, Manuel A. Fernández-Rodríguez and Enrique Aguilar "Sodium Periodate" e-EROS Encyclopedia of Reagents for Organic Synthesis 2006. doi:10.1002/047084289X.rs095.pub2
  2. a b Riley, edited by Georg Brauer ; translated by Scripta Technica, Inc. Translation editor Reed F. (1963). Handbook of preparative inorganic chemistry. Volume 1 2nd ed. New York, N.Y.: Academic Press. pp. 323–324. ISBN 012126601X 
  3. Hill, Arthur E. (outubro de 1928). «Ternary Systems. VII. The Periodates of the Alkali Metals». Journal of the American Chemical Society. 50 (10): 2678–2692. doi:10.1021/ja01397a013 
  4. Parsons, Roger (1959). Handbook of electrochemical constants. [S.l.]: Butterworths Scientific Publications Ltd. p. 71 
  5. Kálmán, A.; Cruickshank, D. W. J. (15 de novembro de 1970). «Refinement of the structure of NaIO4». Acta Crystallographica Section B. 26 (11): 1782–1785. doi:10.1107/S0567740870004880 
  6. Jansen, Martin; Rehr, Anette (1988). «Na2H3IO6, eine Variante der Markasitstruktur». Zeitschrift für anorganische und allgemeine Chemie (em German). 567 (1): 95–100. doi:10.1002/zaac.19885670111 
  7. McMurry, John. Organic chemistry 8th ed., [international ed.] ed. Singapore: Brooks/Cole Cengage Learning. pp. 285–286. ISBN 9780840054531 
  • See Fatiadi, Synthesis (1974) 229–272 for a review of periodate chemistry.